JCR: 0,634; SJR: 0,396; H Index Scopus: 26; Qualis na área de Enfermagem: A1

ISSN: 1518-8345

  • USP
  • Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP
  • Who Collaborating Centre

Número Atual: V25

Artigos Originais

Adaptação transcultural para o Brasil do módulo on-line DocCom: comunicação para o trabalho em equipe

Brazilian cross-cultural adaptation of the DocCom online module: communication for teamwork

Tatiane Angélica Phelipini Borges, Marli Terezinha Oliveira Vannuchi, Suely Grosseman, Alberto Durán González

Objetivo: realizar a adaptação transcultural para o português no contexto brasileiro do módulo 38 on-line DocCom, que versa sobre comunicação para o trabalho em equipe. Método: a tradução e adaptação transcultural foram realizadas por meio de traduções iniciais, síntese das traduções, avaliação e síntese por um comitê de especialistas, análise dos tradutores e retrotradução, pré-teste com enfermeiros e estudantes de graduação em enfermagem, e análise dos tradutores para obtenção do material final. Resultados: na avaliação e síntese do comitê de especialistas da versão traduzida com a versão original, os itens obtiveram concordância superior a 80%. Na análise dos participantes do pré-teste foram sugeridas poucas modificações. A versão final mostrou-se adequada ao contexto proposto e à sua finalidade. Conclusão: acredita-se que, ao disponibilizar essa nova estratégia de ensino-aprendizagem de habilidades e competências da comunicação, para o trabalho em equipe, ela possa ser empregada de forma sistemática em cursos de graduação e pós-graduação da área da saúde, no Brasil, de modo a contribuir para formação dos profissionais e, também, avançar nesse campo.

Aplicando o modelo RE-AIM para a promoção da atividade física em países de baixa e média renda

Applying the RE-AIM conceptual framework for the promotion of physical activity in low- and middle-income countries

Rebecca E. Lee, Karla I. Galavíz, Erica G. Soltero, Jose Rosales Chavez, Edtna Jauregui, Lucie Lévesque, Luis Ortiz Hernández, Juan Lopez y Taylor, Paul A. Estabrooks

Objetivo: o modelo RE-AIM tem sido amplamente utilizado para avaliar a validade interna e externa de intervenções que objetivam promover atividade física, auxiliando a fornecer uma avaliação abrangente do alcance, eficácia, adoção, implementação e manutenção de pesquisas e programas. Apesar deste progresso, o modelo RE-AIM não tem sido amplamente utilizado na América Latina. O objetivo deste artigo é descrever o modelo RE-AIM, o processo e os materiais desenvolvidos para uma oficina de um dia de duração em Guadalajara e a aceitabilidade e satisfação dos participantes que compareceram na oficina. Métodos: durante o período de três meses, palestras e exercícios interativos foram desenvolvidos para uma oficina de um dia sobre o modelo RE-AIM. Resultados: trinta e dois profissionais de saúde (Média de idade=30,6±9,9 anos) participaram da oficina. A maioria dos participantes classificou a oficina como credível (100%), útil (100%) e pretende aplicar o que foi aprendido em investigações atuais ou futuras (95%). Conclusão: os resultados sugerem que o modelo RE-AIM é um recurso intuitivo e fornecem uma estratégia para a apresentação da utilidade e aplicação prática do modelo em cenários práticos no México e na América Latina.

Adaptação transcultural e validação de conteúdo e semântica do Difficult Intravenous Access Score para uso pediátrico no Brasil

Cross-cultural adaptation and content and semantic validation of the Difficult Intravenous Access Score for pediatric use in Brazil

Márcia Helena de Souza Freire, Cristina Arreguy-Sena, Paula Christina de Souza Müller

Objetivo: apresentar a adaptação transcultural e validação de conteúdo e semântica do Difficult Intravenous Access Score para uso corrente no Brasil. Método: pesquisa delineada na adaptação transcultural e validação, estruturada em seis etapas: tradução inicial, síntese das traduções, retrotradução, avaliação da documentação por comitê de juízes especialistas, pré-teste e apresentação da documentação aos juízes especialistas e ao autor do instrumento original. Foram recrutados aleatoriamente 20 profissionais de saúde de uma instituição hospitalar pública do Sul do País, atuantes em pediatria, para avaliar o nível de concordância com as variáveis do instrumento, e, por conveniência, 30 pacientes pediátricos para validação de face do instrumento. Utilizou-se o coeficiente alfa de Cronbach, frequência simples e percentual, testes de Shapiro-Wilk e exato de Fisher, para análise dos dados e mensuração da confiabilidade. Resultados: as etapas da adaptação transcultural foram desenvolvidas com plena clareza das variáveis traduzidas, demonstrando resultados satisfatórios no processo de validação de conteúdo e semântica. Conclusões: o Difficult Intravenous Access Score foi adaptado transculturalmente e validado em seu conteúdo e semântica. Consideram-se necessárias análises de validade clínica externa, da equivalência de mensuração e da reprodutibilidade.

Dimensionamento dos procedimentos dolorosos e intervenções para alívio da dor aguda em prematuros

Dimensioning of painful procedures and interventions for acute pain relief in premature infants

Deise Petean Bonutti, Mariana Firmino Daré, Thaíla Corrêa Castral, Adriana Moraes Leite, Joselaine Aparecida Vici-Maia, Carmen Gracinda Silvan Scochi

Objetivo: dimensionar a exposição de prematuros a procedimentos dolorosos, relacionando a distribuição da exposição aos fatores contextuais, bem como descrever as intervenções, farmacológicas e não farmacológicas, utilizadas pelos profissionais de saúde durante as primeiras duas semanas de internação do prematuro, em duas unidades neonatais. Método: estudo descritivo-exploratório, no qual foram registrados os procedimentos dolorosos e intervenções para alívio da dor em formulário específico no prontuário, pelos profissionais. Resultados: os 89 prematuros tiveram média diária de 5,37 procedimentos dolorosos, sendo essa média de 6,56 na primeira semana de internação e 4,18 na segunda (p<0,0001). Os procedimentos mais frequentes foram as aspirações nasal/oral (35,85%) e traqueal (17,17%). Aqueles em ventilação invasiva foram os mais expostos a procedimentos dolorosos (71,2%). Apenas 44,9% dos procedimentos dolorosos receberam alguma intervenção para o alívio da dor, sendo as mais utilizadas a sacarose (78,21%) e a analgesia contínua (19,82%). Conclusão: constata-se o subtratamento da dor aguda nessas unidades neonatais, recomendando-se maior sensibilização da equipe para o uso efetivo do protocolo existente e a implantação de outras estratégias de transferências de conhecimento, para aprimorar o manejo da dor neonatal.

Avaliação e manejo da dor em recém-nascidos internados em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal: estudo transversal

Assessment and management of pain in newborns hospitalized in a Neonatal Intensive Care Unit: a cross-sectional study

Natália Pinheiro Braga Sposito, Lisabelle Mariano Rossato, Mariana Bueno, Amélia Fumiko Kimura, Taine Costa, Danila Maria Batista Guedes

Objetivo: determinar a frequência de dor e verificar as medidas realizadas para seu alívio durante os sete primeiros dias de internação na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, bem como identificar o tipo e frequência de procedimentos invasivos aos quais os recém-nascidos foram submetidos. Método: estudo retrospectivo transversal. Das 188 internações ocorridas no período estipulado de 12 meses, 171 foram incluídas na pesquisa. Os dados foram coletados a partir dos prontuários e a presença de dor foi analisada tanto com base na escala de dor Neonatal Infant Pain Scale quanto mediante anotação de enfermagem sugestiva de dor. Para análise estatística, utilizou-se o programa Statistical Package for the Social Sciences, adotando-se nível de significância de 5%. Resultados: em 50,3% das internações houve ao menos um registro de dor, conforme escala de dor adotada ou anotação de enfermagem. Os recém-nascidos foram submetidos à média de 6,6 procedimentos invasivos por dia. Apenas 32,5% dos registros de dor resultaram na adoção de condutas farmacológicas ou não farmacológicas para seu alívio. Conclusão: observa-se que os recém-nascidos são frequentemente expostos à dor e a baixa frequência de intervenções farmacológicas ou não farmacológicas reforça o subtratamento dessa condição.

Protótipo de escala informatizada para busca ativa de potenciais doadores de órgãos

Prototype of a computerized scale for the active search for potential organ donors

Érika Fernanda dos Santos Bezerra Ludwig, Marta Cristiane Alves Pereira, Yolanda Dora Évora Martinez, Karina Dal Sasso Mendes, Mariana Angela Rossaneis

Objetivo: desenvolver protótipo de escala informatizada para busca ativa de potenciais doadores de órgãos e tecidos. Método: pesquisa metodológica, com análise de 377 prontuários eletrônicos de pacientes que evoluíram a óbito, por morte encefálica, ou parada cardiorrespiratória, nas unidades de terapia intensiva de hospital terciário. Nos óbitos por parada cardiorrespiratória, buscou-se identificar fatores que indicassem subnotificação de morte encefálica. Nos protocolos, foram aplicados os índices de gravidade Acute Physiology and Chronic Health Evaluation II e Sepsis Related Organ Failure Assessment. A partir disso, construiu-se a escala que foi encaminhada a cinco especialistas, para avaliação de conteúdo, e, posteriormente, foi informatizada por modelo de prototipação. Resultados: foram identificadas 34 subnotificações de morte encefálica nos prontuários dos casos de parada cardiorrespiratória. O teste de Wilcoxon demonstrou diferença estatisticamente significativa entre os escores de admissão em unidade de terapia intensiva e abertura do protocolo de morte encefálica, para ambos os índices de gravidade. Conclusão: o protótipo foi efetivo para identificação de potenciais doadores, bem como o grau de disfunção orgânica de pacientes em morte encefálica.

Binge drinking: padrão associado ao risco de problemas do uso de álcool entre universitários

Binge drinking: a pattern associated with a risk of problems of alcohol use among university students

André Bedendo, André Luiz Monezi Andrade, Emérita Sátiro Opaleye, Ana Regina Noto

Objetivo: avaliar problemas associados ao uso de álcool entre universitários que relataram binge drinking em comparação a estudantes que consumiram álcool sem binge drinking. Método: estudo transversal entre universitários (N=2.408) que acessaram website sobre o uso de álcool. Nas análises estatísticas incluíram-se modelos de regressão logística e linear. Resultados: o uso de álcool, nos últimos três meses, foi relatado por 89,2% dos universitários e 51,6% referiram uso binge. Comparados a estudantes que não praticaram binge, universitários que apresentaram esse padrão tiveram maior chance de relatar todos os problemas avaliados, entre eles: incapacidade de lembrar o que aconteceu (aOR:5,4); problemas acadêmicos (aOR:3,4); agir impulsivamente e se arrepender (aOR:2,9); envolver-se em brigas (aOR:2,6); dirigir após beber (aOR:2,6) e pegar carona com alguém que bebeu (aOR:1,8). Estudantes que consumiram álcool no padrão binge também apresentaram maior pontuação no Alcohol Use Disorders Identification Test (b=4,6; p<0,001), mais consequências negativas (b=1,0; p<0,001) e menos percepção da negatividade das consequências (b=-0,5; p<0,01). Conclusão: a prática de binge drinking esteve associada ao aumento das chances de manifestação de problemas relacionados ao uso de álcool. As conclusões deste estudo não podem ser reproduzidas para toda realidade brasileira.

Elaboração e validação de Lista de Verificação de Segurança na Prescrição de Medicamentos

Elaboration and Validation of the Medication Prescription Safety Checklist

Aline de Oliveira Meireles Pires, Maria Beatriz Guimarães Ferreira, Kleiton Gonçalves do Nascimento, Márcia Marques dos Santos Felix5, Patrícia da Silva Pires, Maria Helena Barbosa

Objetivo: elaborar e validar um instrumento tipo checklist para identificar a adesão às recomendações na estrutura das prescrições de medicamentos, a partir do Protocolo do Ministério da Saúde e Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Método: pesquisa metodológica, conduzida por meio do processo de validade e análise de confiabilidade, com amostra de 27 prescrições eletrônicas. Resultados: análises realizadas confirmaram a validade de conteúdo e a confiabilidade da versão do instrumento. A validade de conteúdo, obtida por meio da avaliação de juízes, foi considerada satisfatória por contemplar itens que representam a adesão às recomendações na estrutura das prescrições de medicamentos. A confiabilidade, avaliada por interobservadores, apresentou-se excelente (ICC=1,00) e de concordância perfeita (K=1,00). Conclusão: o instrumento Lista de Verificação de Segurança na Prescrição de Medicamentos demonstrou-se válido e confiável para o grupo estudado. Espera-se que este estudo possa contribuir para a prevenção de eventos adversos, bem como para a melhoria da qualidade da assistência e segurança no uso de medicamentos.

Desenvolvimento e validação da Escala Axiológica de Hospitalidade para a Humanização da Enfermagem

Development and validation of the Hospitality Axiological Scale for Humanization of Nursing Care

José María Galán González-Serna, Soledad Ferreras-Mencia, Juan Manuel Arribas-Marín

Objetivo: desenvolver e validar uma escala que permita avaliar a atitude dos enfermeiros em termos de hospitalidade, visando a humanização da enfermagem.Participantes: a amostra foi constituída por 499 profissionais e estudantes de enfermagem dos dois últimos anos do curso de graduação em Enfermagem. Método: utilizando-seuma abordagem metodológica, foi desenvolvido e validado um instrumento para avaliar os valores éticos relacionados com a hospitalidade. Subsequentemente, foi formulado um modelo para mediras dimensões que constituem o construto hospitalidade. Resultados: a Escala Axiológica de Hospitalidade mostrou uma consistência interna elevada, com Alfa de Cronbach=0,901. A validação do instrumento de medição foi realizada usando-se métodos de análise fatorial, exploratória e confirmatória, que apresentaram bons índices de qualidade de ajuste. Conclusões: o instrumento desenvolvido apresentou uma validade adequada e uma consistência interna elevada. Com base na consistência de suas propriedades psicométricas, é possível afirmar que a escala proporciona uma medida confiável da hospitalidade. Também foi possível determinar as dimensões ou fontes que a compõem: o respeito, a responsabilidade, a qualidade e o cuidado transpessoal.

Escala de atitudes frente ao álcool versão em espanhol: evidências de validade e confiabilidade

Scale of attitudes toward alcohol - Spanish version: evidences of validity and reliability

Erika Gisseth León Ramírez, Divane de Vargas

Objetivo: validar a Escala de atitudes frente ao álcool, ao alcoolismo e a pessoas com transtornos relacionados ao uso do álcool, versão espanhola. Método: estudo metodológico, realizado com 303 enfermeiros colombianos. Seguindo a teoria clássica, foi aplicada a análise fatorial confirmatória sem exploração preliminar, com base na forte evidência histórica da estrutura fatorial do instrumento original para a validação de construto desta versão em espanhol. Para a avaliação da confiabilidade foram utilizados os coeficientes de Alfa de Cronbach e Ômega de Mc Donald. Resultados: a análise fatorial confirmatória indicou o bom ajuste do modelo da escala na distribuição de quatro fatores, compreendendo 48 itens em sua versão espanhola. Os índices de confiabilidade foram satisfatórios, com ponto de corte observado em 3,2, demonstrando sensibilidade de 66,7%. Conclusões: a Escala de atitudes frente ao álcool, ao alcoolismo e a pessoas com transtornos relacionados ao uso do álcool no idioma espanhol, apresentou qualidades psicométricas robustas, afirmando que se trata de um instrumento com estrutura fatorial e confiabilidade sólidas, capaz de medir com precisão as atitudes dos enfermeiros frente ao fenômeno proposto.

Construção e validação de diagnósticos de enfermagem para pessoas em cuidados paliativos

Construction and validation of nursing diagnoses for people in palliative care

Rudval Souza da Silva, Álvaro Pereira, Maria Miriam Lima da Nóbrega, Fernanda Carneiro Mussi

Objetivo: construir e validar diagnósticos de enfermagem para pessoas em cuidados paliativos, fundamentados no Modelo de Cuidados para Preservação da Dignidade e na Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem. Método: estudo metodológico operacionalizado em duas etapas: 1) construção do banco de termos relevantes, clínica e culturalmente, para a assistência de enfermagem à pessoa em cuidados paliativos e 2) construção de diagnósticos de enfermagem a partir do banco de termos, com base nas diretrizes do Conselho Internacional de Enfermeiros. Resultados: os 262 termos validados constituíram um banco de termos a partir do qual foram desenvolvidos 56 diagnósticos de enfermagem. Desses, 33 foram validados por um grupo de 26 peritos, e classificados nas três categorias do Modelo de Cuidados para Preservação da Dignidade: preocupações relacionadas com a doença (21); repertório de conservação da dignidade (9); inventário da dignidade social (3). Conclusão: dos 33 diagnósticos validados, 18 deles poderão ser incluídos na atualização do Catálogo da Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem - cuidados paliativos para uma morte digna. O estudo contribui para subsidiar o enfermeiro no raciocínio clínico e na tomada de decisão.

Síndromes vinculadas à cultura nos processos migratórios: o caso dos imigrantes bolivianos

Culture-bound syndromes in migratory contexts: the case of Bolivian immigrants

María Teresa Roldán-Chicano, José Fernández-Rufete, César Hueso-Montoro, María del Mar García-López, Javier Rodríguez-Tello, María Dolores Flores-Bienert

Objetivo: descrever as síndromes vinculadas à cultura mantidas pelos imigrantes bolivianos no novo contexto migratório e analisar os processos de cuidado para esses problemas de saúde. Método: projeto de pesquisa de natureza qualitativa e com abordagem metodológica etnográfica. Amostra: 27 imigrantes bolivianos. As estratégias para a coleta de dados foram as entrevistas em profundidade e a observação participativa. Os dados foram classificados e categorizados em esquemas lógicos manualmente e por meio do programa ATLAS-ti v.5. Resultados: o susto, os “wayras”, o amartelo (tristeza), o pasmo de sol, o pasmo de lua e o pasmo de sereno são algumas das síndromes de caráter popular que acometem os imigrantes bolivianos, e que eles tratam no novo contexto migratório. Conclusões: no novo ambiente, as síndromes vinculadas à cultura, comuns em seu país de origem, são mantidas pelo grupo estudado. As formas de cuidado para esses problemas de saúde são adaptadas aos recursos do novo contexto e baseadas em interações com o ambiente doméstico, a biomedicina e a medicina tradicional. Foi constatada a necessidade de que os profissionais de saúde reconheçam que a eficácia de determinadas terapias se dá no âmbito das crenças culturais e não no âmbito da comprovação científica.

Acurácia de um escore pediátrico de alerta precoce no reconhecimento da deterioração clínica

Accuracy of a pediatric early warning score in the recognition of clinical deterioration

Juliana de Oliveira Freitas Miranda, Climene Laura de Camargo, Carlito Lopes Nascimento Sobrinho, Daniel Sales Portela, Alan Monaghan

Objetivo: avaliar a acurácia da versão traduzida e adaptada do Brighton Paediatric Early Warning Score para o contexto brasileiro, no reconhecimento da deterioração clínica. Método: estudo de teste diagnóstico para medir a acurácia do Brighton Paediatric Early Warning Score, para o contexto brasileiro, em relação a um padrão de referência. A amostra foi composta por 271 crianças de 0 a 10 anos, avaliadas de forma cega por uma enfermeira e um médico, especialistas em pediatria, com intervalo de 5 a 10 minutos entre as avaliações, para aplicação do Brighton Paediatric Early Warning Score, para o contexto brasileiro e do padrão de referência. Os dados foram processados e analisados nos programas Statistical Package for the Social Sciences e VassarStats.net. O desempenho do Brighton Paediatric Early Warning Score para o contexto brasileiro foi avaliado por meio dos indicadores de sensibilidade, especificidade, valores preditivos, área sob a curva ROC, razões de probabilidades e probabilidade pós-teste. Resultados: o Brighton Paediatric Early Warning Score para o contexto brasileiro apresentou sensibilidade de 73,9%, especificidade de 95,5%, valor preditivo positivo de 73,3%, valor preditivo negativo de 94,7%, área sob a Receiver Operating Characteristic Curve de 91,9% e a probabilidade pós-teste positivo foi de 80%. Conclusão: o Brighton Paediatric Early Warning Score, para o contexto brasileiro, apresentou bom desempenho, considerado válido para o reconhecimento de sinais de alerta de deterioração clínica das crianças estudadas.

Qualidade de vida e coping religioso-espiritual em pacientes sob cuidados paliativos oncológicos

Quality of life and religious-spiritual coping in palliative cancer care patients

Ticiane Dionizio de Sousa Matos, Silmara Meneguin, Maria de Lourdes da Silva Ferreira, Helio Amante Miot

Objetivos: comparar a qualidade de vida e o coping religioso-espiritual de pacientes em cuidados paliativos oncológicos com um grupo de participantes sadios; avaliar se a percepção de qualidade de vida está associada às estratégias de coping religioso-espiritual; identificar as variáveis clínicas e sociodemográficas relacionadas à qualidade de vida e ao coping religioso-espiritual. Método: estudo transversal, realizado com 96 pacientes de ambulatório de cuidados paliativos, em um hospital público no interior do Estado de São Paulo, e 96 voluntários saudáveis, por meio de questionário utilizando dados sociodemográficos, o McGill Quality of Life Questionnaire e o Coping Religioso-Espiritual-Breve. Resultados: foram entrevistados 192 participantes que apresentaram boa qualidade de vida e alta utilização do Coping Religioso-Espiritual. Houve maior uso de Coping Religioso-Espiritual negativo no Grupo A, assim como menor bem-estar físico, psicológico e de qualidade de vida. Observou-se associação entre escores de qualidade de vida e Coping Religioso-Espiritual (p<0,01) em ambos os grupos. Sexo masculino, religião católica e escore de Coping Regioso-Espiritual-Breve influenciaram, de forma independente, os escores de qualidade de vida (p<0,01). Conclusão: ambos os grupos apresentaram escores altos de qualidade de vida e de Coping Espiritual-Religioso. Participantes do sexo masculino, praticantes de religião católica e com maiores escores de Coping Espiritual-Religioso apresentaram melhor percepção de qualidade de vida, sugerindo que essa estratégia de enfrentamento possa ser estimulada em pacientes sob cuidados paliativos.

Cirurgia segura: validação de checklist pré e pós-operatório

Safe surgery: validation of pre and postoperative checklists

Francine Taporosky Alpendre, Elaine Drehmer de Almeida Cruz, Ana Maria Dyniewicz, Maria de Fátima Mantovani, Ana Elisa Bauer de Camargo e Silva, Gabriela de Souza dos Santos

Objetivo: elaborar, avaliar e validar um checklist de segurança cirúrgica para os períodos pré e pós-operatório de unidades de internação cirúrgica. Método: pesquisa metodológica, realizada em hospital de ensino público de grande porte do Sul do Brasil, com aplicação dos fundamentos do Programa Cirurgias Seguras Salvam Vidas da Organização Mundial da Saúde. O checklist foi aplicado a 16 enfermeiros de oito unidades cirúrgicas, e submetido à validação por meio da técnica Delphi on-line com oito especialistas. Resultados: o instrumento foi validado, obtendo-se ranking médio ≥1, grau de concordância ≥75% e Alfa de Cronbach >0,90. A versão final contemplou 97 indicadores de segurança organizados em seis categorias: identificação, pré-operatório, pós-operatório imediato, pós-operatório mediato, outras complicações cirúrgicas, e alta hospitalar. Conclusão: o Checklist de Segurança Cirúrgica Pré e Pós-Operatório é mais uma estratégia na promoção da segurança do paciente, pois possibilita monitorar sinais e sintomas preditivos de complicações cirúrgicas e detecção precoce de eventos adversos.

Qualidade de vida de pacientes usuários do cateterismo urinário intermitente

Quality of life of patients using intermittent urinary catheterization

Laís Fumincelli, Alessandra Mazzo, José Carlos Amado Martins, Fernando Manuel Dias Henriques, Leonardo Orlandin

Objetivos: mensurar e comparar a qualidade de vida de pacientes com bexiga neurogênica em uso do cateterismo urinário intermitente em processo de reabilitação, no Brasil e em Portugal. Método: estudo multicêntrico, Brasil e Portugal, quantitativo, transversal, observacional-analítico e correlacional. Foram utilizados dois instrumentos de coleta, um questionário de dados sociodemográficos e clínicos e World Health Organization Quality Life-bref. Foram inclusos pacientes maiores de 18 anos, com bexiga urinária neurogênica, e usuários do cateterismo urinário intermitente. Resultados: na amostra de pacientes brasileiros (n = 170) e portugueses (n = 52), respectivamente, a maioria era solteira (87-51,2%; 25-48,1%), com ensino fundamental (47-45,3%; 31-59,6%), aposentada (70-41,2%; 21-40,4%). A lesão medular foi a principal causa do uso do cateter urinário nos dois países. Os pacientes brasileiros apresentaram média de escores mais elevados de qualidade de vida no domínio psicológico (68,9) e menos elevados no domínio físico (58,9). Os pacientes portugueses apresentaram escores mais elevados no domínio psicológico (68,4) e menos no domínio ambiente (59,4). A realização do autocateterismo urinário intermitente foi significativa para os dois países. Conclusões: nos dois países, a qualidade de vida desses pacientes pode ser determinada pela melhora dos sintomas urinários, da independência, autoconfiança, relações sociais e acesso a atividades laborais.

Mudanças nas condições de fragilidade e componentes do fenótipo em idosos após hospitalização

Changes in frailty conditions and phenotype components in elderly after hospitalization

Gianna Fiori Marchiori, Darlene Mara dos Santos Tavares

Objetivo: descrever as mudanças nas condições de fragilidade ao longo de um ano após a alta hospitalar, e verificar as variáveis preditoras da mudança das condições de fragilidade e dos componentes do fenótipo de fragilidade, segundo grupos de piora, melhora e estabilidade. Método: inquérito longitudinal, realizado com 129 idosos. Utilizou-se formulário estruturado para dados socioeconômicos e saúde, escalas (Depressão Geriátrica Abreviada, Katz, Lawton e Brody) e fenótipo de fragilidade, segundo Fried. Procederam-se às análises descritiva e modelo de regressão logística multinomial (p<0,05). Resultados: constatou-se que 56,7% dos idosos mudaram sua condição de não frágeis para pré-frágeis, não ocorrendo mudança dos não frágeis para frágeis. Observou-se o óbito entre idosos frágeis e pré-frágeis. No grupo de piora, o aumento do número de morbidades foi preditor para exaustão e/ou fadiga, enquanto que, no grupo de melhora, o aumento na dependência das atividades instrumentais de vida diária foi preditor para a perda de peso, e a diminuição dos escores do indicativo de depressão para o baixo nível de atividade física. Conclusão: houve maior percentual de mudança na condição de idosos não frágeis para pré-frágeis e as variáveis de saúde foram preditoras apenas para os componentes do fenótipo de fragilidade.

Fatores que influenciam o cuidado de enfermagem omitido em pacientes de um hospital particular

Factors influencing the missed nursing care in patients from a private hospital

Raúl Hernández-Cruz, María Guadalupe Moreno-Monsiváis, Sofía Cheverría-Rivera, Aracely Díaz-Oviedo

Objetivo: determinar os fatores que influenciam o cuidado de enfermagem omitido em pacientes hospitalizados. Método: estudo descritivo correlacional, desenvolvido em um hospital particular do México. Para identificar o cuidado omitido e fatores relacionados, utilizou-se o instrumento MISSCARE, que mede o cuidado omitido e os fatores associados. O cuidado omitido e os fatores foram agrupados em índices globais e por dimensões. Para fins de análise, foi utilizada estatística descritiva, correlação de Spearman e regressão linear simples. O estudo recebeu aprovação de comité de ética. Resultados: participaram 71 enfermeiras dos serviços de urgências, terapia intensiva e hospitalização. O índice global de cuidado omitido mostrou um coeficiente M=7,45 (DE=10,74); o índice com maior cuidado omitido correspondeu à dimensão de intervenções de cuidado básico (M=13,02, DE=17,60). O principal fator que contribuiu ao cuidado omitido foi o de recursos humanos (M=56,13, DE=21,38). Os fatores relacionados ao cuidado omitido foram os recursos humanos (rs=0,408, p<0,001) e comunicação (rs=0,418, p<0,001). Conclusões: o cuidado omitido de enfermagem atribui-se principalmente ao fator de recursos humanos; com base nos resultados deste estudo pode-se fortalecer a continuidade do cuidado de enfermagem.

Etiquetas diagnósticas da NANDA-I em uma área se serviços de saúde no sul da Espanha

Diagnostic labels of NANDA-I in a southern region of Spain

Rafael González-Rodríguez, María de los Ángeles Martelo-Baro, Pilar Bas-Sarmiento

Objetivo: determinar a incidência das etiquetas diagnósticas da NANDA-I (North American Nursing Diagnosis Association - International) e estabelecer a distribuição dos episódios assistenciais e de suas respectivas etiquetas em função de variáveis sociodemográficas (idade e sexo). Método: estudo epidemiológico descritivo, de corte transversal, das etiquetas da NANDA-I, de desenho ecológico. A distribuição das etiquetas segundo sexo e idade foi analisada; as frequências correspondentes foram calculadas e as taxas de incidência com dados agregados para os episódios assistenciais por etiqueta foram computadas. Resultados: o número total de episódios assistenciais do estudo foi de 9.928 (41,65% homens e 58,35% mulheres). As etiquetas identificadas nesses episódios foram 16.456 (7.084 de homens e 9.372 de mulheres), com uma média de 1,7 etiquetas por episódio; das 216 etiquetas propostas pela NANDA-I, na sua classificação 2012-14, foram utilizadas 152, o que representou 70,4%. As etiquetas com maiores taxas de incidência por mil habitantes foram: Ansiedade, Disposição para melhorar os conhecimentos e Risco de infecção. Conclusões: o estudo permitiu detectar, por meio da NANDA-I, as respostas aos problemas de saúde de maior incidência nos usuários atendidos.

Características dos profissionais de enfermagem e a prática de ações ecologicamente sustentáveis nos processos de medicação

Characteristics of nursing professionals and the practice of ecologically sustainable actions in the medication processes

Patricia de Oliveira Furukawa, Isabel Cristina Kowal Olm Cunha, Mavilde da Luz Gonçalves Pedreira, Patricia Beryl Marck

Objetivos: verificar a correlação entre as características dos profissionais e a prática de ações sustentáveis nos processos de medicação em uma UTI e determinar se intervenções como treinamento e conscientização podem promover a prática de ações sustentáveis realizadas pela equipe de enfermagem no hospital. Métodos: estudo antes e depois usando a metodologia Lean Seis Sigma aplicada em uma unidade de terapia intensiva. A equipe de enfermagem foi observada referente à prática de ações ecologicamente sustentáveis durante os processos de medicação (n = 324 casos de cada grupo (pré e pós-intervenções)) por meio de um instrumento de coleta de dados. Os processos analisados envolveram 99 professionais na fase de pré-intervenção e 97 na fase de pós-intervenção. Os dados foram analisados quantitativamente e a associação das variáveis foi realizada por meio de estatística inferencial, de acordo com a natureza das variáveis relacionadas. Resultados: o nível de escolaridade foi a única característica que se mostrou relevante para o aumento de práticas sustentáveis com diferença estatisticamente significativa (p = 0,002). No comparativo antes e após as intervenções, houve um aumento das ações ecologicamente corretas com diferença estatisticamente significante (p=0,001). Conclusões: os resultados sugerem que as instituições devem estimular e investir na educação formal, assim como no treinamento dos profissionais de saúde para a promoção de práticas sustentáveis nos hospitais.

Financiamento:CNPqSIBi

Contato

Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP
Revista Latino-Americana de Enfermagem
Av. Bandeirantes, 3900 - Vila Monte Alegre
CEP: 14040-902 - Ribeirão Preto, SP, Brasil

Telefone: +55 (16) 3315-3451, +55 (16) 3315-4407
E-mail: rlae@eerp.usp.br