JCR: 0,634; SJR: 0,396; H Index Scopus: 26; Qualis na área de Enfermagem: A1

ISSN: 1518-8345

  • USP
  • Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP
  • Who Collaborating Centre

Número: V20N5

Artigos Originais

Quedas em idosos e sua relação com a capacidade funcional

Accidental falls in the elderly and their relation with functional capacity

Jack Roberto Silva Fhon; Suzele Cristina Coelho Fabrício-Wehbe; Thais Ramos Pereira Vendruscolo; Renata Stackfleth; Sueli Marques; Rosalina Aparecida Partezani Rodrigues

OBJETIVO: determinar a prevalência de quedas em idosos e sua relação com a capacidade funcional. MÉTODO: trata-se de estudo epidemiológico transversal de base populacional, com uma amostra por conglomerado de duplo estágio de 240 sujeitos, com idade acima de 60 anos, de ambos os sexos, residentes em Ribeirão Preto, SP. Os dados foram coletados entre novembro de 2010 e fevereiro de 2011 e utilizaram-se os questionários: perfil social, avaliação de quedas, Medida de Independência Funcional e Escala de Lawton e Brody. Foi adotado o nível de significância de 0,05. Para a identificação da ocorrência das quedas e sua relação com a capacidade funcional, foram utilizadas razão de prevalência e de chances de prevalência e regressão logística múltipla. RESULTADOS: a média de idade foi de 73,5 anos (±8,4), 25% com 80 anos ou mais, predomínio do sexo feminino; 48,8% estudaram de 1 a 4 anos. Média de 1,33 quedas (±0,472); com maior prevalência em mulheres e idosos mais jovens; o local mais frequente foi o quintal e o banheiro. Houve forte correlação entre o nível de independência funcional e as atividades instrumentais com a idade, e não houve relação entre os idosos que sofreram queda e as variáveis sexo e idade. CONCLUSÃO: houve predomínio de mulheres que sofreram quedas relacionadas à independência funcional, podendo-se prevenir com estratégias de promoção à saúde ao idoso, política essa para oferecer condição de vida à pessoa no processo de envelhecer.

Aplicabilidade da auriculoterapia para reduzir estresse e como estratégia de coping em profissionais de enfermagem

Applicability of auriculotherapy in reducing stress and as a coping strategy in nursing professionals

Leonice Fumiko Sato Kurebayashi; Juliana Rizzo Gnatta; Talita Pavarini Borges; Maria Júlia Paes da Silva

OBJETIVOS: trata-se de ensaio clínico randomizado com o objetivo de avaliar a auriculoterapia, para diminuição de níveis de estresse, em 75 profissionais de enfermagem de um hospital e analisar os principais domínios de coping que se modificaram após o tratamento. METODOLOGIA: os sujeitos foram divididos em grupos (controle, agulhas, sementes), receberam 8 sessões nos pontos Shenmen, rim e tronco cerebral. O grupo controle não recebeu nenhuma intervenção. RESULTADOS: constataram-se diferenças significativas pela ANOVA, para níveis de estresse entre o grupo agulha/controle na terceira e quarta avaliações, segundo escores de estresse da Lista de Sintoma de Stress de Vasconcelos. Para o Inventário de Folkman e Lazarus, obteve-se diferença estatística para o domínio afastamento entre os grupos agulha/controle, após tratamento; e, na análise dentro do mesmo grupo, obtiveram-se diferenças significativas para o domínio confronto, na quarta avaliação entre grupos agulha/controle e para suporte social, na terceira avaliação para os grupos agulha/semente. CONCLUSÕES: a auriculoterapia com agulhas diminuiu os níveis de estresse significativamente e houve diminuição da utilização dos domínios afastamento, confronto e suporte social para os grupos de intervenção, após o tratamento, sugerindo que a auriculoterapia tanto com agulhas quanto com sementes pode produzir impacto positivo para melhorar a estratégia de coping na equipe de enfermagem. Mais estudos, porém, fazem-se necessários para que se possa conhecer o alcance da técnica.

A violência no cotidiano da prostituição: invisibilidades e ambiguidades

The violence in everyday of prostitution of women: invisibility and ambiguities

Isabel Cristina Cavalcante Carvalho Moreira; Claudete Ferreira de Souza Monteiro

OBJETIVO: desvelar o sentido da violência no cotidiano da prostituição feminina. MÉTODO: utilizou-se abordagem fenomenológica de Martin Heidegger. A pesquisa foi realizada em Teresina, Piauí, Brasil, com 11 mulheres, membros da Associação das Prostitutas do Piauí. Os dados foram produzidos por meio da entrevista aberta, conduzida por um roteiro com perguntas acerca da vivência como prostituta e sua relação com a violência. RESULTADOS: os relatos evidenciaram ser a prostituição uma atividade de risco, na qual a violência de gênero é um fenômeno presente. Nesse mundo relacional, prostituição e violência se entrelaçam em face de negociações estabelecidas entre a mulher e o homem, com contratos formalizados às escuras, verbalmente, sem testemunhas e cujo objeto de contrato é a própria mulher, com a finalidade de proporcionar prazer sexual ao contratante. Por meio da análise interpretativa, foi possível compreender que o vivido da violência leva a mulher a permanecer nesse cotidiano no qual estão presentes o temor, a inautenticidade e a ambiguidade. CONCLUSÕES: o vivido da violência desvela relações de dominação e afirmação do poder masculino, manifestadas por violência física, psicológica, moral e sexual. O estudo avança no conhecimento científico, ao mostrar que a violência contra a mulher, em situação de prostituição, precisa ser compreendida como processo factual, assim como pelo sofrimento vivido por ela.

Adaptação transcultural e validação da European Heart Failure Self-care Behavior Scale para o português do Brasil

Cross-cultural adaptation and validation of the European Heart Failure Self-care Behavior Scale for Brazilian Portuguese

Maria Karolina Feijó; Christiane Wahast Ávila; Emiliane Nogueira de Souza; Tiny Jaarsma; Eneida Rejane Rabelo

OBJETIVO: adaptar e validar a European Heart Failure Self-Care Behavior Scale para uso na língua portuguesa do Brasil. MÉTODOS: o processo de adaptação cultural (tradução, síntese, retrotradução, revisão por comitê de especialistas e pré-teste) e validação (validade de face, de conteúdo e fidedignidade) foi realizado de acordo com a literatura. A European Heart Failure Self-Care Behavior Scale avalia os componentes-chave para o autocuidado: reconhecimento dos sinais e sintomas de descompensação da insuficiência cardíaca (IC) e a tomada de decisão na ocorrência desses sintomas. É composta por 12 questões (variando de 12-60, baixos escores indicam melhor autocuidado). RESULTADOS: foram incluídos 124 pacientes com IC com idade de 62,3±12 anos. A consistência interna das questões apresentou um alfa de Cronbach de 0,70 e a reprodutibilidade avaliada pelo coeficiente de correlação intraclasse foi de 0,87. CONCLUSÃO: a validade de face, de conteúdo, a consistência interna e a reprodutibilidade conferiram validade e fidedignidade ao instrumento para uso no Brasil.

Avaliação da vulnerabilidade de famílias assistidas na Atenção Básica

Evaluation of the vulnerability of families assisted in Primary Care in Brazil

Tharsila Martins Rios da Silva; Márcia Regina Martins Alvarenga; Maria Amélia de Campos Oliveira

OBJETIVO: caracterizar o perfil de famílias da área de abrangência de uma Unidade Básica de Saúde e identificar aquelas em situação de vulnerabilidade. MÉTODO: trata-se de um estudo epidemiológico observacional, transversal e quantitativo. Foram realizadas 320 visitas domiciliárias, definidas por uma amostra aleatória das áreas de abrangência do Posto Urbano-1, em São Sebastião, DF. Para coleta de dados, utilizou-se um questionário estruturado, elaborado a partir do Índice de Desenvolvimento da Família (IDF). RESULTADOS: os resultados revelaram famílias jovens, com predomínio do sexo feminino e escolaridade baixa. O IDF permitiu identificar famílias em situação de vulnerabilidade grave e muito grave. As dimensões mais críticas foram: "acesso ao conhecimento" e "acesso ao trabalho". CONCLUSÃO: por meio deste o estudo sinalizou-se a importância de maiores investimentos na área da educação, trabalho e renda, e destacou-se a necessidade da utilização do conceito ampliado de vulnerabilidade pelos serviços de saúde.

Burnout e os aspectos laborais na equipe de enfermagem de dois hospitais de médio porte

Burnout and labour aspects in the nursing teams at two medium-sized hospitals

Flávia Maria de França; Rogério Ferrari; Diana Carla Ferrari; Elioenai Dornelles Alves

OBJETIVO: identificar a incidência da Síndrome de Burnout (SB) e avaliar sua relação com os aspectos laborais, em profissionais de enfermagem de dois hospitais de médio porte de Cáceres, MT. MÉTODO: trata-se de estudo descritivo, transversal, com amostra de 141 sujeitos. Como instrumento de pesquisa utilizou-se um questionário para o delineamento dos aspectos laborais, acrescido do Maslach Burnout Inventory (MBI). RESULTADOS: dos 141 profissionais, 13 apresentaram SB, segundo o MBI. Em relação aos aspectos laborais, os profissionais mais acometidos foram aqueles com regime de trabalho diarista, 30 horas semanais de serviço, contratado, duplo emprego, menor tempo de formação, pouco tempo na unidade e atuantes no setor administrativo. CONCLUSÕES: logo, demonstrou-se a presença da SB na amostra, revelando necessidade de se propor mudanças organizacionais no ambiente de trabalho, a fim de diminuir a interferência desses fatores na saúde do trabalhador.

Aspiração endotraqueal em pacientes adultos com via aérea artificial: revisão sistemática

Endotracheal suction in intubated critically ill adult patients undergoing mechanical ventilation: a systematic review

Débora Oliveira Favretto; Renata Cristina de Campos Pereira Silveira; Silvia Rita Marin da Silva Canini; Livia Maria Garbin; Fernanda Titareli Merízio Martins; Maria Célia Barcellos Dalri

OBJETIVO: identificar e analisar evidências oriundas de ensaios clínicos controlados e randomizados sobre os cuidados relacionados à aspiração de secreções endotraqueais em pacientes adultos, em estado crítico, intubados e sob ventilação mecânica. MÉTODO: a busca foi realizada nas bases de dados Pubmed, Embase, Central, Cinahl e Lilacs. Das 631 referências encontradas, 17 estudos foram selecionados. RESULTADOS: identificaram-se evidências quanto a seis categorias de intervenções relacionadas à aspiração endotraqueal, as quais foram analisadas segundo desfechos referentes a alterações hemodinâmicas e dos gases sanguíneos, colonização microbiana, infecção nosocomial, dentre outros. RESULTADOS: as evidências obtidas são relevantes para a prática da aspiração endotraqueal, entretanto, os riscos de viés dos estudos selecionados comprometem a sua confiabilidade.

Sobrecarga e modificações de vida na perspectiva dos cuidadores de pacientes com acidente vascular cerebral

Burden and modifications in life from the perspective of caregivers for patients after stroke

Huana Carolina Cândido Morais; Arethusa Morais de Gouveia Soares; Ana Railka de Souza Oliveira; Carolina Maria de Lima Carvalho; Maria Josefina da Silva; Thelma Leite de Araujo

OBJETIVO: analisar o impacto do cuidar para o cuidador familiar de paciente após acidente vascular cerebral (AVC), correlacionando modificações de vida e sofrimento psíquico com a sobrecarga percebida. MÉTODO: estudo transversal, quantitativo, realizado de janeiro a abril de 2010, em Fortaleza, Ceará, Brasil. RESULTADO: investigaram-se 61 indivíduos, acompanhados pelo Programa de Atendimento Domiciliar (PAD), de três hospitais. A coleta dos dados ocorreu mediante entrevista para identificar modificações de vida, e com a aplicação de três escalas para investigar sobrecarga percebida, estado mental e sofrimento psíquico. São elas, respectivamente: Caregiver Burden Scale (CBS), Miniexame do Estado Mental (MEEM) e Self Reported Questionnaire (SRQ). Os cuidadores, na sua maioria, eram do sexo feminino, casados(as) e filho(as) dos pacientes após AVC. A média de idade era de 48,2 anos (±12,4). As modificações de vida mais citadas foram referentes à rotina diária, às atividades de lazer e esgotamento ou cansaço. Quanto à sobrecarga, destacaram-se as dimensões tensão geral, isolamento e decepção. Verificou-se maior sobrecarga quanto mais sintomas de sofrimento psíquico o cuidador apresentasse, na ausência de cuidador secundário e quando os cuidadores principais relataram perceber modificação no corpo e na saúde. CONCLUSÃO: não foi observada associação da sobrecarga com o estado mental do cuidador. Entender a conjuntura do cuidado, mediante análise da sobrecarga de trabalho, e do conhecimento da situação biopsicossocial fornecerá subsídios para a atuação do enfermeiro para reduzir a carga gerada para os cuidadores familiares.

Estresse psicossocial e distúrbios psíquicos menores em agentes socioeducadores

Psychosocial stress and minor psychiatric disorders among Agentes Socioeducadores

Patrícia Bitencourt Toscani Greco; Tânia Solange Bosi de Souza Magnago; Luis Felipe Dias Lopes; Andrea Prochnow; Juliana Petri Tavares; Natieli Cavalheiro Viero

OBJETIVO: verificar a associação entre estresse psicossocial e a ocorrência de Distúrbios Psíquicos Menores em agentes socioeducadores. MÉTODO: estudo transversal com 381 agentes socioeducadores dos Centros de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Sul, em 2011. Utilizaram-se as versões brasileiras da escala de demanda-controle-apoio social no trabalho e do Self-Reporting Questionnaire 20 (SRQ-20). RESULTADOS: a prevalência de distúrbio psíquico menor foi de 50,1%. As chances de ser classificado com tal distúrbio foram maiores no quadrante trabalho em alta exigência (OR=2,05; IC95%=1,03-4,09) e trabalho ativo (OR=1,99; IC95%=1,09-3,63), quando comparados ao de baixa exigência, após ajuste por potenciais fatores de confusão. CONCLUSÃO: há associação positiva entre estresse psicossocial (alta exigência e trabalho ativo) e distúrbios psíquicos menores em agentes socioeducadores. Faz-se necessário o planejamento de ações de promoção à saúde, a fim de prevenir o adoecimento mental desses trabalhadores.

Mapeamento de metas de enfermagem de uma Unidade de Terapia Intensiva por meio da Classificação de Resultados de Enfermagem

Mapping nursing goals of an Intensive Care Unit to the Nursing Outcomes Classification

Tânia Couto Machado Chianca; Patrícia de Oliveira Salgado; Juliana Peixoto Albuquerque; Camila Claudia Campos; Meire Chucre Tannure; Flávia Falci Ercole

OBJETIVO: analisar se metas formuladas, a partir de diagnósticos de enfermagem, podem ser mapeadas por meio de resultados e identificar escalas apropriadas aos resultados mapeados. MÉTODO: estudo descritivo, realizado em unidade de terapia intensiva. A coleta envolveu extração das metas registradas em 44 prontuários, normalização de conteúdo, mapeamento de resultados, identificação das escalas apropriadas e validação. Análise descritiva e de concordância com o processo de mapeamento foram procedidas. RESULTADOS: metas de enfermagem (59) foram mapeadas por diferentes resultados (28), com concordância de 83% no processo de mapeamento. Todas as metas foram mapeadas através de resultados, o que permite afirmar que esses contemplam as metas elaboradas para os pacientes cuidados. CONCLUSÃO: os achados favorecem a inclusão de resultados e escalas nas etapas de planejamento e avaliação em um software com o processo de enfermagem em construção.

Uso do processo de enfermagem nos serviços públicos e privados de um distrito de saúde

Use of the nursing process at public and private centers in a health area

Joseba Xabier Huitzi-Egilegor; Maria Isabel Elorza-Puyadena; Jose Maria Urkia-Etxabe; Jaime Zubero-Linaza; Xabier Zupiria-Gorostidi

OBJETIVO: analisar se a metodologia do processo de enfermagem é utilizada nos serviços públicos e privados do distrito de saúde de Gipuzkoa (País Basco) e, caso seja, analisar sob qual modelo de enfermagem e de que maneira é utilizada. MÉTODO: estudo transversal, baseado na análise dos registros de enfermagem usados pelos 158 serviços estudados. RESULTADOS: o processo de enfermagem aplica-se em 98% dos serviços estudados. É aplicado em todos os serviços públicos e em 18 dos 21 serviços privados. O modelo de Virginia Henderson é o mais utilizado para aplicá-lo, e o uso dos diagnósticos de enfermagem, da terminologia NOC-NIC e dos protocolos de cuidados padronizados é majoritário. CONCLUSÃO: conclui-se que o uso do processo de enfermagem está disseminado em Gipuzkoa, e que seu uso é maior nos serviços públicos do que nos privados.

Evolução clinica de pacientes internados em decorrência do primeiro episódio da Síndrome Coronariana Aguda

Clinical evolution of patients hospitalized due to the first episode of Acute Coronary Syndrome

Gislaine Pinn Gil; Carina Aparecida Marosti Dessotte; André Schmidt; Lídia Aparecida Rossi; Rosana Aparecida Spadoti Dantas

OBJETIVO: avaliar a evolução clínica de pacientes internados pelo primeiro episódio da síndrome coronariana aguda (SCA), segundo sua manifestação clínica. MÉTODOS: foram coletados dados de 234 pacientes internados entre maio de 2006 e julho de 2009, em decorrência do primeiro episódio de uma SCA, mediante consultas aos prontuários. RESULTADOS: a maioria (59,8%) foi internada devido ao infarto agudo do miocárdio (IAM). No grupo com IAM, 19,3% apresentaram complicações e 12,8% no grupo com angina instável (AI) (p=0,19). A realização de angioplastia foi maior entre os pacientes com IAM do que com AI (p=0,02) e a cirurgia de revascularização foi mais realizada entre os pacientes com AI (p=0,03). A maioria (227 - 97%) sobreviveu ao evento coronariano. Entre os sete pacientes que morreram na internação, quatro tinham IAM (2,9%) e três AI (3,2%). CONCLUSÕES: houve maior número de complicações entre os infartados e a realização de revascularização do miocárdio foi diferente nos dois grupos.

Custos das atividades de enfermagem realizadas com maior frequência em pacientes de alta dependência

Costs of most frequent nursing activities in highly dependent hospitalized patients

Antônio Fernandes Costa Lima; Valéria Castilho; Fernanda Maria Togeiro Fugulin; Belisa Silva; Natália Siqueira Ramin; Talita de Oliveira Melo

Este estudo quantitativo objetivou identificar os custos das atividades de enfermagem realizadas com maior frequência em pacientes de alta dependência, hospitalizados em uma unidade de clínica médica. A amostra de conveniência, não probabilística, correspondeu a 607 observações referentes às atividades alimentação via oral (VO), verificação da pressão arterial (PA) / frequência cardíaca (FC), verificação da temperatura corporal (TC), realização de higiene íntima e administração de dieta via sonda. Os custos identificados corresponderam a R$2,40 (dp±2,64) para alimentação VO; R$1,26 (dp±0,48) para verificação da PA/FC; R$1,17 (dp±0,46) para verificação da TC; R$15,59 (dp±8,62) para realização da higiene íntima e R$5,95 (dp±2,13) para administração de dieta via sonda. Este estudo auxiliará o gerenciamento de custos, visando evitar desperdícios relativos ao consumo desnecessário de recursos, bem como o estabelecimento de correlação entre os custos e os resultados da assistência prestada.

Reconhecendo o estresse

Identifying stress

Antonia Regina Ferreira Furegato

Diagnósticos de enfermagem relacionados à pele: definições operacionais

Nursing diagnoses related to skin: operational definitions

Maria Andréia Silva Ribeiro; Julieth Santana Silva Lages; Maria Helena Baena Moraes Lopes

OBJETIVO: validar as definições operacionais das características definidoras e fatores de risco dos três diagnósticos de enfermagem, relacionados à pele, da NANDA International (NANDA-I), e revisar as definições desses diagnósticos. MÉTODO: validação de conteúdo de diagnóstico de enfermagem. Identificaram-se 146 características definidoras e fatores de risco na literatura, nas bases de dados nacionais e internacionais. Em seguida, realizou-se a validação de conteúdo das definições desses diagnósticos, apresentadas pela NANDA-I e das definições operacionais, elaboradas pelas pesquisadoras, das características definidoras e fatores de risco, por seis enfermeiras peritas, quanto à pertinência, clareza e abrangência. RESULTADOS: das 146 características definidoras e fatores de risco, 22 foram considerados redundantes e excluídos. Os peritos propuseram mudar a definição dos diagnósticos de Integridade Tissular Prejudicada e Risco de Integridade da Pele Prejudicada. Foi possível identificar várias características definidoras e fatores de risco que não estão presentes na taxonomia da NANDA-I, mas que foram apontados pela literatura. CONCLUSÃO: o processo atingiu o objetivo de produzir definições operacionais válidas para características definidoras e fatores de risco, o que permitirá realizar estudos de validação desses diagnósticos. A contribuição do estudo para o avanço do conhecimento científico consiste em apresentar definições operacionais mais claras desses diagnósticos e número maior de características definidoras e fatores de risco que poderão contribuir para que os enfermeiros identifiquem e se utilizem dos mesmos com maior acurácia na prática clínica.

As práticas de enfermagem em um ambulatório na perspectiva da integralidade

Nursing care practices at an outpatient care center from an integrative perspective

Ione Carvalho Pinto; Carla Santa Maria Marciliano; Fabiana Costa Machado Zacharias; Ana Paula Neroni Stina; Ivana Astolphi Gandra Passeri; Alexandre Favero Bulgarelli

OBJETIVO: analisar as práticas de enfermagem em um Ambulatório de Especialidades, na perspectiva da integralidade das ações em saúde. MÉTODO: foram realizadas entrevistas com 24 profissionais de enfermagem. Para análise dos dados, utilizou-se a Análise de Conteúdo, chegando aos temas: o dimensionamento e comprometimento com o Serviço de Saúde; atividades e as práticas da equipe de enfermagem. RESULTADOS: em relação ao dimensionamento, foi revelado que a equipe é insuficiente, comprometendo a assistência de qualidade, resultando em sobrecarga e descontentamento dos profissionais, contudo, mostraram-se satisfeitos com as tarefas praticadas no cotidiano, relacionando a integralidade ao cuidado individual, percebida pelos profissionais como essencial e, usualmente, praticada no seu cotidiano. CONCLUSÃO: considera-se que a equipe de enfermagem tem potencialidade e comprometimento para desenvolver sua prática articulada ao princípio da integralidade, atendendo as necessidades de saúde da população com qualidade de assistência.

Qualidade de vida de pessoas em hemodiálise crônica: relação com variáveis sociodemográficas, médico-clínicas e de laboratório

Quality of life in people with chronic hemodialysis: association with sociodemographic, medical-clinical and laboratory variables

Verónica Guerra-Guerrero; Olivia Sanhueza-Alvarado; Mirtha Cáceres-Espina

OBJETIVO: determinar a qualidade de vida de pessoas em hemodiálise crônica e sua relação com variáveis sociodemográficas, médico-clínicas e de laboratório. MÉTODO: estudo exploratório, descritivo, transacional com amostragem de probabilidade estratificada. Qualidade de vida foi avaliada mediante o instrumento KDQOL-36TM. Os dados foram analisados com o programa estatístico SPSS. RESULTADOS: 354 pessoas em hemodiálise crônica apresentaram pontuações baixas na maioria das dimensões de qualidade de vida, principalmente carga da doença, componente físico e mental. Foram encontradas associações com idade, sexo, escolaridade, renda, tempo em diálise, etiologia da doença, cigarro, hospitalizações, quantidade de remédios, albumina, creatina e transplantes. Os resultados revelam múltiplos fatores relacionados à qualidade de vida. CONCLUSÃO: existe a necessidade de se investigar outros aspectos que permitam enfocar e otimizar o cuidado da enfermagem dirigido a essas pessoas.

O enfermeiro e o cuidado à mulher idosa: abordagem da fenomenologia social

Nurses and care delivery to elderly women: a social phenomenological approach

Sebastião Caldeira; Miriam Aparecida Barbosa Merighi; Luz Angelica Muñoz; Maria Cristina Pinto de Jesus; Selisvane Ribeiro da Fonseca Domingos; Deíse Moura de Oliveira

OBJETIVO: compreender a ação de cuidar da mulher idosa, sob a perspectiva do enfermeiro. MÉTODO: estudo fenomenológico, com dez enfermeiros que atuam em Unidades de Atenção Primária à Saúde, entrevistados entre setembro de 2010 e janeiro de 2011. RESULTADOS: o enfermeiro considera, para a realização do cuidado, a bagagem de conhecimentos e a situação biográfica da mulher idosa e valoriza a participação da família como mediadora do cuidado. Esse profissional possui acuidade para captar as demandas específicas da idosa, contudo, depara-se com dificuldades para cuidar dessa clientela. Espera realizar um cuidado qualificado para essas mulheres. CONCLUSÃO: a abordagem teórico-metodológica da fenomenologia social permitiu develar que o enfermeiro projeta o cuidado qualificado à mulher idosa como uma possibilidade no contexto em que está inserto. Tal perspectiva de cuidado inclui a participação de diversos atores sociais e setores da saúde, pressupondo investimento coletivo em estratégias de ação e formação profissional, consoantes às particularidades e necessidades de cuidado da mulher idosa, identificadas pelo enfermeiro.

Planos de ação e de enfrentamento de obstáculos relacionados ao comportamento de adesão à terapia medicamentosa em coronariopatas

Action and coping plans related to the behavior of adherence to drug therapy among coronary heart disease outpatients

Laura Bacelar de Araujo Lourenço; Roberta Cunha Matheus Rodrigues; Thaís Moreira Spana; Maria Cecília Bueno Jayme Gallani; Marilia Estevam Cornélio

OBJETIVO: analisar os planos de ação e de enfrentamento de obstáculos, relacionados ao comportamento de adesão à terapia medicamentosa, elaborados por pacientes coronariopatas, em seguimento ambulatorial, e identificar as barreiras percebidas para adoção desse comportamento. MÉTODO: os participantes (n=59) foram convidados a elaborar planos de ação (action planning) e de enfrentamento de obstáculos (coping planning) para o comportamento de adesão aos medicamentos cardioprotetores e de alívio dos sintomas. RESULTADOS: foram evidenciados planos de ação específicos para a tomada dos medicamentos que associaram o comportamento a marcadores temporais e ao ciclo vigília/sono. Os obstáculos mais frequentemente relatados foram o esquecimento e a ausência de rotina nas atividades de vida diária. Os planos de enfrentamento, elaborados para superar o esquecimento, foram os mais específicos. CONCLUSÃO: os achados deste estudo subsidiam a aplicação da implementação da intenção para otimizar a adesão de coronariopatas à terapia medicamentosa.

Sistema de cuidado de enfermagem na perspectiva luhmanniana

The nursing care system from a Luhmannian perspective

Dirce Stein Backes; Marli Stein Backes; Camila Biazus Dalcin; Alacoque Lorenzini Erdmann

OBJETIVO: conhecer a comunicação socialmente relevante do sistema de enfermagem sob a perspectiva luhmanniana. MÉTODO: o processo de investigação foi baseado na teoria fundamentada nos dados. Os dados foram coletados entre fevereiro e setembro de 2011, por meio de entrevistas realizadas com enfermeiros e estudantes de enfermagem de uma universidade do Sul do Brasil. RESULTADOS: o fenômeno central - reconhecendo o cuidado de enfermagem como um fenômeno abrangente, interativo e associativo resultou do entrelaçamento de três categorias: apreendendo o contexto de cuidado como um todo, organizando o ambiente para os outros profissionais e visibilizando o cuidado interativo e associativo. CONCLUSÃO: apostar em uma comunicação socialmente relevante para a enfermagem implica o desenvolvimento de um código de diferenciação funcional, que potencialize a promoção da saúde e o viver saudável de indivíduos, famílias e comunidades.

Queixas de sono entre idosos brasileiros de municípios com diferentes índices de desenvolvimento humano

Sleep complaints among Brazilian senior citizens from municipalities with different Human Development Indices

Ariene Angelini dos Santos; Maria Filomena Ceolim; Anita Liberalesso Neri

OBJETIVO: comparar a ocorrência de queixas de sono em idosos residentes na comunidade de dois municípios com diferentes índices de desenvolvimento humano (IDH): Campinas, SP, (IDH=0,852) e Parnaíba, PI, (IDH=0,674). MÉTODO: estudo descritivo, parte integrante do projeto multicêntrico Fragilidade em Idosos Brasileiros (Fibra). Foram avaliados 988 idosos, utilizando-se questionário sociodemográfico, questões sobre queixas de sono (Perfil de Saúde de Nottingham); questões sobre cochilo (Minnesota Leisure Activity Questionnaire). Os testes qui-quadrado e Mann-Whitney foram utilizados na análise de dados, com nível de significância de 5% (p<0,05). RESULTADOS: os idosos de Parnaíba apresentaram maiores porcentagens de queixas de sono se comparados aos idosos de Campinas. Houve associação significativa entre município e número de queixas de sono, sono não restaurador, despertar precoce, dificuldade para manter e para iniciar o sono. CONCLUSÃO: os enfermeiros devem intervir na promoção da saúde com ações que minimizem ou previnam esses problemas relativos ao sono.

Alterações corporais: terapia antirretroviral e síndrome da lipodistrofia em pessoas vivendo com HIV/AIDS

Body changes: antiretroviral therapy and lipodystrophy syndrome in people living with HIV/aids

Luciana Castelar Tsuda; Mariana Machado da Silva; Alcyone Artioli Machado; Ana Paula Morais Fernandes

OBJETIVO: identificar os diferentes tipos de alterações morfológicas da síndrome da lipodistrofia (SL) em pacientes dos atendimentos ambulatoriais e relacioná-las ao esquema terapêutico utilizado. MÉTODO: estudo transversal, para o qual foram recrutados 60 pacientes com HIV e SL e 79 sem a SL, que consentiram entrevista e coleta de dados em prontuário. RESULTADOS: a região mais acometida pela lipoatrofia foi a face; pela lipo-hipertrofia o abdome e pela forma mista as alterações em abdome, face, membros superiores e inferiores. CONCLUSÃO: dentre os esquemas terapêuticos, o composto pela zidovudina, lamivudina e efavirenz pareceu proteger contra a SL. A enfermagem pode atuar na identificação precoce das alterações, além de fornecer orientações e apoio aos pacientes acometidos pelas mudanças na imagem corporal.

Efeitos de um programa psicoeducativo no controle da dor crônica

Effects of a psychoeducational program for chronic pain management

Marina de Góes Salvetti; Andrea Cobelo; Patricia de Moura Vernalha; Carmen Ilca de Almeida Vianna; Luciana Cristina Carvalho Costa Campos Canarezi; Renata Gomes Lacerda Calegare

OBJETIVOS: avaliar o impacto de um programa psicoeducativo de oito semanas na intensidade da dor, incapacidade e sintomas depressivos de pacientes com dor crônica. MÉTODO: setenta e nove pacientes com dor crônica de diferentes etiologias compuseram a amostra. Os participantes foram avaliados antes e ao final do programa e seis meses após. O programa foi desenvolvido por uma enfermeira, utilizaram-se estratégias cognitivo-comportamentais, aplicadas por equipe multidisciplinar. O teste não paramétrico de Wilcoxon foi utilizado para comparar medidas repetidas. RESULTADOS: a maioria dos participantes era do sexo feminino (91%), com idade média de 53 anos, escolaridade média de 9,5 anos e duração média da dor de 9,9 anos. Ao final do programa, observou-se redução significativa na intensidade da dor (p<0,001), incapacidade (p<0,001) e sintomas depressivos (p<0,001). CONCLUSÕES: o programa psicoeducativo foi efetivo no controle da dor, na redução da incapacidade e no controle dos sintomas depressivos na amostra estudada.

Financiamento:CNPqSIBi

Contato

Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP
Revista Latino-Americana de Enfermagem
Av. Bandeirantes, 3900 - Vila Monte Alegre
CEP: 14040-902 - Ribeirão Preto, SP, Brasil

Telefone: +55 (16) 3315-3451, +55 (16) 3315-4407
E-mail: rlae@eerp.usp.br