JCR: 0,634; SJR: 0,396; H Index Scopus: 26; Qualis na área de Enfermagem: A1

ISSN: 1518-8345

  • USP
  • Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP
  • Who Collaborating Centre

Número: V22N5

Editorial

Possibilidades da prática avançada e os Mestrados Profissionais em Enfermagem

Possibilities of advanced practices and Professional Master's Programs in Nursing

Maria Lúcia do Carmo Cruz Robazzi

Artigos Originais

Satisfação dos estudantes com as experiências clínicas simuladas: validação de escala de avaliação

Students' satisfaction with simulated clinical experiences: validation of an assessment scale

Rui Carlos Negrão Baptista; José Carlos Amado Martins; Maria Fátima Carneiro Ribeiro Pereira; Alessandra Mazzo

OBJETIVO: validar um instrumento de avaliação da satisfação dos estudantes de Enfermagem com as experiências clínicas simuladas. MÉTODO: uma escala de 17 itens foi aplicada a estudantes do Curso de Licenciatura em Enfermagem, depois de um conjunto de experiências clínicas simuladas. Realizada análise fatorial com rotação ortogonal Varimax, assim como a estimativa da consistência interna para determinar a validade da escala. RESULTADOS: com uma amostra de 181 estudantes, obteve-se elevada correlação de praticamente todos os itens com o total da escala, com um valor de alpha de 0,914. Os itens da escala foram divididos em três fatores: dimensão prática, dimensão realismo e dimensão cognitiva, com uma boa consistência interna de 0,89, 0,88 e 0,73, respetivamente. CONCLUSÃO: a escala cumpre os requisitos de validade, revelando elevado potencial para utilização em investigação.

Desenvolvimento e avaliação de objetos de aprendizagem sobre administração de medicamentos por via intramuscular

Development and assessment of learning objects about intramuscular medication administration

Lilian Mayumi Chinen Tamashiro; Heloisa Helena Ciqueto Peres

OBJETIVOS: desenvolver e avaliar um objeto de aprendizagem sobre administração de medicamentos por via intramuscular para graduandos de enfermagem e enfermeiros. MÉTODO: foram selecionados, de forma aleatória, intencional e não probabilística, enfermeiros de uma rede social brasileira de enfermagem e alunos do curso de Graduação da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, para serem sujeitos da pesquisa e avaliadores do objeto. RESULTADOS: os participantes, oito enfermeiros e oito graduandos, estudaram o objeto e responderam a um instrumento de avaliação composto pelos critérios: aspectos educacionais (relevância do tema, objetivos e textos/hipertextos), interface do ambiente (navegabilidade, acessibilidade e design das telas) e recursos didáticos (interatividade e apresentação dos recursos). Obteve-se o total de 128 respostas significativas, sendo 124 (97%) respostas positivas, tendo sido o instrumento avaliado como excelente e satisfatório, considerado como um recurso flexível, dinâmico, objetivo e adequado ao processo de aprendizagem da enfermagem. CONCLUSÃO: a tecnologia educacional apresenta linguagem clara, de fácil compreensão, e o método de ensino poderia ser aplicado em outros temas, contribuindo para a formação e capacitação dos profissionais de enfermagem, impactando positivamente o ensino de enfermagem, estimulando o conhecimento, aprendizado autônomo e independente, alinhado às novas exigências de formação profissional.

Pontos fortes e deficiências da Aprendizagem Baseada em Problemas sob a perspectiva profissional de enfermeiras

Strengths and weaknesses of Problem Based Learning from the professional perspective of registered nurses

María Cónsul-Giribet; José Luis Medina-Moya

OBJETIVO: identificar os pontos fortes e as deficiências na competência percebidos pelas enfermeiras formadas com um currículo totalmente constituído por competências resultantes da Aprendizagem Baseada em Problemas, realizada com grupos pequenos. MÉTODO: foi utilizado um estudo de caso intrínseco que analisa essa inovação através de ex-alunas (da primeira turma), após completarem três anos de prática profissional. Os dados foram coletados por meio de questionários e grupos de discussão. RESULTADOS: mostram que seu nível de competência é avaliado de forma muito satisfatória, contrastando, paradoxalmente, com a deficiência de conhecimento teórico que perceberam ao terminar os estudos e ingressar no campo de trabalho em saúde. CONCLUSÕES: julgam que a estratégia de ensino foi fundamental para motivar um estudo aprofundado e despertar o desejo de saber. Além disso, a Aprendizagem Baseada em Problemas favorece e reforça a decisão de aprender, tão necessária durante toda a vida profissional.

Aprendizagem nos espaços informais e ressignificação da existência de graduandos de enfermagem

Learning in the informal spaces and re-signification of the existence of undergraduate students of nursing

Isabel Silva de Jesus; Edite Lago da Silva Sena; Luana Machado Andrade

OBJETIVO: descrever a percepção de docentes e graduandos em enfermagem sobre a experiência dialógica nos espaços informais e sua relação com a formação em saúde. MÉTODO: foram colhidas descrições vivenciais, no contexto de uma universidade pública do interior da Bahia, Brasil, por meio de entrevista aberta. Tais descrições foram analisadas segundo os princípios da fenomenologia de Maurice Merleau-Ponty. RESULTADOS: os resultados revelaram que os espaços informais contribuem significativamente para a construção de conhecimentos e formação profissional, potencializam o ensino formal e favorecem a ressignificação da experiência dos sujeitos. CONCLUSÃO: evidencia-se que há relevância da experiência dialógica para se repensar o processo de ensino-aprendizagem na universidade, a fim de que os espaços informais sejam incluídos e valorizados como produtores de significados para a vida pessoal e acadêmica de discentes e docentes, com capacidade para ressignificar a existência.

Problemas associados ao consumo de álcool em estudantes universitários

Problems associated with alcohol consumption by university students

Guillermo Alonso Castaño-Perez; Gustavo Adolfo Calderon-Vallejo

OBJETIVOS: o objetivo deste estudo foi analisar o consumo de álcool em estudantes universitários e os problemas psicossociais associados. MÉTODO: trata-se de estudo descritivo correlacional, que incluiu 396 estudantes universitários. Foram utilizados como instrumentos o Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT) e um questionário ad hoc, para avaliar os problemas associados. RESULTADOS: do total da amostra, 88,6% bebiam, 20,5% apresentavam consumo prejudicial e 14,9% estavam em risco de dependência, de acordo com o AUDIT. O estudo mostrou resultados importantes relacionados ao consumo prejudicial e à dependência, com danos em nível acadêmico, nas relações sociais, no estado psicológico e na condição sexual. CONCLUSÕES: foram constatados problemas causados pelo consumo problemático de álcool pelos universitários, que é mais elevado nesse grupo, pela alta prevalência de consumo de álcool que apresentam, o que alerta para a importância de se promover programas de prevenção do abuso e dependência dessa substância nas universidades.

Motivos da equipe de enfermagem para a notificação de eventos adversos

The reasons of the nursing staff to notify adverse events

Miriam Cristina Marques da Silva de Paiva; Regina Célia Popim; Marta Maria Melleiro; Daisy Maria Rizatto Tronchim; Silvana Andréa Molina Lima; Carmen Maria Casquel Monti Juliani

OBJETIVO: compreender a motivação da equipe de enfermagem para a notificação de eventos adversos no ambiente de trabalho. MÉTODO: estudo qualitativo, utilizando os referenciais da fenomenologia de Alfred Schutz, que oferece abordagem sistemática para compreensão dos aspectos sociais da ação humana. Os dados foram coletados por meio de entrevistas abertas com 17 enfermeiros e 14 técnicos/auxiliares de enfermagem de um hospital universitário. RESULTADOS: a motivação foi revelada através de seis categorias: todo tipo de ocorrência deve ser notificado; a notificação como sistema de auxílio à gestão da assistência; a cultura da punição em transição; o enfermeiro como responsável pela notificação voluntária; compartilhar problemas com a administração superior e alcançar qualidade no processo de trabalho. DISCUSSÃO: ao notificar o evento adverso, os profissionais percebem-se em relação de colaboração com a instituição e confiam que lhes serão conferidos suporte administrativo e segurança profissional, condições que os encorajam a continuar notificando. Notificar permite à equipe de enfermagem compartilhar responsabilidades com a administração superior e, ainda, estimula ações corretivas. CONSIDERAÇÕES FINAIS: o estudo revela a motivação da equipe de enfermagem para a notificação de eventos adversos, contribuindo para a reflexão das políticas institucionais voltadas para a segurança do paciente nos serviços de saúde.

Cultura de segurança do paciente em unidades de terapia intensiva neonatal: perspectivas da equipe de enfermagem e médica

Patient safety culture at neonatal intensive care units: perspectives of the nursing and medical team

Andréia Tomazoni; Patrícia Kuerten Rocha; Sabrina de Souza; Jane Cristina Anders; Hamilton Filipe Correia de Malfussi

OBJETIVO: verificar a avaliação da cultura de segurança do paciente, de acordo com o cargo e tempo de trabalho das equipes de enfermagem e médica de Unidades de Terapia Intensiva Neonatal. METODOLOGIA: estudo quantitativo, tipo survey, realizado em quatro Unidades de Terapia Intensiva Neonatal de Florianópolis, Brasil. A amostra foi composta por 141 sujeitos. A coleta de dados ocorreu de fevereiro a abril de 2013, com aplicação do instrumento Hospital Survey on Patient Safety Culture. Utilizou-se para análise os testes Kruskal-Wallis, qui-quadrado e alpha de Cronbach. O projeto de pesquisa recebeu aprovação do Comitê de Ética, CAAE: 05274612.7.0000.0121. RESULTADOS: verificou-se a diferença do número de respostas positivas do Hospital Survey on Patient Safety Culture, nota de segurança e número de eventos comunicados, conforme as características profissionais. Houve diferença significava do menor tempo de trabalho no hospital e tempo de trabalho na unidade com maior número de respostas positivas; maior tempo de trabalho na profissão representou melhores notas e menos eventos comunicados. Os médicos e técnicos de enfermagem avaliaram mais positivamente a cultura de segurança do paciente. O alpha de Cronbach demonstrou confiabilidade do instrumento. CONCLUSÃO: as diferenças encontradas nos remetem a uma possível relação da avaliação da cultura de segurança com as características profissionais dos sujeitos das Unidades de Terapia Intensiva Neonatal.

Curativo de clorexidina e gaze e fita para cateter venoso central: ensaio clínico randomizado

Chlorhexidine and gauze and tape dressings for central venous catheters: a randomized clinical trial

Edivane Pedrolo; Mitzy Tannia Reichembach Danski; Stela Adami Vayego

OBJETIVO: avaliar a efetividade do curativo antimicrobiano de clorexidina, comparando-o com o de gaze e fita. MÉTODO: realizou-se um ensaio clínico randomizado nas unidades de terapia intensiva e semi-intensiva de um hospital universitário da Região Sul do Brasil. Os sujeitos foram pacientes em uso de cateter venoso central de curta permanência, randomizados para comporem os grupos intervenção (curativo antimicrobiano de clorexidina) e o grupo controle (curativo de gaze e fita microporada). RESULTADOS: foram incluídos 85 pacientes, dos quais 43 no grupo intervenção e 42 no grupo controle. Não houve diferença estatística significativa entre os curativos com relação à ocorrência de: infecção primária de corrente sanguínea (p-valor=0,5170), desenvolvimento de reação local ao curativo (p-valor=0,3774) e fixação do curativo (p-valor=0,2739). CONCLUSÃO: ambas as tecnologias pesquisadas são efetivas para cobertura de cateter venoso central, no que diz respeito às variáveis analisadas, e podem ser empregadas com essa finalidade. Registro ECR: RBR-7b5ycz.

Implementação do processo de enfermagem em uma área da saúde: modelos e estruturas de avaliação utilizados

Implementation of the nursing process in a health area: models and assessment structures used

Joseba Xabier Huitzi-Egilegor; Maria Isabel Elorza-Puyadena; Jose Maria Urkia-Etxabe; Carmen Asurabarrena-Iraola

OBJETIVO: analisar quais modelos de enfermagem e estruturas de avaliação de enfermagem têm sido utilizados na implementação do processo de enfermagem, nos centros públicos e privados da área de saúde de Gipuzkoa (País Basco). MÉTODO: foi realizado um estudo retrospectivo, baseado na análise dos registros de enfermagem que utilizaram os 158 centros estudados. RESULTADOS: o modelo de Henderson, a estrutura bifocal de Carpenito, a estrutura de avaliação de Gordon e a estrutura Resident Asessment Instrument Home 2.0 foram os modelos e estruturas de avaliação de enfermagem utilizados na implementação do processo de enfermagem. Em alguns centros, o modelo ou estrutura de avaliação escolhido mudou ao longo do tempo. CONCLUSÃO: foi concluído que o modelo de Henderson foi o mais utilizado na implementação do processo de enfermagem. Além disso, foi observada a tendência de complementar ou substituir o modelo de Henderson com estruturas de avaliação de enfermagem.

Pós-operatório imediato de transplante pulmonar: mapeamento de intervenções de enfermagem

The immediate post-operative period following lung transplantation: mapping of nursing interventions

Rayssa Thompson Duarte; Graciele Fernanda da Costa Linch; Rita Catalina Aquino Caregnato

OBJETIVOS: conhecer as principais intervenções/ações de enfermagem prescritas no pós-operatório imediato dos receptores de transplante pulmonar, registradas nos prontuários, e mapear com a taxonomia Nursing Interventions Classification. MÉTODO: pesquisa documental retrospectiva, composta por 183 prontuários de pacientes submetidos a transplante pulmonar (2007/2012). Os dados do perfil dos pacientes foram agrupados de acordo com as variáveis investigadas e submetidos às análises descritivas. As intervenções de enfermagem prescritas foram analisadas pelo método de mapeamento cruzado com as intervenções relacionadas na Nursing Interventions Classification. Excluíram-se prontuários sem prescrições de enfermagem. RESULTADOS: a maioria dos pacientes era composta por homens, com diagnóstico médico de fibrose pulmonar e submetidos a transplante pulmonar com doador falecido. Encontraram-se 26 intervenções/ações mais citadas. A maioria (91,6%) alocou-se nos domínios fisiológico complexo e básico da Classification Nursing Information. Não foi possível mapear duas ações prescritas pelos enfermeiros. CONCLUSÕES: identificou-se que as principais prescrições continham cuidados gerais de pós-operatório de cirurgias de grande porte, e não individualizadas ao paciente em pós-operatório de transplante pulmonar. Cuidados relacionados à dor foram subestimados nas prescrições. O mapeamento com a taxonomia pode contribuir para a elaboração do plano de cuidados e utilização de sistemas informatizados nessa complexa modalidade terapêutica.

Influência do estado emocional pré-operatório na dor pós-operatória após cirurgias ortopédicas e traumatológicas

Influence of preoperative emotional state on postoperative pain following orthopedic and trauma surgery

Gemma Robleda; Amalia Sillero-Sillero; Teresa Puig; Ignasi Gich; Josep-E Baños

OBJETIVOS: analisar a relação entre o estado emocional pré-operatório e a prevalência e a intensidade da dor pós-operatória e explorar fatores preditivos de dor pós-operatória. MÉTODO: estudo retrospectivo observacional, realizado com 127 pacientes adultos submetidos a cirurgias ortopédicas e traumatológicas. A dor pós-operatória foi avaliada usando a escala numérica verbal e cinco variáveis do estado emocional: ansiedade, sudorese, estresse, medo e choro. Para a análise estatística, foram utilizados os testes do qui-quadrado, teste t de Student ou análise de variância e uma análise de regressão logística multivariada. RESULTADOS: a prevalência de dor pós-operatória imediata foi de 28%. A ansiedade foi o fator emocional mais comum (72%) e fator preditivo de risco para dor pós-operatória severa (OR: 4,60, IC 95%: 1,38 a 15,3, p<0,05, AUC: 0,72, IC 95%: 0,62 a 0,83). A idade exerceu efeito protetor (OR 0,96, IC 95%: 0,94-0,99, p<0,01). CONCLUSÃO: a ansiedade pré-operatória e a idade são fatores preditivos de dor pós-operatória em pacientes submetidos a cirurgias ortopédicas e traumatológicas.

Atenção à tuberculose: estudo de avaliabilidade

Tuberculosis care: an evaluability study

Ardigleusa Alves Coelho; Cláudia Santos Martiniano; Ewerton Willian Gomes Brito; Oswaldo Gomes Corrêa Negrão; Ricardo Alexandre Arcêncio; Severina Alice da Costa Uchôa

OBJETIVO: verificar se o Programa de Controle da Tuberculose é avaliável e examinar a viabilidade de construção de modelo avaliativo, em município prioritário para o controle da tuberculose. MÉTODO: trata-se de Estudo de Avaliabilidade em município da Região Nordeste. Para a coleta, utilizaram-se as técnicas de análise documental e entrevista com informantes-chave. Na validação dos indicadores, utilizou-se a técnica de Grupo Nominal. RESULTADOS: descreveu-se o Programa e foram elaborados e pactuados o modelo lógico e a matriz de relevância dos indicadores, caracterizando os elementos estruturantes do programa, definição de indicadores de estrutura e processo, além das perguntas avaliativas. CONCLUSÃO: o Programa de Controle da Tuberculose é avaliável. A partir da análise lógica operacional, pode-se constatar a adequação dos objetivos do programa para enfrentamento da tuberculose. Recomenda-se proceder a uma avaliação somativa, com enfoque na análise dos efeitos da intervenção de controle da tuberculose, para redução da morbimortalidade.

Avaliação do Programa de Automonitoramento da Glicemia Capilar

Evaluation of the Capillary Blood Glucose Self-monitoring Program

Mariana Cristina Augusto; Maria José Trevizani Nitsche; Cristina Maria Garcia de Lima Parada; Maria Lúcia Zanetti; Maria Antonieta de Barros Leite Carvalhaes

OBJETIVO: avaliar estrutura, processo e resultado do Programa de Automonitoramento da Glicemia Capilar em município brasileiro. MÉTODO: estudo epidemiológico, transversal. Foi utilizado o referencial metodológico de Donabedian para construção dos indicadores de estrutura, processo e resultado. Estudou-se amostra aleatória (n=288) dos usuários inscritos no programa e 96 profissionais de saúde que nele atuavam. Utilizaram-se dois questionários construídos para o presente estudo, um para profissionais e outro para usuários, ambos contendo dados para avaliação de estrutura, processo e resultado. Mediante consulta ao prontuário de saúde, foram coletados medidas antropométricas e resultados de exames laboratoriais. A análise envolveu estatística descritiva. RESULTADOS: a maioria dos profissionais não foi capacitada para atuação no programa e desconhecia os critérios para inscrição dos pacientes. Nenhum dos pacientes recebeu orientações completas e corretas sobre o programa e o percentual com habilidades para tomar condutas de modo autônomo foi da ordem de 10%. Quanto aos indicadores de resultados, 86,4% dos pacientes e 81,3% dos profissionais avaliaram o programa positivamente. CONCLUSÃO: os indicadores de avaliação construídos permitiram identificar que um dos principais objetivos do programa, habilidade para o autocuidado, não vem sendo alcançado.

Música e glicose 25% no alívio da dor dos prematuros: ensaio clínico randomizado

Music and 25% glucose pain relief for the premature infant: a randomized clinical trial

Maria Vera Lúcia Moreira Leitão Cardoso; Leiliane Martins Farias; Gleicia Martins de Melo

OBJETIVO: analisar os escores totais do Premature Infant Pain Profile dos prematuros submetidos a punção arterial sob intervenção da música e glicose 25%, verificar a associação desses com variáveis neonatais e terapêuticas. MÉTODO: ensaio clínico randomizado com 80 prematuros, 24 Grupo Experimental 1 (música), 33 Grupo Experimental 2 (música e glicose 25%), 23 Grupo Controle Positivo (glicose 25%). Todos os prematuros foram filmados e uma música de ninar foi ouvida por 10 minutos antes da punção no Grupo Experimental 1 e Grupo Experimental 2, glicose 25% administrada no Grupo Experimental 2 e Grupo Controle Positivo dois minutos antes da punção. RESULTADOS: 60,0% dos prematuros apresentaram dor moderada ou intensa, os escores de dor e grupos de intervenção não demonstraram significância estatística. Variáveis estatisticamente significantes, Grupo Experimental 1: perímetro cefálico e torácico, Apgar, idade gestacional corrigida; Grupo Experimental 2: perímetro torácico, Apgar, oxigenoterapia; Grupo Controle Positivo: peso nascimento, perímetro cefálico. CONCLUSÃO: variáveis neonatais apresentam associação com dor em prematuros. Registro Brasileiro de Ensaio Clínico: UTN: U1111-1123-4821.

Validade do instrumento DISABKIDS® - Módulo Fibrose Cística para crianças e adolescentes brasileiros

Validity of the DISABKIDS® - Cystic Fibrosis Module for Brazilian children and adolescents

Danielle Maria de Souza Serio dos Santos; Keila Cristiane Deon; Monika Bullinger; Claudia Benedita dos Santos

OBJETIVO: validar o instrumento de mensuração de qualidade de vida relacionada à saúde DISABKIDS(r) - Módulo Fibrose Cística para crianças e adolescentes (versão self) brasileiros. MÉTODO: estudo metodológico no qual se considerou uma amostra com 113 participantes (54 meninas e 59 meninos, idade média de 11,91 anos e desvio-padrão=2,79) de três Estados brasileiros, São Paulo, Paraná, Minas Gerais e do Distrito Federal, 51 deles provenientes do estudo-piloto e 62 participantes do estudo de campo. As respostas ao instrumento foram analisadas segundo distribuições de frequências em relação aos efeitos floor e ceiling, estatísticas alpha de Cronbach, coeficiente de Correlação Linear de Pearson, análise multitraço-multimétodo e análise fatorial confirmatória, segundo modelos de equações estruturais. RESULTADOS: o instrumento apresentou alto índice de consistência interna (verificado pelo alpha de Cronbach) e validade de construto, segundo análise multitraço-multimétodo. O instrumento DISABKIDS(r) - Módulo Fibrose Cística, versão self, manteve sua estrutura fatorial igual ao modelo originalmente proposto. CONCLUSÃO: a validação do instrumento encontra-se finalizada e aponta que a versão self está validada para o uso no Brasil e pode ser inserida na rotina de seguimento dessa população.

Lesão de septo nasal em neonatos pré-termo no uso de prongas nasais

Nasal septum injury in preterm infants using nasal prongs

Suely de Fátima Santos Freire Bonfim; Maria Gorete Lucena de Vasconcelos; Nayara Francisca Cabral de Sousa; Daiana Vieira Câmara da Silva; Luciana Pedrosa Leal

OBJETIVO: avaliar a incidência e os fatores de risco associados à lesão de septo nasal em prematuros utilizando prongas nasais reutilizadas e novas. MÉTODO: o estudo foi de coorte de intervenção terapêutica aberta. A amostra incluiu 70 neonatos com idade gestacional abaixo de 37 semanas, utilizando prongas nasais, internados na unidade neonatal de um hospital do Recife, Pernambuco, Nordeste do Brasil. Os dados foram coletados em prontuários, pela avaliação da aplicação do dispositivo e do septo nasal. Foi realizada análise de Regressão Logística Multinomial e de Sobrevida. RESULTADOS: a incidência de lesão nasal foi de 62,9%. Na análise múltipla, apenas o tempo de permanência do neonato na terapêutica foi fator determinante para a ocorrência e severidade das lesões. CONCLUSÃO: o tipo de pronga nasal não constitui fator de risco para a lesão nasal. A alta incidência de lesão nasal indica a necessidade de adequação dos cuidados de enfermagem enfatizando a prevenção.

Adaptação transcultural e validação clínica da Neonatal Skin Condition Score para o português do Brasil

Cross-cultural adaptation and clinical validation of the Neonatal Skin Condition Score to Brazilian Portuguese

Juliana Machado Schardosim; Luma Maiara Ruschel; Giordana de Cássia Pinheiro da Motta; Maria Luzia Chollopetz da Cunha

OBJETIVO: descrever o processo de adaptação transcultural e validação clínica para uso no Brasil da Neonatal Skin Condition Score. MÉTODOS: trata-se de estudo metodológico de adaptação transcultural, incluindo cinco etapas: tradução inicial, síntese da tradução inicial, retrotradução, avaliação por um Comitê de Especialistas e testagem da versão pré-final e estudo transversal observacional com análise das propriedades psicométricas, utilizando os testes estatísticos de Kappa Ajustado, coeficiente de correlação intraclasse e método de Bland-Altman. Recrutaram-se, aleatoriamente, 38 profissionais para avaliação da clareza do instrumento adaptado e, por conveniência, 47 recém-nascidos internados na Neonatologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, para a validação clínica do instrumento. RESULTADOS: os resultados demonstraram 85% de clareza da escala adaptada. Os testes estatísticos evidenciaram confiabilidades intra e interobservador item a item de moderada a forte e, no escore total de forte a muito forte, houve variação entre os escores atribuídos pelos enfermeiros aos pacientes menor que 2 pontos. CONCLUSÕES: a escala foi adaptada e validada para uso no português falado no Brasil. As propriedades psicométricas da Escala de Condição da Pele do Recém-Nascido, versão brasileira do instrumento, apresentaram resultados semelhantes à validação da escala original.

Variáveis associadas à infecção por cateteres centrais de inserção periférica em recém-nascidos de alto risco

Variables associated with peripherally inserted central catheter related infection in high risk newborn infants

Uesliz Vianna Rangel; Saint Clair dos Santos Gomes Junior; Ana Maria Aranha Magalhães Costa; Maria Elisabeth Lopes Moreira

OBJETIVO: relacionar as variáveis de um formulário de vigilância para dispositivos intravenosos em recém-nascido de alto risco, com infecção relacionada ao uso de cateter central de inserção periférica. METODOLOGIA: foram estudadas cerca de 15 variáveis associando-as à infecção por uso do cateter central de inserção periférica, sendo essa definida pelo resultado da hemocultura. As variáveis analisadas foram obtidas nos formulários de vigilância do uso de dispositivo intravenoso, anexados aos prontuários de recém-nascidos de 500 a 1.499g. A associação estatística foi definida pelos testes qui-quadrado e t de Student. O estudo encontra-se aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Instituto Fernandes Figueira sob nº140.703/12. RESULTADOS: foram analisados 63 prontuários. A taxa de infecção observada foi de 25,4%. Das variáveis analisadas, apenas três apresentaram relação estatisticamente significativa com a hemocultura - o uso de drogas inibidoras de secreção ácida, o uso de esteroides pós-natal e a realização de mais de um procedimento de quebra de barreira (p-valor de 0,0141, 0,0472 e 0,0277, respectivamente). CONCLUSÃO: a ausência de significância das variáveis do formulário pode estar relacionada com a qualidade dos registros e ausência de padronização. Recomenda-se incentivo às equipes para a aderência ao protocolo e preenchimento do formulário.

Experiência de cuidado em relação à criança exposta ao vírus da imunodeficiência humana: uma trajetória de expectativas

Experience of taking care of children exposed to HIV: a trajectory of expectations

Willyane de Andrade Alvarenga; Giselle Dupas

OBJETIVO: conhecer a experiência do cuidador/mãe em relação ao cuidado para com a criança exposta ao vírus da imunodeficiência humana por transmissão vertical, na trajetória pós-natal. MÉTODO: pesquisa qualitativa, que utilizou o Interacionismo Simbólico como referencial teórico. Foram realizadas entrevistas com 39 cuidadores de crianças expostas ao vírus da imunodeficiência humana e em seguimento em um serviço especializado. Os dados foram analisados pela análise de conteúdo indutiva. RESULTADOS: apreenderam-se quatro categorias que reportam à experiência solitária de manuseio da terapia antirretroviral da criança, no que se refere principalmente à ausência ou incompletude de informações recebidas; estar atento aos cuidados, que incluem o uso da profilaxia para pneumonia, vacinas e outros restritos à interação mãe/criança; querer omitir a presença do vírus da imunodeficiência humana pelo medo do preconceito e olhar o futuro e temer a doença. CONCLUSÃO: a presença do vírus da imunodeficiência humana e a ameaça dessa infecção na criança são capazes de gerar apreensão e tantos outros sentimentos como medo, culpa e ansiedade no cuidador. Os profissionais de saúde precisam trabalhar conjuntamente com a mãe para o enfrentamento das demandas e sofrimentos. Assim, o tratamento para evitar a transmissão vertical será eficiente e a mãe, juntamente à criança, viverá essa trajetória com apoio, apesar da apreensão pelo resultado.

Experiência da imigração da mulher latina trabalhadora em Alicante, Espanha - estudo etnográfico

Immigration experience of Latin American working women in Alicante, Spain: an ethnographic study

Liliana González-Juárez; Ana Lucía Noreña-Peña; Luis Cibanal-Juan

OBJETIVO: descrever a experiência da mulher latina trabalhadora no contexto da imigração, considerando as expectativas e as condições em que ocorre esse processo. MÉTODO: corresponde a estudo qualitativo de cunho etnográfico. A coleta de dados foi realizada através de entrevistas semiestruturadas com 24 mulheres imigrantes, na Espanha. As informações recolhidas foram analisadas por meio de dois grupos focais. RESULTADOS: as expectativas das mulheres migrantes focalizam a melhoria das condições da vida familiar. O apoio social é essencial para a residência e o desempenho das atividades da vida diária. Consideram-se adaptadas ao país de residência, embora admitam viver com stress. Veem-se como tendo maior liberdade sexual e maior poder na vida de casadas, mantendo, no entanto, maior responsabilidade no cuidado das crianças, faceta essa que se une ao papel de mulheres trabalhadoras. CONCLUSÕES: as mulheres migrantes desempenham papel central na sobrevivência das famílias, constroem e produzem novos significados sobre o que é ser mulher, a sua concepção de vida, as relações sociais e a vida a dois. Tais significados são determinados pelas expectativas e condições em que o processo de migração ocorre, assim como a sua inserção laboral.

Mulheres com câncer de mama em uso de quimioterápicos: sintomas depressivos e adesão ao tratamento

Women with breast cancer taking chemotherapy: depression symptoms and treatment adherence

Bianca Fresche de Souza; Jéssica Andrade de Moraes; Aline Inocenti; Manoel Antônio dos Santos; Ana Elisa Bauer de Camargo Silva; Adriana Inocenti Miasso

OBJETIVO: verificar em mulheres com câncer de mama, atendidas na farmácia da central de quimioterapia de um hospital universitário, sintomas depressivos e adesão aos quimioterápicos. MÉTODO: estudo transversal, com abordagem quantitativa, realizado com 112 mulheres em uso de quimioterápicos. Para coleta dos dados utilizaram-se a entrevista estruturada, norteada por roteiro contendo dados sociodemográ?cos, clínicos e terapêuticos, o teste de Morisky e o Inventário de Depressão de Beck. RESULTADOS: constatou-se que 12,50% e 1,78% das pacientes apresentaram "depressão moderada" e "grave", respectivamente, e, dessas, 10,59% não utilizavam antidepressivos. Houve associação estatisticamente significante entre graus de depressão e uso de antidepressivo. Identificou-se falta de adesão ao tratamento em 46,43% das participantes. CONCLUSÃO: os achados indicam a importância do rastreamento regular para sintomas depressivos e adesão ao quimioterápico em mulheres com câncer de mama, visando a detecção precoce, tratamento adequado centrado na paciente e melhor qualidade de vida.

Fatores associados à síndrome de fragilidade em idosos residentes em área urbana

Factors associated with the frailty syndrome in elderly individuals living in the urban area

Maycon Sousa Pegorari; Darlene Mara dos Santos Tavares

OBJETIVO: identificar a ocorrência e os fatores associados às condições de pré-fragilidade e fragilidade em idosos. MÉTODOS: inquérito domiciliar transversal, observacional e analítico, conduzido com 958 idosos residentes em área urbana. Utilizaram-se: Questionário Brasileiro de Avaliação Funcional e Multidimensional, escalas (Depressão Geriátrica Abreviada, Katz e Lawton) e Fenótipo de Fragilidade de Fried. Procedeu-se às análises descritiva, bivariada e modelo de regressão logística multinomial (p<0,05). RESULTADOS: constatou-se a ocorrência de 313 (32,7%) idosos não frágeis, 522 (55,4%) pré-frágeis e 128 (12,8%) frágeis. Consolidaram-se como fatores associados à pré-fragilidade e fragilidade, respectivamente: as faixas etárias de 70+79 anos e 80 anos ou mais; uso de 1+ 4 medicamentos e 5 ou mais; maior número de morbidades, incapacidade funcional para atividades instrumentais de vida diária e percepção de saúde negativa. A ausência de companheiro permaneceu associada à pré-fragilidade, enquanto que a hospitalização no último ano, incapacidade funcional para atividades básicas de vida diária e indicativo de depressão à fragilidade. CONCLUSÃO: as condições de pré-fragilidade e fragilidade apresentaram percentual de ocorrência superior a estudos brasileiros e associadas às variáveis relacionadas à saúde, sendo essas passíveis de ações preventivas e de intervenção direcionadas à saúde dos idosos.

Errata

Financiamento:CNPqSIBi

Contato

Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP
Revista Latino-Americana de Enfermagem
Av. Bandeirantes, 3900 - Vila Monte Alegre
CEP: 14040-902 - Ribeirão Preto, SP, Brasil

Telefone: +55 (16) 3315-3451, +55 (16) 3315-4407
E-mail: rlae@eerp.usp.br