JCR: 0,634; SJR: 0,396; H Index Scopus: 26; Qualis na área de Enfermagem: A1

ISSN: 1518-8345

  • USP
  • Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP
  • Who Collaborating Centre

Número: V22N3

Editorial

Contribuições da Enfermagem no cuidar do idoso

Contributions of nursing in elderly care

Rosalina Aparecida Partezani Rodrigues

Artigos Originais

Síndrome da imunodeficiência adquirida em adultos com 50 anos e mais: características, tendência e difusão espacial do risco

AIDS in adults 50 years of age and over: characteristics, trends and spatial distribution of the risk

Jordana de Almeida Nogueira; Antônia Oliveira Silva; Laísa Ribeiro de Sá; Sandra Aparecida de Almeida; Aline Aparecida Monroe; Tereza Cristina Scatena Villa

OBJETIVO: analisar as características sociodemográficas, tendência epidêmica e difusão espacial do risco da síndrome da imunodeficiência adquirida em adultos com 50 anos e mais. MÉTODO: estudo ecológico, de base populacional, que utilizou dados secundários do Sistema de Informação de Agravos de Notificação do Estado da Paraíba referente ao período de janeiro de 2000 a dezembro de 2010. RESULTADOS: foram notificados, no período estudado, 307 casos de síndrome da imunodeficiência adquirida entre indivíduos com idade igual ou superior a 50 anos. Observou-se predomínio do sexo masculino (205; 66,8%), cor parda e baixo nível de escolaridade. Os municípios com população acima de 100 mil habitantes notificaram 58,5% dos casos. Constatou-se aumento progressivo de casos entre as mulheres; tendência de crescimento da incidência (correlação linear positiva), avanço na difusão geográfica da doença, expansão para a região litorânea e para o interior do Estado, atingindo municípios com população inferior a 30 mil habitantes. Em algumas localidades, o risco de adoecimento foi 100 vezes maior que o risco relativo do Estado. CONCLUSÃO: o envelhecimento, com feminização e interiorização da epidemia em adultos com 50 anos e mais, confirmam a necessidade de indução de políticas afirmativas direcionadas a esse grupo etário.

A saúde mental é o fator mais importante que influencia a qualidade de vida de idosos deixados para trás quando as famílias emigram da China rural

Mental health is the most important factor influencing quality of life in elderly left behind when families migrate out of rural China

Jian-fei Xie; Si-qing Ding; Zhu-qing Zhong; Qi-feng Yi; Sai-nan Zeng; Jun-hua Hu; Jian-da Zhou

OBJETIVOS: investigar a qualidade de vida e fatores associados de idosos deixados para trás na China rural. MÉTODO: foi realizada amostragem por conglomerado para selecionar 456 idosos deixados para trás quando os membros da família emigram da China rural. Este é um estudo transversal com preenchimento de um questionário de dados gerais e de qualidade de vida. RESULTADOS: 91,5% dos idosos convidados solicitaram aconselhamento e educação psicológicos. Para os idosos, os escores de saúde mental (39,56±13,73) foram significativamente menores em comparação aos dados padrões chineses (61,6±13,7) (p<0,001). A idade, tipo de doença crônica, gênero, tipo de moradia e suporte econômico dos filhos foram os principais fatores psicológicos que influenciaram essa população. CONCLUSÃO: a saúde mental é o fator mais importante que influencia a qualidade de vida de idosos deixados para trás quando os familiares emigraram da China rural. Este estudo sugere a necessidade de criação de ampla equipe de generalistas para intervenção psicológica, com o intuito de melhorar o nível de qualidade de vida de idosos de áreas rurais, especialmente no domínio psicológico.

Eficácia da auriculoterapia chinesa para o estresse em equipe de enfermagem: ensaio clínico randomizado

Efficacy of Chinese auriculotherapy for stress in nursing staff: a randomized clinical trial

Leonice Fumiko Sato Kurebayashi; Maria Júlia Paes da Silva

OBJETIVO: estudo clínico randomizado, simples cego, objetivou avaliar a eficácia da auriculoterapia, com e sem protocolo, para a redução dos níveis de estresse de equipe de enfermagem. MÉTODO: cento e setenta e cinco profissionais de enfermagem com escores médio e alto pela Lista de Sintomas de Stress de Vasconcelos foram divididos em 3 grupos: controle (58), grupo com protocolo (58), grupo sem protocolo (59). Foram avaliados no baseline, após 12 sessões e follow-up (30 dias). RESULTADOS: na análise de variância constataram-se diferenças estatísticas significativas entre os grupos controle e intervenção nas duas avaliações (p<0,05), com índices de tamanho de efeito (Cohen) superiores para o grupo sem protocolo. Os pontos Yang do Fígado 1 e 2, Rim, Tronco Cerebral e Shenmen foram os mais utilizados. CONCLUSÃO: a auriculoterapia sem protocolo, individualizada, conseguiu ampliar o alcance da técnica para a redução de estresse quando comparada à auriculoterapia protocolar. NCT: 01420835

Contextos de início do consumo de tabaco em diferentes grupos sociais

Context of the beginning of tobacco use in different social groups

Edina Ferreira Panaino; Cássia Baldini Soares; Célia Maria Sivalli Campos

OBJETIVO: analisar aspectos contextuais do início do consumo de tabaco em diferentes grupos sociais, a partir de representações cotidianas em torno do ato de fumar. MÉTODO: realizaram-se cinco grupos focais para promover a discussão sobre os contextos do início de uso de tabaco, com grupos de pessoas que apresentaram diferentes padrões de reprodução social. A teoria das representações cotidianas fundamentou a análise dos dados, permitindo contextualizar como cada grupo representa o consumo do tabaco. RESULTADOS: os contextos de iniciação do consumo de tabaco são diversos, de acordo com os padrões de reprodução social. Existem representações comuns a todos os grupos, mas há, também, representações próprias de cada grupo social. O tabaco é representado como companheiro indispensável para os grupos em situação mais instável de reprodução social, e como instrumento de prazer e alívio de stress, para os que conseguem acessar outros bens materiais. CONCLUSÕES: o estudo contribui para expor os conceitos que se encontram socialmente disseminados sobre o consumo de tabaco, o que pode instrumentalizar o planejamento de programas e ações em saúde.

Lombalgia caracterizada pela resistência da musculatura e fatores ocupacionais associados à enfermagem

Low back pain characterized by muscle resistance and occupational factors associated with nursing

Rafael de Souza Petersen; Maria Helena Palucci Marziale

OBJETIVO: identificar os fatores ocupacionais associados à lombalgia, por meio de uma ferramenta de vigilância, e caracterizar lombalgia pela resistência dos músculos extensores lombares, entre profissionais de enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva. MÉTODOS: estudo transversal. As profissionais responderam questionário abordando fatores ocupacionais e realizaram um teste de resistência dos músculos extensores da coluna. Associações foram verificadas pelo teste t de Student ou teste de Mann-Whitney e as correlações pelo teste de Pearson. RESULTADOS: dos 48 participantes, 32 (67%) tinham lombalgia. Para o teste de resistência, os sujeitos lombálgicos permaneceram menos tempo em comparação com os sujeitos assintomáticos, mas não houve diferenças significantes (p=0,147). Contudo, a duração do episódio lombar mostrou correlação negativa significante (p=0,016) com os resultados do teste de resistência. Os principais fatores identificados como causador de lombalgia foram elementos biomecânicos e posturais, condições da estrutura muscular, e condições físicas e organizacionais. CONCLUSÕES: os principais fatores ocupacionais associados à lombalgia foram postura e características de condições físicas e organizacionais. Além disso, os extensores da coluna mostraram tendência a apresentar menor resistência entre as profissionais com dor, sendo essa evidência importante quando estratégias de prevenção e tratamento são consideradas.

Convivendo com estomas digestivos: estratégias de enfrentamento da nova realidade física

Living with digestive stomas: strategies to cope with the new bodily reality

Candela Bonill-de-las-Nieves; Miriam Celdrán-Mañas; César Hueso-Montoro; José Miguel Morales-Asencio; Concha Rivas-Marín; Magdalena Cuevas Fernández-Gallego

OBJETIVO: o objetivo deste estudo foi descrever as estratégias desenvolvidas pelas pessoas portadoras de estomas digestivos para enfrentar a sua situação. MÉTODO: foi realizado estudo qualitativo, de caráter descritivo, com 21 pessoas ostomizadas, residentes nas províncias de Málaga e Granada (Espanha). A seleção dos participantes foi feita seguindo-se os critérios de adequação e diversidade de uma amostragem intencional. A coleta de dados foi realizada através de entrevistas semiestruturadas. RESULTADOS: através da análise do conteúdo foram obtidas três categorias, em torno das quais foram desenvolvidas as diferentes estratégias: autocuidados, adaptação à mudança corporal e autoajuda. CONCLUSÃO: as estratégias desenvolvidas estão focadas para assegurar manejo eficaz do estômato, estando intimamente vinculadas à conquista da autonomia. Conhecer quais são as estratégias a serem implementadas é indispensável para oferecer, como profissionais de enfermagem, atendimento de qualidade com foco nas pessoas e sua carreira.

Fatores relacionados ao não comparecimento à consulta para receber o resultado do exame colpocitológico

Factors related to failure to attend the consultation to receive the results of the Pap smear test

Camila Teixeira Moreira Vasconcelos; Denise de Fátima Fernandes Cunha; Cássia Fernandes Coelho; Ana Karina Bezerra Pinheiro; Namie Okino Sawada

OBJETIVO: identificar os fatores relacionados ao não comparecimento das mulheres à consulta de retorno para receber o resultado do exame colpocitológico. MÉTODO: estudo transversal, realizado com 775 pacientes que se submeteram ao exame colpocitológico no Centro de Saúde da Família de Fortaleza, Ceará, entre setembro de 2010 e fevereiro de 2011. RESULTADOS: a maioria das pesquisadas era jovem (=35 anos), de baixa escolaridade (=7 anos de estudo), com início da vida sexual precoce (=20 anos) e 17,0% delas não retornaram para receber o resultado do exame. Resultados estatisticamente significantes para o não comparecimento ao retorno estiveram relacionados a: mulheres jovens (p=0,001), início precoce da atividade sexual (p=0,047) e conhecimento inadequado sobre o exame colpocitológico (p=0,029). CONCLUSÃO: o fato de a mulher não retornar para receber o resultado é um problema para o controle do câncer cervicouterino e deve ser combatido por meio de estratégias educativas que reforcem a importância do retorno para a detecção precoce desse câncer.

Vivência da sexualidade após o câncer de mama: estudo qualitativo com mulheres em reabilitação

Experience of sexuality after breast cancer: a qualitative study with women in rehabilitation

Elisabeth Meloni Vieira; Daniela Barsotti Santos; Manoel Antônio dos Santos; Alain Giami

OBJETIVO: compreender as repercussões psicossociais e culturais do câncer de mama e seus tratamentos na sexualidade de mulheres. MÉTODO: trata-se de estudo qualitativo, embasado na Teoria dos Scripts Sexuais com participação de 23 mulheres entrevistadas e participantes de grupos focais. RESULTADOS: cada categoria foi relacionada a um nível dos scripts sexuais. No nível cenário cultural destacou-se um discurso sobre sexualidade que inclui definições de atratividade sexual e sexualidade. No nível scripts interpessoais focaliza-se a categoria comunicação sobre sexualidade estabelecida com o parceiro e com profissionais de saúde; e no nível scripts da subjetividade analisam-se os relatos de melhora, piora e ausência de alterações na vida sexual após o câncer. CONCLUSÃO: a experiência do câncer envolve aspectos culturais, relacionais e subjetivos que interferem na vida sexual, assim, o profissional de saúde deve estar atento a eles para melhorar a atenção integral em saúde.

Implante coclear: a complexidade envolvida no processo de tomada de decisão pela família

Cochlear Implant: the complexity involved in the decision making process by the family

Sheila de Souza Vieira; Maria Cecília Bevilacqua; Noeli Marchioro Liston Andrade Ferreira; Giselle Dupas

OBJETIVO: compreender os significados atribuídos pela família às etapas do processo de tomada decisão para o implante coclear no filho. MÉTODO: pesquisa qualitativa, tendo o Interacionismo Simbólico e a Teoria Fundamentada nos Dados como referenciais teórico e metodológico, respectivamente. Instrumento de coleta de dados: entrevista semiestruturada. Participaram do estudo nove famílias (32 participantes). RESULTADOS: déficit de conhecimento, dificuldades em contextualizar benefícios e riscos, e medo são alguns dificultadores desse processo. Experiências advindas das interações estabelecidas com profissionais de saúde, outros usuários de implante coclear e seus familiares fortalecem a tomada de decisão para o implante. CONCLUSÃO: decidir ou não pelo implante envolve um processo complexo, em que a família precisa pesar ganhos e perdas, vivenciar sentimentos de responsabilização e culpabilidade, além de superar a aversão aos riscos. Assim, demanda cauteloso preparo e conhecimento dos profissionais envolvidos nessa intervenção.

O tratamento do câncer infantojuvenil: desvelando as vivências dos pais

The treatment of childhood cancer: unveiling the experience of parents

Gabriella Michel dos Santos Benedetti; Mara Lúcia Garanhani; Catarina Aparecida Sales

OBJETIVO: compreender as vivências de pais/mães de crianças e adolescentes com câncer, em tratamento. MÉTODO: pesquisa qualitativa, baseada na fenomenologia existencial heideggeriana, sendo entrevistados 13 pais de oito pacientes, menores de 19 anos, assistidos por uma associação beneficente. RESULTADOS: da análise emergiram três temáticas: "vivenciando os dissabores do tratamento", "temendo a possibilidade do amedrontador" e "experienciando o descuido do outro". Evidencia-se que, durante e após o tratamento, os pais vivenciam o medo do desconhecido e a incerteza do porvir de seus filhos, especialmente ao testemunharem a morte de outras crianças; experienciam também a indiferença de profissionais dos serviços de saúde local, sentindo-se desamparados e inseguros. CONCLUSÃO: considera-se indispensável que os profissionais da área da saúde, com destaque para os de enfermagem, reflitam sobre suas ações de cuidados voltadas aos pais de filhos com câncer, reconhecendo suas necessidades existenciais, visando auxiliá-los em sua facticidade.

Envolvimento dos pais nos cuidados de saúde de crianças hospitalizadas

The involvement of parents in the healthcare provided to hospitalzed children

Elsa Maria de Oliveira Pinheiro de Melo; Pedro Lopes Ferreira; Regina Aparecida Garcia de Lima; Débora Falleiros de Mello

OBJETIVO: analisar respostas de pais e profissionais de saúde sobre o envolvimento dos pais no cuidado da criança hospitalizada. MÉTODO: estudo exploratório, com análise qualitativa dos dados, fundamentado no quadro conceitual do cuidado em saúde em pediatria. RESULTADOS: três dimensões do envolvimento foram destacadas: cotidiano dos cuidados com a saúde da criança, perspectivas do envolvimento dos pais e continuidade dos cuidados, com aspectos relacionados à presença e à participação dos pais, benefícios à criança e família, necessidades de informação, responsabilização, direito à saúde, infraestrutura hospitalar, realização de cuidados, comunicação entre pais e serviços de saúde, aprendizagem compartilhada e seguimento após a alta hospitalar. CONCLUSÃO: o envolvimento dos pais nos cuidados de saúde admite múltiplos significados para os pais, enfermeiros e médicos, com desafios para desenvolver com e para os pais estratégias singulares, mobilizando competências parentais e contribuindo para ampliar autonomia e tomadas de decisão nos cuidados com a saúde da criança.

Estresse parental em mães de crianças e adolescentes com paralisia cerebral

Parental stress in mothers of children and adolescents with cerebral palsy

Maysa Ferreira Martins Ribeiro; Ana Luiza Lima Sousa; Luc Vandenberghe; Celmo Celeno Porto

OBJETIVOS: avaliar o estresse parental de mães de crianças e adolescentes com paralisia cerebral; verificar se o estresse parental sofre variações dependentes do nível de comprometimento motor, das fases da vida em que os filhos se encontram e de variáveis sociodemográficas. MÉTODO: estudo transversal e descritivo com 223 mães de crianças e adolescentes com paralisia cerebral. RESULTADOS: das mães, 45,3% apresentaram altos níveis de estresse, existem diferenças no estresse entre as mães de filhos com leve e grave comprometimento motor, mães de crianças maiores estavam mais estressadas do que mães de crianças menores e de adolescentes, o trabalho remunerado e o lazer reduziram o estresse. CONCLUSÃO: mães de crianças e adolescentes com paralisia cerebral, cujos filhos apresentam comprometimento motor, de leve a grave, são vulneráveis ao estresse parental. Trabalho remunerado e atividades de lazer foram os fatores que mais contribuíram para reduzir o estresse.

Como os profissionais da Atenção Básica enfrentam a violência na gravidez?

How do primary health care professionals deal with pregnant women who are victims of domestic violence?

Dora Mariela Salcedo-Barrientos; Paula Orchiucci Miura; Vanessa Dias Macedo; Emiko Yoshikawa Egry

OBJETIVO: conhecer como os profissionais da Estratégia de Saúde da Família reconhecem e enfrentam o fenômeno da violência doméstica contra as mulheres grávidas. MÉTODO: estudo de abordagem qualitativa, ancorado na Teoria de Intervenção Práxica da Enfermagem em Saúde Coletiva. Foram entrevistados 14 profissionais de uma Unidade Básica de Saúde da zona leste de São Paulo, Brasil. Os dados empíricos foram analisados em grupos temáticos e discutidos com base na literatura e referencial adotado pelo estudo. RESULTADOS: a análise dos discursos identificou: invisibilidade da violência doméstica diante do baixo número de notificações de casos; falta de formação e capacitação dos profissionais de saúde com relação ao fenômeno; dificuldades desses profissionais no processo de identificação e intervenção devido a questões pessoais, a posturas preconceituosas e moralistas e ao método de trabalho pautado nos aspectos biológicos e, por fim, a análise identificou a importância do vínculo entre os profissionais da saúde e a mulher grávida no processo de identificação e intervenção da violência doméstica. CONCLUSÃO: há imediata necessidade de se desenvolver as competências dos profissionais e modificar os processos de trabalho para o enfrentamento da violência doméstica, prioritariamente nas adolescentes grávidas vítimas de violência.

Qualidade dos cuidados de enfermagem e satisfação do paciente atendido em um hospital de ensino

Quality of nursing care and satisfaction of patients attended at a teaching hospital

Juliana Santana de Freitas; Ana Elisa Bauer de Camargo Silva; Ruth Minamisava; Ana Lúcia Queiroz Bezerra; Maiana Regina Gomes de Sousa

OBJETIVOS: avaliar a qualidade dos cuidados de enfermagem, a satisfação do paciente e a correlação entre ambos. MÉTODO: estudo transversal, realizado com 275 pacientes internados em um hospital de ensino da Região Centro-Oeste do Brasil. Os dados foram obtidos por meio da aplicação simultânea de três instrumentos. A seguir, foram digitados em banco de dados eletrônico e analisados em função da positividade, valor de mediana e coeficientes de correlação de Spearman. RESULTADOS: dentre os cuidados de enfermagem avaliados, apenas dois foram considerados seguros - higiene e conforto físico; nutrição e hidratação - e os demais foram classificados como pobres. Todavia, os pacientes mostraram-se satisfeitos com os cuidados recebidos nos domínios avaliados: técnico-profissional, confiança e educacional. Isso pode ser justificado pela correlação fraca a moderada observada entre essas variáveis. CONCLUSÃO: apesar do déficit de qualidade, houve alto nível de satisfação dos pacientes com os cuidados de enfermagem recebidos. Tais resultados apontam a necessidade de a instituição centrar seus objetivos num sistema de avaliação permanente da qualidade do cuidado, visando o atendimento das expectativas dos pacientes.

Continuidade do Cateterismo Vesical Intermitente: pode o suporte social contribuir?

Continuous use of intermittent bladder catheterization - can social support contribute?

Marjoyre Anne Lindozo Lopes; Elenice Dias Ribeiro de Paula Lima

OBJETIVO: investigar fatores que interferem na adequada continuidade do cateterismo intermitente e sua relação com suporte social. MÉTODO: estudo seccional, descritivo e correlacional, realizado entre 49 pacientes com bexiga neuropática, por lesão medular. RESULTADOS: quase todos (92%) deram continuidade ao cateterismo intermitente, mas 46,9% fizeram alguma modificação na técnica. As complicações (28,6% da amostra) consistiram principalmente em infecção e litíase vesical. O suporte social teve escores altos para quem compunha a rede social do paciente. CONCLUSÃO: todos percebiam ótimo suporte dos familiares, mas não da estrutura social em geral. Dificuldades foram relacionadas à falta de material e de infraestrutura adequada, induzindo modificações, favorecendo complicações urológicas.

Um modelo comportamental de doadores de sangue e estratégias de marketing para atração e fidelidade

A behavior model for blood donors and marketing strategies to retain and attract them

Covadonga Aldamiz-echevarria; Maria Soledad Aguirre-Garcia

OBJETIVO: analisar e propor um modelo teórico que descreva o processo de tomada de decisão dos doadores de sangue, com a finalidade de ajudar o pessoal que trabalha nos bancos de sangue (enfermeiras e outros), em seus esforços de captar e fidelizar os doadores. MÉTODO: análise de vários estudos sobre as motivações para doar sangue na Espanha, nos últimos seis anos, e estudo da literatura sobre o assunto, a experiência dos autores nos últimos 25 anos em mais de 15 organizações não governamentais, com diferentes níveis de responsabilidade, suas experiências como doadores de sangue e entrevistas informais desenvolvidas durante esses 25 anos. RESULTADOS: apresenta-se um modelo, incluindo diversos fatores internos e externos que influenciam o processo de doação de sangue, assim como as diferentes fases desse processo. CONCLUSÃO: o conhecimento do comportamento do doador de sangue permite o desenvolvimento de atividades de marketing que contribuem para aumentar o número de doadores e doações.

Cuidados de enfermagem em pacientes com tuberculose em um sanatório espanhol 1943-1975

Nursing care in Tuberculosis patients at a Spanish sanatorium, 1943-1975

Paola Galbany-Estragués

OBJETIVOS: o objetivo deste estudo foi identificar como era o perfil dos enfermeiros, quais eram as condições de trabalho e descrever os cuidados de enfermagem de um sanatório, localizado em Barcelona, Espanha, entre 1943 e 1975. MÉTODO: estudo histórico, realizado entre 2008 e 2010, a partir de fontes orais, cinco testemunhas diretas e uma indireta, e a análise de documentos escritos. Os dados dos testemunhos foram coletados através de entrevista semiestruturada. RESULTADOS: verifica-se que os enfermeiros, em sua maioria mulheres religiosas, dispunham de recursos materiais e financeiros escassos, e não contavam com medidas preventivas para o atendimento aos pacientes. As enfermeiras realizavam atividades voltadas para as necessidades básicas de bem-estar físico e espiritual. CONCLUSÃO: o estudo revela como as enfermeiras, apesar de trabalharem em condições hostis, procuravam salvaguardar o bem-estar dos pacientes e acompanhá-los durante o processo de morte.

Fatores de risco para diabetes mellitus tipo 2 em universitários: associação com variáveis sociodemográficas

Risk factors for Type 2 Diabetes Mellitus in college students: association with sociodemographic variables

Adman Câmara Soares Lima; Márcio Flávio Moura Araújo; Roberto Wagner Júnior Freire de Freitas; Maria Lúcia Zanetti; Paulo César de Almeida; Marta Maria Coelho Damasceno

OBJETIVO: identificar os fatores de risco modificáveis para diabetes mellitus tipo 2 em universitários e associar esses fatores com as variáveis sociodemográficas. MÉTODO: estudo transversal realizado com 702 universitários de Fortaleza, CE, Brasil. Coletaram-se dados sociodemográficos e antropométricos sobre a prática de atividade física, níveis de pressão arterial e glicemia plasmática de jejum. RESULTADOS: o fator de risco mais prevalente foi o sedentarismo, seguido pelo excesso de peso, obesidade central, glicemia plasmática de jejum elevada e hipertensão arterial. Houve associação estatisticamente significante entre excesso de peso com o sexo (p=0,000), idade (p=0,004) e estado civil (p=0,012), bem como da obesidade central com a idade (p=0,018) e estado civil (p=0,007) e, também, da glicemia plasmática de jejum elevada com o sexo (p=0,033). CONCLUSÃO: distintos fatores de risco estiveram presentes na população investigada, com destaque para o sedentarismo e o excesso de peso.

Conhecimento sobre hipertensão arterial e fatores associados à não adesão à farmacoterapia

Knowledge about hypertension and factors associated with the non-adherence to drug therapy

Mayckel da Silva Barreto; Annelita Almeida Oliveira Reiners; Sonia Silva Marcon

OBJETIVOS: identificar o nível de conhecimento de pessoas com hipertensão arterial acerca da doença e verificar os fatores associados à não adesão à farmacoterapia anti-hipertensiva. MÉTODO: estudo transversal, realizado com 422 indivíduos. Os dados foram coletados nos domicílios, entre dezembro de 2011 e março de 2012, por meio de entrevistas, utilizando os instrumentos: Questionário de Adesão a Medicamentos, Índice de Complexidade da Farmacoterapia e um roteiro com questões relativas ao perfil sociodemográfico, satisfação com o serviço de saúde e conhecimento sobre a doença. RESULTADOS: 42,6% não aderiram à farmacoterapia e 17,7% possuíam conhecimento insatisfatório sobre a doença. Os fatores associados à não adesão foram: farmacoterapia complexa, conhecimento insatisfatório sobre a doença e insatisfação com o serviço de saúde. CONCLUSÃO: os achados reforçam que prescrições farmacológicas complexas, pouco conhecimento sobre a doença e insatisfação com o serviço de saúde influenciam no processo de não adesão ao tratamento medicamentoso anti-hipertensivo.

Alinhamento entre a Ontologia da CIPE® 2.0 e a proposta de uma Ontologia Brasileira da CIPE®

Alignment of ICNP® 2.0 Ontology and a proposed INCP® Brazilian Ontology

Carina Maris Gaspar Carvalho; Marcia Regina Cubas; Andreia Malucelli; Maria Miriam Lima da Nóbrega

OBJETIVO: alinhar a Ontologia da CIPE®, versão 2.0, e a proposta de uma Ontologia Brasileira da CIPE®. MÉTODO: estudo documental, exploratório e descritivo, cujas bases empíricas foram: a Ontologia da CIPE® 2.0 e a Ontologia Brasileira da CIPE®. Para o alinhamento entre ambas foi aplicada uma ferramenta computacional, cujos algoritmos identificam correspondências entre conceitos, os quais foram organizados e analisados segundo: nomes, classes irmãs, pais, filhos e presença ou ausência. RESULTADOS: 2.682 conceitos presentes na Ontologia CIPE® 2.0 e ausentes na Ontologia Brasileira; 717 conceitos presentes na Ontologia Brasileira e ausentes na Ontologia CIPE® 2.0 e 215 pares de conceitos correspondentes. CONCLUSÃO: acredita-se que as correspondências identificadas neste estudo possam contribuir para a interoperabilidade entre as representações dos elementos da prática de enfermagem pela CIPE®, viabilizando a padronização dos registros de enfermagem a partir dessa classificação.

Pressupostos teóricos da sensibilidade de Maffesoli e Aprendizagem Baseada em Problemas na Educação de Enfermagem

Theoretical assumptions of Maffesoli's sensitivity and Problem-Based Learning in Nursing Education

María-Aurora Rodríguez-Borrego; Rosane Gonçalves Nitschke; Marta Lenise do Prado; Jussara Gue Martini; María-Dolores Guerra-Martín; Carmen González-Galán

OBJETIVO: compreender o cotidiano e o imaginário dos alunos de Enfermagem em seu processo socializador do conhecimento, através da estratégia de Aprendizagem Baseada em Problemas. MÉTODO: Pesquisa-Ação, desenvolvida com 86 alunos da segunda turma de um curso de graduação em Enfermagem, na Espanha. Utilizou-se um Questionário de Incidências Críticas e Entrevista Grupal, análise temática/categorial, triangulação de investigadores, sujeitos e técnicas. RESULTADOS: os estudantes indicaram a necessidade de se ter uma visão de dentro, reforçando a crítica contra o dualismo esquemático; a Aprendizagem Baseada em Problemas possibilita: aprender a estar com o outro, com sua solidariedade mecânica e orgânica; o sentir juntos, com ênfase no aprender a trabalhar em grupo e querer estar próximo daquele que cuida. CONCLUSÕES: as grandes contradições vividas pelos protagonistas do processo, os estudantes, parecem expressar que a aprendizagem grupal não é uma forma de ganhar conhecimentos, ao tirar seu tempo para estudar. O cotidiano, o tempo de execução e o imaginário de como precisa ser a aprendizagem parece não possuir um ponto de encontro na utilização da Aprendizagem Baseada em Problemas. Reforça-se a importância de enfocar o cotidiano e o imaginário quando se pensa na educação em enfermagem.

Artigos de Revisão

A efetividade do hidrocoloide versus outras coberturas na cicatrização de úlceras por pressão em adultos e idosos: revisão sistemática e metanálise

The effectiveness of hydrocolloid dressings versus other dressings in the healing of pressure ulcers in adults and older adults: a systematic review and meta-analysis

Franciele Soares Pott; Marineli Joaquim Meier; Janislei Giseli Dorociak Stocco; Karla Crozeta; Janyne Dayane Ribas

OBJETIVO: avaliar a efetividade do hidrocoloide na cicatrização de úlcera por pressão em pacientes adultos e idosos. MÉTODO: revisão sistemática com metanálise, baseada nas recomendações do Cochrane Handbook. A busca foi realizada nas bases de dados Medical Literature Analysis and Retrieval System Online, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, Cochrane Database, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature, Web of Science e Scientific Eletronic Library Online e Scientific Eletronic Library Online. RESULTADOS: foram identificados 646 estudos primários, avaliados 69 e selecionados nove, que se referiam à utilização do curativo de hidrocoloide na cicatrização, desses, quatro estudos possibilitaram a metanálise. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos hidrocoloide e espumas (p-valor=0,84; Odds Ratio 1.06, IC 95% 061-1.86). Foi observada discreta superioridade do curativo de poliuretano em relação ao hidrocoloide. CONCLUSÃO: as evidências não foram suficientes para afirmar se a eficácia do hidrocoloide é superior a outros curativos. Sugere-se a realização de ensaios clínicos randomizados para verificar a eficácia dessa intervenção na cicatrização de úlceras por pressão em relação a outros tratamentos.

Errata

Financiamento:CNPqSIBi

Contato

Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP
Revista Latino-Americana de Enfermagem
Av. Bandeirantes, 3900 - Vila Monte Alegre
CEP: 14040-902 - Ribeirão Preto, SP, Brasil

Telefone: +55 (16) 3315-3451, +55 (16) 3315-4407
E-mail: rlae@eerp.usp.br