JCR: 0,634; SJR: 0,396; H Index Scopus: 26; Qualis na área de Enfermagem: A1

ISSN: 1518-8345

  • USP
  • Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP
  • Who Collaborating Centre

Número: V19N5

Artigos Originais

As ciências básicas e a enfermagem

Basic sciences and nursing

Evelin Capellari Cárnio

Uma sessão de Reiki em enfermeiras diagnosticadas com síndrome de Burnout tem efeitos benéficos sobre a concentração de IgA salivar e a pressão arterial

The application of Reiki in nurses diagnosed with Burnout Syndrome has beneficial effects on concentration of salivary IgA and blood pressure

Lourdes Díaz-Rodríguez; Manuel Arroyo-Morales; Irene Cantarero-Villanueva; Carolina Férnandez-Lao; Marie Polley; César Fernández-de-las-Peñas

O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos imediatos na imunoglobulina A salivar (IgAs), na atividade de a-amilase e na pressão arterial, após uma aplicação de Reiki em enfermeiras que sofrem da síndrome de Burnout. Foi realizado ensaio clínico randomizado duplo-cego e placebo controlado, com desenho cruzado. Dezoito enfermeiras (idade entre 34 e 56 anos), com síndrome de Burnout, participaram do estudo. As participantes receberam tratamento com Reiki ou Reiki falso, de acordo com a ordem estabelecida, através da randomização em dois dias distintos. O teste de Anova mostrou interação significativa entre o momento da intervenção e a pressão arterial diastólica (F=4,92, p=0,04) e os níveis de sIgA (F=4,71, p=0,04). Conclui-se que uma sessão de Reiki de 30 minutos pode melhorar de forma imediata a resposta de IgAs e da pressão arterial diastólica em enfermeiras com síndrome de Burnout.

Atitudes pré-hospitalares adotadas por pacientes frente aos sintomas de infarto agudo do miocárdio

Pre-hospital attitudes adopted by patients faced with the symptoms of acute myocardial infarction

Viviane de Araújo Gouveia; Edgar Guimarães Victor; Sandro Gonçalves de Lima

Esta série de casos teve o objetivo de avaliar as condutas adotadas pelos pacientes, durante a fase pré-hospitalar do infarto agudo do miocárdio (IAM). Avaliaram-se 115 indivíduos portadores de IAM, com supradesnivelamento do segmento ST. Foi aplicado o teste qui-quadrado e o teste exato de Fisher. Os indivíduos que não associaram os sintomas à doença cardiovascular atribuíram, mais frequentemente, às seguintes origens: gastrointestinal (38%), osteomuscular (29,7%), intoxicação alimentar e/ou medicamentosa (8,5%) e decorrentes do aparelho respiratório (6,3%). A proporção de desfechos maiores e de pacientes que chegaram à emergência após 12 horas foi mais elevada entre mulheres, indivíduos com renda mensal de até um salário mínimo, que usaram analgésicos e não associaram os sintomas à doença cardiovascular. Constatou-se que indivíduos em condições socio-conômicas desfavoráveis, que interpretaram os sintomas de forma incorreta, chegaram mais tardiamente à emergência e apresentaram piores desfechos intra-hospitalares.

Qualidade de vida relacionada à saúde de sujeitos internados, decorrente da primeira síndrome coronariana aguda

Health-related quality of life in patients admitted after a first episode of acute coronary syndrome

Carina Aparecida Marosti Dessotte; Rosana Aparecida Spadoti Dantas; André Schmidt; Lídia Aparecida Rossi

O objetivo deste estudo foi investigar a qualidade de vida relacionada à saúde, baseada nas últimas quatro semanas que antecederam a primeira internação, por uma síndrome coronariana aguda, e descrever potenciais associações entre a qualidade de vida, sexo e tratamento prévio para outras doenças cardiovasculares. Usou-se, como método, o estudo descritivo e exploratório, do tipo transversal, realizado em dois hospitais públicos no interior do Estado de São Paulo. Dos 253 sujeitos estudados, 69,2% eram homens, 69,6% casados, ou viviam com um parceiro, e 58,1% eram profissionalmente ativos antes da internação. A idade média era de 57,9 anos. Os maiores escores obtidos foram no domínio aspectos sociais (X=86,1), enquanto o domínio mais comprometido foi aspectos físicos (X=57,7). Conclui-se que as mulheres, assim como os sujeitos que já faziam tratamento prévio para outras doenças cardiovasculares, apresentaram pior qualidade de vida, e as diferenças foram todas estatisticamente significantes (p<0,05).

Ensaio clínico randomizado para avaliação de dor e hematoma em administração de medicamentos por via subcutânea e intramuscular: há necessidade de troca de agulhas?

Randomized clinical trial to assess pain and bruising in medicines administered by means of subcutaneous and intramuscular needle injection: Is it necessary to have needles changed?

Luiz Carlos Ribeiro Lamblet; Edilson Sant'Anna Meira; Silvana Torres; Barbara Carvalho Ferreira; Sergio Dias Martucchi

Este ensaio clínico teve como objetivo comparar a intensidade da dor e hematoma consequentes a injeções por via subcutânea e intramuscular, utilizando seringas e agulhas fixas retráteis e seringas com agulhas não conjugadas, em hospital público na cidade de São Paulo, durante seis meses. Foi avaliada a percepção da dor na injeção intramuscular (n=1.000) e na subcutânea (n=240). Na aplicação por via subcutânea, verificou-se também a formação de hematoma. A pontuação de dor e hematoma foi maior no grupo com agulhas não conjugadas (p<0,001 e p<0,029, respectivamente). O poder do teste em relação à escala de dor foi de 0,98. Recomenda-se o uso de agulha fixa retrátil na aplicação de injeções intramusculares e subcutâneas. Registro de ensaio clínico nº NCT01271608.

Carga de trabalho de enfermagem em uma unidade de internação

Nursing workload in an inpatient unit

Ana Paula de Brito; Edinêis de Brito Guirardello

O objetivo deste estudo foi avaliar a carga de trabalho de enfermagem em uma unidade de internação de um hospital de ensino. Trata-se de estudo descritivo, com a aplicação do Nursing Activities Score (NAS), por 30 dias consecutivos. Foram 1.080 observações obtidas do registro de 156 pacientes, e a média do NAS foi de 47,31%. Considerando que cada ponto do NAS corresponde a 0,24h, foram requeridas, em média, 11,35 horas de enfermagem na assistência em 24 horas, o que corresponde a um perfil de pacientes que requer cuidados semi-intensivos e intensivos, sugerindo que o NAS pode ser utilizado para avaliar a carga de trabalho de enfermagem nessa unidade.

Lesões na córnea: incidência e fatores de risco em Unidade de Terapia Intensiva

Corneal injuries: incidence and risk factors in the Intensive Care Unit

Andreza Werli-Alvarenga; Flávia Falci Ercole; Fernando Antônio Botoni; José Aloísio Dias Massote Mourão Oliveira; Tânia Couto Machado Chianca

Pacientes internados em unidade de terapia intensiva (UTI) podem apresentar risco para lesão na córnea devido à sedação ou coma. Este estudo teve por objetivo estimar a incidência das lesões na córnea, identificar os fatores de risco e propor modelo de predição de risco para o desenvolvimento de lesão na córnea, em pacientes adultos, em unidade de terapia intensiva, de um hospital público. É estudo de coorte prospectiva de um ano, com 254 pacientes. Os dados foram analisados por estatística descritiva, univariada e de regressão logística. Dos 254 pacientes, 59,4% tiveram lesão na córnea e o tempo médio para o seu aparecimento foi de 8,9 dias. As variáveis independentes que predispõem ao risco para lesão na córnea, tipo puntacta, foram: tempo de internação, outro dispositivo de assistência ventilatoria, presença de edema e piscar de olhos menor que cinco vezes por minuto. Escala de coma de Glasgow e exposição de globo ocular foram as variáveis relacionadas à lesão na córnea do tipo úlcera de córnea. As lesões foram do tipo puntacta (55,1%) e úlceras de córnea (11,8%). Modelos de predição de risco para lesões na córnea do tipo puntacta e úlcera foram estabelecidos.

Prevalência de depressão em trabalhadores de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva: estudo em hospitais de uma cidade do noroeste do Estado São Paulo

Depression prevalence in Intensive Care Unit nursing workers: a study at hospitals in a northwestern city of São Paulo State

Divane de Vargas; Ana Paula Vieira Dias

Estudo realizado com o objetivo de estimar a prevalência de depressão em trabalhadores de enfermagem de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) de hospitais, de uma cidade do noroeste do Estado São Paulo, analisando sua associação às características sociodemográficas dos participantes. Aplicou-se o inventário de depressão de Beck a uma amostra 67 trabalhadores de enfermagem de três hospitais gerais. Observou-se prevalência de 28,4% de depressão. A análise pelo modelo múltiplo demonstrou associação significativa entre depressão e estado civil (OR=1,52), trabalho noturno (OR=1,46) e dupla jornada (OR=2,11). Foram significativos, ainda, os percentuais de trabalhadores que relataram desânimo, tristeza e desesperança. Conclui-se que é significativa a prevalência de depressão e que maior atenção deve ser dada a esse problema enfrentado pelos trabalhadores dessas unidades. Sugere-se a realização de outros estudos na busca por ampliar o conhecimento sobre a temática os quais podem respaldar estratégias que visem assegurar ao trabalhador de enfermagem, das UTIs, atenção a suas necessidades de saúde física e psíquica.

Avaliação da sensibilidade e da especificidade dos critérios para isolamento de pacientes admitidos em um hospital especializado em oncologia

Evaluation of the sensitivity and specificity of criteria for isolation of patients admitted to a specialized cancer hospital

Caroline Cataneo; Silvia Rita Marin da Silva Canini; Paulo de Tarso Oliveira e Castro; Miyeko Hayashida; Elucir Gir

O isolamento precoce de pacientes, possivelmente colonizados por microrganismos multirresistentes, pode minimizar sua disseminação, reduzindo os casos de infecção hospitalar e os custos associados. O objetivo deste estudo foi identificar a sensibilidade e especificidade dos critérios para isolamento de pacientes admitidos num hospital especializado em oncologia. Como método, usou-se o estudo transversal. A população foi composta por 61 pacientes, admitidos no período de 1º março a 31 de agosto de 2009, e procedentes de outros hospitais. Foi preenchido instrumento de coleta de dados no momento da admissão e colhidas amostras da região nasal e anal para cultura microbiológica. Os resultados mostraram que, dos 56 pacientes que preencheram os critérios de isolamento, 30 (49,2%) tiveram culturas positivas para microrganismos multirresistentes e o Staphylococcus aureus resistente à oxacilina foi o mais frequentemente identificado. A maioria dos pacientes colonizados foi isolada no momento da admissão. Conclui-se que a sensibilidade dos critérios para isolamento foi de 90% e a especificidade de 6,5%.

Grau de adesão e conhecimento sobre tratamento psicofarmacológico entre pacientes egressos de internação psiquiátrica

Adherence level and knowledge about psychopharmacological treatment among patients discharged from psychiatric internment

Lucilene Cardoso; Adriana Inocenti Miasso; Sueli Aparecida Frari Galera; Beatriz Marques Maia; Rafael Braga Esteves

O objetivo deste trabalho foi identificar o grau de adesão ao tratamento psicofarmacológico dos pacientes egressos de internação psiquiátrica e seu conhecimento quanto à sua prescrição e diagnóstico. Trata-se de estudo exploratório, descritivo, prospectivo, realizado em um núcleo de saúde mental. A amostra foi composta por todos os clientes desse serviço que tiveram alta de internação psiquiátrica, no período de coleta, sendo utilizado um questionário sociodemográfico e o teste de adesão de Morisky e Green como instrumentos. Os dados foram analisados por medidas de tendência central. Fizeram parte da amostra 48 pacientes e, em relação à adesão, observou-se que 70,8% deles foram classificados como baixo grau de adesão ao tratamento psicofarmacológico. Além disso, apenas vinte e um pacientes sabiam informar qual era seu diagnóstico, e a maioria deles não sabia, ou sabia parcialmente, o nome e dosagem de todos os medicamentos a eles prescritos.

Estresse no trabalho da enfermagem em hospital de pronto-socorro: análise usando a Job Stress Scale

Workplace stress in nursing workers from an emergency hospital: Job Stress Scale analysis

Janete de Souza Urbanetto; Priscila Costa da Silva; Eveline Hoffmeister; Bianca Souza de Negri; Bartira Ercília Pinheiro da Costa; Carlos Eduardo Poli de Figueiredo

Trata-se de estudo cujo objetivo foi identificar o estresse no trabalho, segundo a Job Stress Scale, e associá-lo aos aspectos sociodemográficos e laborais de trabalhadores de enfermagem de um hospital de pronto-socorro. É estudo tipo transversal, cujos dados foram coletados por meio de questionário, com 388 profissionais de enfermagem. A análise foi realizada pela estatística descritiva, análise univariada e multivariada. Através dos resultados identificaram-se associação significativa com o cargo de técnico/auxiliar de enfermagem, tempo no cargo superior a 15 anos e baixo apoio social, com chances respectivas de 3,84, 2,25 e 4,79 maiores para o quadrante alto desgaste. Demonstra-se, assim, que os aspectos relacionados ao ambiente de trabalho devem ser acompanhadas pelos órgãos competentes no intuito de investir na qualidade de vida no trabalho da enfermagem.

A história cultural e a estética dos cuidados de enfermagem

Cultural history and aesthetics of nursing care

José Siles González; Maria del Carmen Solano Ruiz

O objetivo deste artigo foi esclarecer o papel da estética na organização e motivação dos cuidados ao longo história. A seguir, são mostradas as perguntas norteadoras: quais foram os valores e sentimentos estéticos que fundamentaram e motivaram os cuidados pré-profissionais e profissionais? E em quais estruturas têm sido socializados historicamente? Foram consultadas fontes secundárias e primárias, selecionadas de acordo com critérios estabelecidos para evitar viés de busca e seleção. A análise de dados foi guiada pelas categorias: habitus e conformismo lógico. Identificaram-se evidências da relação entre as estruturas sociais e os padrões estéticos pré-profissionais (maternidade, religiosidade) e profissionais (profissionalismo, tecnicismo) dos cuidados através da história em: a atividade cuidadora da unidade funcional, o referencial funcional e o elemento funcional. Conclui-se que as estruturas sociais, mediante o processo de socialização, o conformismo lógico e o habitus configuram os padrões estéticos dos cuidados, mediante sentimentos como: maternidade, religiosidade, profissionalismo, tecnicismo e humanismo.

Desenvolvimento de ambiente virtual de aprendizagem em eventos adversos em enfermagem

Development of a virtual learning environment addressing adverse events in nursing

Rosicler Xelegati; Yolanda Dora Martinez Évora

O estudo teve como objetivo desenvolver um ambiente virtual de aprendizagem (AVA) sobre gerenciamento em eventos adversos, para educação permanente de enfermeiros, abordando as temáticas: úlcera por pressão, erros de medicação, flebite, queda e perda de sonda nasogastroenteral. O referencial pedagógico foi fundamentado na teoria de processamento de informação e a metodologia, uma pesquisa aplicada, utilizou o modelo de desenvolvimento de programas de instrução auxiliada pelo computador (CAI). O ambiente foi desenvolvido na linguagem HTML, utilizando o programa Microsoft Office Word 2003®. Os exercícios de avaliação, inseridos em cada módulo, foram criados pelas autoras deste estudo, com a utilização do programa Hot Potatoes, versão 6.0, para Windows. Conclui-se que a metodologia adotada foi adequada para o alcance do objetivo proposto. Como metas futuras, as autoras avaliarão o produto desenvolvido e verificarão a possibilidade de seu uso nos serviços de enfermagem.

Conhecimentos e atitudes de docentes e alunos em enfermagem na interface espiritualidade, religiosidade e saúde

Knowledge and attitudes of nursing professors and students concerning the interface between spirituality, religiosity and health

Claudia de Souza Tomasso; Ideraldo Luiz Beltrame; Giancarlo Lucchetti

Objetivou-se com o presente estudo comparar conhecimentos e atitudes dos docentes e discentes de Enfermagem frente à interface espiritualidade, religiosidade e saúde. Para isso, realizou-se estudo transversal, com 30 docentes e 118 discentes de Enfermagem. Como resultados, mais de 95% dos participantes possuíam algum tipo de filiação religiosa, 96% acreditavam que a espiritualidade influenciava muito na saúde do paciente, e 77% sentiam vontade de abordar o assunto. Entretanto, somente 36% julgavam-se preparados, e a maioria acreditava que a universidade não proporcionava todas as informações necessárias sobre o tema. Não houve diferenças estatísticas entre a religiosidade de docentes e discentes de Enfermagem, porém, houve marcante diferença entre suas práticas clínicas e opiniões a respeito da espiritualidade e de sua implementação no currículo. As principais barreiras ao abordar o assunto foram: medo de impor as próprias crenças, falta de tempo e medo de ofender os pacientes.

Cuidar em novo tempo: o trabalho de cuidadores com pacientes psiquiátricos em moradias

Care in a new age: the work of caregivers with psychiatric patients in houses

Neila Sprioli; Maria Cristina Silva Costa

O objetivo deste estudo foi analisar o trabalho de cuidadores de pacientes psiquiátricos, em dois tipos de serviços residenciais terapêuticos. A pesquisa recorreu ao método etnográfico, baseado na teoria interpretativa, e utilizou as técnicas de observação participante e entrevistas em profundidade. Os sujeitos principais são onze cuidadores e os sujeitos secundários, quatro supervisores. Os principais achados consistem na identificação da formação e capacitação do cuidador; atividades pelas quais se responsabiliza e concepções sobre elas, mudanças desencadeadas nos serviços residenciais, vínculo que se estabelece entre cuidadores e moradores, possibilidade de discussão regular do trabalho em supervisão e impacto dos diferentes equipamentos de moradia no cotidiano de cuidadores e pacientes. As conclusões permitem reconhecer a relevância do trabalho dos cuidadores. Ainda que lhe falte melhor definição legal, formação e capacitação adequadas, este trabalho é o principal responsável pelas mudanças comportamentais observadas nos moradores, que permitem constatar o processo de reabilitação em curso.

Características sociodemográficas e de saúde de idosos: contribuições para os serviços de saúde

Socio-demographic and health characteristics of elderly individuals: support for health services

Calíope Pilger; Mario Humberto Menon; Thais Aidar de Freitas Mathias

Trata-se de estudo epidemiológico seccional com inquérito domiciliar, com o objetivo de descrever as características sociodemográficas e as condições de saúde de idosos do município de Guarapuava, PR, Brasil. A amostra do estudo foi composta por 359 idosos inscritos nas UBSs do município. As entrevistas foram realizadas de janeiro a abril de 2010, utilizando-se a seção I e II do questionário Brazil Old Age Schedule - BOAS. Os resultados demonstraram que o sexo feminino foi prevalente (64,3%), a autopercepção de saúde foi boa para 54,6% dos idosos, as doenças mais relatadas foram hipertensão (34,9%), diabetes mellitus (12,4%) e artrite/artrose (12,2%). A maioria dos idosos utiliza prótese dentária (74,4%), 56,5% óculos ou lente de contato. Conclui-se que o conhecimento do perfil sociodemográfico e de saúde desses idosos favorece a implantação de ações específicas para essa faixa etária pelos profissionais de saúde que trabalham nesse município, além de auxiliar os gestores para formular indicadores de saúde.

Avaliação e revisão de questionários para uso entre imigrantes latinos com baixos níveis de alfabetização

Evaluation and revision of questionnaires for use among low-literacy immigrant Latinos

Karen T. D'Alonzo

À medida que número maior de imigrantes de língua espanhola participa de pesquisas, surgem questões relacionadas à adequação de instrumentos já existentes. Questionários, em versões inglesas, são frequentemente adaptados e testados com americanos de origem hispânica com nível superior. Pouco tem sido escrito sobre testes e avaliação desses instrumentos de pesquisa entre imigrantes com níveis mais baixos de escolaridade. O objetivo deste estudo foi avaliar e revisar uma bateria de questionários para intervenção com mulheres imigrantes hispânicas. Utilizou-se um processo de três etapas para avaliar, adaptar e testar as versões espanholas dos instrumentos Self-Efficacy and Exercise Habits Survey, versão abreviada para imigrantes do Hispanic Stress Inventory e o Latina Values Scale. Os instrumentos revisados demonstraram validade e confiabilidade aceitáveis. As adaptações melhoraram a compreensão dos instrumentos, aumentando a taxa de respostas e reduzindo dados omissos e respostas extremas. Limitações psicométricas da adaptação de escalas do tipo Likert também são abordadas.

A expressividade do docente universitário durante sua atuação na sala de aula: análise dos recursos verbais utilizados e suas implicações para a enfermagem

The expressiveness of a university professor in his classroom performance: analysis of verbal resources and implications for nursing

Cristiane Conceição Romano; Liliana Amorim Alves; Iara Aparecida de Oliveira Secco; Lilian Neto Aguiar Ricz; Maria Lúcia do Carmo Cruz Robazzi

A expressividade é a capacidade de o indivíduo tornar vivo seu pensamento pela linguagem e pela expressão corporal, permitindo a transmissão de informações de modo efetivo. O presente estudo objetivou investigar a expressividade do docente universitário de enfermagem ministrando aula, em relação aos seus recursos verbais, a partir do julgamento dos alunos. Trata-se de investigação descritiva, quantitativa, desenvolvida em uma instituição de ensino superior, para a qual foram utilizados instrumentos específicos de avaliação da expressividade. Realizou-se a filmagem de uma aula do referido docente, que foi primeiramente avaliado por três experts fonoaudiólogos e, depois, submetido ao julgamento por parte de 141 alunos que não haviam tido contato prévio com o mesmo. Os resultados mostraram que alunos e experts foram concordantes em seu julgamento sobre as habilidades expressivas do professor universitário de enfermagem, o que comprovou a capacidade e a propriedade dos discentes na avaliação dessa habilidade de comunicação.

Ruído na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e no interior da incubadora

Noise at the Neonatal Intensive Care Unit and inside the incubator

Eliana Moreira Pinheiro; Ruth Guinsburg; Marco Antonio de Araujo Nabuco; Tereza Yoshiko Kakehashi

Este trabalho teve por objetivo identificar o nível de pressão sonora (NPS) da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) e do interior da incubadora de um hospital escola de uma universidade pública de São Paulo, SP, Brasil. Como método para essa identificação, tanto do NPS da UTIN como do NPS da incubadora, foram utilizados quatro dosímetros, em janeiro de 2010. Os resultados obtidos apontam que o NPS da UTIN variou entre 52,6 dBA e 80,4 dBA, e que o NPS do interior da incubadora foi de 45,4dBA a 79,1dBA. Evidenciou-se que tanto o NPS da UTIN como o do interior da incubadora estão acima dos recomendados, sendo mais altos na UTIN do que na incubadora. Embora haja alguns fatores específicos relacionados ao NPS no interior da incubadora, perfis acústicos da UTIN e da incubadora são como sistema: elevação/redução do NPS da UTIN, geralmente, tende a elevar/reduzir o NPS no interior da incubadora. Portanto, pode-se concluir que o presente estudo aponta para a importância do monitoramento simultâneo dos NPS da UTIN e do interior da incubadora.

Vínculo familiar de usuários de crack atendidos em uma unidade de emergência psiquiátrica

Family ties of crack cocaine users cared for in a psychiatric emergency department

Maycon Rogério Seleghim; Sônia Regina Marangoni; Sonia Silva Marcon; Magda Lúcia Félix de Oliveira

O objetivo deste estudo foi conhecer o vínculo familiar de usuários de crack, atendidos em uma unidade de emergência psiquiátrica do Sul do Brasil. Trata-se de pesquisa qualitativa, com delineamento de série de casos, realizada no município de Maringá, PR, no período de abril a junho de 2010. Para a coleta dos dados utilizou-se roteiro semiestruturado de entrevista. Os dados foram analisados seguindo a técnica de análise de conteúdo e organizados em duas categorias: o vínculo familiar como facilitador do uso de crack e outras drogas, e o vínculo familiar fragmentado de usuários de crack. Entre os dez usuários investigados, evidenciou-se a perda dos vínculos relacionais com a família e o meio social, presença de drogas e violência no ambiente familiar. A realização de pesquisas sobre o uso de crack e sua interface com a família deve ser estimulada, visto que as famílias possuem papel fundamental na iniciação e continuidade ao uso de drogas.

Mensuração de indicadores de qualidade em centro cirúrgico: tempo de limpeza e intervalo entre cirurgias

Measuring quality indicators in the operating room: cleaning and turnover time

Marli de Carvalho Jericó; Márcia Galan Perroca; Vivian Colombo da Penha

Este estudo exploratório-descritivo foi conduzido na unidade de centro cirúrgico de um hospital de ensino, tendo por objetivos: mensurar o tempo despendido para limpeza concorrente pelo Serviço de Higiene e Limpeza, em sala de operação, e o intervalo entre as cirurgias, e investigar a associação entre o tempo de limpeza e porte e especialidade da cirurgia, período de ocorrência e tamanho da sala. A amostra foi constituída por 101 (estudo tempo de limpeza) e 60 cirurgias (estudo intervalo entre cirurgias). O método de Kaplan-Meier foi utilizado para análise do tempo e a correlação de Pearson para o estudo das associações. O tempo da limpeza concorrente da sala foi de 7,1 minutos e o do intervalo entre cirurgias de 35,6 minutos. Não se encontrou correlação entre tempo de limpeza e demais variáveis. Esses achados instrumentalizam os enfermeiros no uso eficiente de recursos, agilizando o processo de trabalho em centro cirúrgico.

A profissionalização da enfermagem brasileira na mídia escrita no final do século XIX: uma análise de gênero

The professionalization of Brazilian nursing in the written media of the end of the nineteenth century: a gender analysis

Tiago Braga do Espírito Santo; Taka Oguisso; Rosa Maria Godoy Serpa da Fonseca

O objeto é a relação entre a profissionalização da enfermagem brasileira e as mulheres, na veiculação de notícias sobre a criação da Escola Profissional de Enfermeiros e Enfermeiras, à luz de gênero. O objetivo desta pesquisa foi discutir a vinculação das mulheres no início da profissionalização da enfermagem brasileira, segundo as circunstâncias e evidências da criação da Escola Profissional de Enfermeiros e Enfermeiras, analisando-se sob a ótica de gênero. As notícias foram analisadas sob o olhar da História Cultural, fundamentada pela concepção de gênero de Joan Scott e da História das Mulheres. A criação da Escola e a prioridade oferecida na mídia, para as mulheres, cristalizam o ideário vocacional da mulher para a enfermagem em uma profissão subjugada ao médico, embora também representasse a conquista de espaço no mundo da educação e do trabalho, reconfigurando a posição social da enfermagem e da mulher, no Brasil.

O docente de enfermagem nos campos de prática clínica: um enfoque fenomenológico

Nursing teachers in clinical training areas: a phenomenological focus

Lorena Bettancourt; Luz Angelica Muñoz; Miriam Aparecida Barbosa Merighi; Marcia Fernandes dos Santos

No desenvolvimento das atividades teórico-práticas nos campos de prática clínica, o docente de enfermagem proporciona as bases necessárias para o desenvolvimento do futuro profissional. O objetivo proposto foi compreender a vivência dos docentes de enfermagem, junto aos estudantes de enfermagem, nos campos de prática clínica. Para isso, optou-se por metodologia qualitativa fenomenológica e, para fundamentar a análise dos dados, foi adotado o referencial filosófico de Martin Heidegger. Cinco docentes de uma universidade do Chile participaram do estudo. A análise possibilitou descobrir os seguintes temas: ser docente no hospital, a convivência com enfermeiras clínicas e ser docente no ensino do cuidado. O estudo demonstrou que a integração docente/assistencial é elemento construtivo e facilitador do processo ensino/aprendizagem, buscando a formação de profissionais da enfermagem que incorporem, na sua atuação, as bases de cuidado autêntico.

Vínculo profissional/doente no tratamento da tuberculose: desempenho da atenção básica em município do interior paulista

The establishment of bonds between professional and patient in TB treatment: the performance of primary health care services in a city in the interior of São Paulo

Maria Amélia Zanon Ponce; Silvia Helena Figueiredo Vendramini; Marilene Rocha dos Santos; Maria de Lourdes Sperli Geraldes Santos; Lúcia Marina Scatena; Tereza Cristina Scatena Villa

O objetivo do estudo foi avaliar o desempenho dos serviços de saúde que realizam ações de controle da tuberculose (TB), relacionado ao vínculo entre o profissional e o doente, no município de São José do Rio Preto, SP, na percepção de doentes, profissionais de saúde e gestores. Foram entrevistados 108 doentes, 37 profissionais e 15 gestores, utilizando questionário elaborado com 10 indicadores para a dimensão vínculo, construídos com base no Primary Care Assessment Tool, adaptado para avaliar a atenção à tuberculose no Brasil. O vínculo foi avaliado como satisfatório pelos três atores, entretanto, houve variabilidade entre as opiniões dos doentes e os gestores em quase todos os indicadores, o que permite inferir que a visão dos gestores ainda é voltada predominantemente aos aspectos burocráticos e administrativos, necessitando que esses integrem mais as ações gerenciais e assistenciais.

Validação de Escala de Medo da Morte de Collett-Lester em uma amostra de estudantes de enfermagem

Validation of Collett-Lester's Fear of Death Scale in a sample of nursing students

Maritza Espinoza Venegas; Olivia Sanhueza Alvarado; Omar Barriga

O objetivo do presente trabalho foi avaliar as características psicométricas da Escala de Medo da Morte de Collett-Lester. A amostra foi composta por 349 estudantes de enfermagem que responderam às perguntas das Escalas de Medo da Morte e de Atitude diante da Morte. A validade de conteúdo foi realizada por revisão de experts; a confiabilidade foi verificada pelo coeficiente alfa de Cronbach e averiguada pela análise estatística dos elementos e correlação entre elementos e validade de construto, através da correlação da escala com a Escala de Atitude diante da Morte. Através da análise fatorial com rotação Varimax, revisou-se a multidimensionalidade da escala. A Escala Medo da Morte tem boa consistência interna e validade de construto, confirmada pela correlação significativa com a Escala de Atitude diante da Morte. A análise fatorial apoia parcialmente a validade do conteúdo dos itens das subescalas, apresentando, porém, estrutura multidimensional adicional que orienta para a reconceituação das subescalas na amostra estudada.

Utilização de indicadores de desempenho em serviço de enfermagem de hospital público

Use of performance indicators in the nursing service of a public hospital

Carmen Silvia Gabriel; Marcia Regina Antonieto da Costa Melo; Fernanda Ludmila Rossi Rocha; Andréa Bernardes; Tatiana Miguelaci; Maria de Lourdes Prado Silva

O estudo objetivou identificar indicadores de desempenho, adotados pelo Serviço de Enfermagem de hospital público, e analisar a opinião dos enfermeiros em relação à utilização desses indicadores para avaliar a qualidade da assistência de enfermagem. Trata-se de estudo descritivo exploratório, com abordagem quantitativa, que utilizou dados dos relatórios gerenciais da instituição e aplicou questionário numa amostra de 25 enfermeiros. Verificou-se que a instituição trabalha com três bancos de dados de indicadores, sendo dois gerais e um específico de enfermagem que analisa 11 indicadores. Os indicadores de incidência de úlcera por pressão e incidência de quedas foram os únicos considerados muito pertinentes para qualificar a assistência de enfermagem, por 100% dos enfermeiros. Concluiu-se que a instituição utiliza indicadores para acompanhamento de resultados e há valorização da utilização de indicadores de processos pelos enfermeiros para avaliar desempenho da enfermagem, sendo necessário ampliar a análise para indicadores multidisciplinares.

Near miss: quase erro ou potencial evento adverso?

Near miss: Almost error or potential adverse event?

Helaine Carneiro Capucho

Financiamento:CNPqSIBi

Contato

Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP
Revista Latino-Americana de Enfermagem
Av. Bandeirantes, 3900 - Vila Monte Alegre
CEP: 14040-902 - Ribeirão Preto, SP, Brasil

Telefone: +55 (16) 3315-3451, +55 (16) 3315-4407
E-mail: rlae@eerp.usp.br