JCR: 0,634; SJR: 0,396; H Index Scopus: 26; Qualis na área de Enfermagem: A1

ISSN: 1518-8345

  • USP
  • Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP
  • Who Collaborating Centre

Número: V20N4

Artigos Originais

Eficácia da auriculoterapia para diminuição de estresse em estudantes de enfermagem: ensaio clínico randomizado

Efficacy of auriculotherapy for the reduction of stress in nursing students: a randomized clinical trial

Juliana Miyuki do Prado; Leonice Fumiko Sato Kurebayashi; Maria Júlia Paes da Silva

Trata-se de estudo clínico randomizado, simples cego, com o objetivo de avaliar a eficácia da auriculoterapia verdadeira e placebo na diminuição dos níveis de estresse em alunos de nível médio, da Escola de Enfermagem do Hospital Beneficência Portuguesa. Setenta e um estudantes com escores médio, alto e altíssimo, pela Lista de Sintomas de Estresse de Vasconcellos, foram divididos em 3 grupos: controle (25), auriculoterapia (24) e placebo/Sham (22). Foram avaliados, no início, com 8, 12 sessões e follow-up (15 dias) e receberam os pontos Shen Men, tronco cerebral (auriculoterapia) e punho e ouvido externo (placebo/Sham). Na análise de variância (Anova) constataram-se diferenças estatísticas significativas entre os grupos controle/auriculoterapia a partir de 8 sessões, mantendo-se após a terceira e a quarta avaliação (p=0,000) e entre controle/placebo (p<0,05), nas três avaliações. Concluiu-se que a auriculoterapia verdadeira obteve melhores respostas (45,39%) do que o placebo (34,18%) na redução do estresse, mas recomendam-se mais estudos para reavaliação de pontos Sham para estresse. ClinicalTrials.gov Identifier: NCT01420848.

Avaliação do protocolo de identificação do neonato de um hospital privado

Evaluation of the identification protocol for newborns in a private hospital

Ellen Regina Sevilla Quadrado; Daisy Maria Rizatto Tronchin

Trata-se de estudo exploratório-descritivo quantitativo cujo objetivo foi avaliar o protocolo de identificação do neonato admitido na unidade de terapia intensiva e semi-intensiva neonatal de um hospital privado. A casuística foi composta por 540 oportunidades de observações, selecionadas por amostragem probabilística aleatória simples. Os dados foram coletados de maio a agosto de 2010, segundo um formulário, e analisados pela estatística descritiva e teste com significância de 5%. No desempenho geral do protocolo, o índice de conformidade foi de 82,2%. Quanto às três etapas do protocolo: componentes de identificação, condições das pulseiras e quantitativo das pulseiras, o maior percentual de conformidade (93%) foi atribuído à segunda etapa e a menor (89,3%) à terceira etapa, apresentando diferença estatística significante, p=0,046. No grupo de neonatos especiais, obteve-se 88,5% de conformidade. Esses resultados possibilitarão reestruturar o protocolo de identificação dos recém-nascidos e estabelecer metas assistenciais e gerenciais, para melhorar a qualidade e a segurança dos pacientes.

Observância e efetividade das intervenções de um protocolo clínico utilizado para pacientes com sepse grave e choque séptico de uma Unidade de Cuidados Intensivos da Espanha

Clinical pathway intervention compliance and effectiveness when used in the treatment of patients with severe sepsis and septic shock at an Intensive Care Unit in Spain

Ana Laguna-Pérez; Elisa Chilet-Rosell; Miguel Delgado Lacosta; Carlos Alvarez-Dardet; Joaquín Uris Selles; Carmen Luz Muñoz-Mendoza

O objetivo deste estudo quase-experimental foi avaliar o grau de cumprimento das intervenções de um pacote de medidas, em um protocolo clínico proposto para pacientes com sepse grave e choque séptico, e analisar o seu impacto na sobrevivência e duração das permanências hospitalares. Foram incluídos 125 pacientes, alocados no grupo controle (n=84) e intervenção (n=41) de uma Unidade de Cuidados Intensivos, na Espanha. O nível de adesão aumentou em pelo menos 5 intervenções do pacote de reanimação (de 13,1 para 29,3%) e em pelo menos 3 intervenções do pacote de acompanhamento (de 14,3 para 22%). A mortalidade hospitalar aos 28 dias diminuiu em 11,2% e a duração da permanência hospitalar foi reduzida em 5 dias. Embora o cumprimento tenha sido baixo, a intervenção aumentou a adesão às indicações do protocolo clínico e foram observadas queda da mortalidade aos 28 dias e menor duração da permanência hospitalar.

Avaliação de manual educativo como estratégia de conhecimento para mulheres mastectomizadas

Evaluation of an educational handbook as a knowledge-acquisition strategy for mastectomized women

Mariza Silva de Oliveira; Míria Conceição Lavinas Santos; Paulo César de Almeida; Marislei Sanches Panobianco; Ana Fátima Carvalho Fernandes

Trata-se de estudo descritivo, transversal e quantitativo, cujo objetivo foi analisar o conhecimento de mastectomizadas sobre os aspectos que envolvem o câncer de mama, pela leitura de um manual educativo. A amostra correspondeu a 125 mulheres. A coleta foi realizada em uma instituição especializada em oncologia, em três fases: preparatória, operacional I e operacional II. Quanto ao conhecimento adquirido, o pós-teste evidenciou aumento de 11% nos acertos, quando comparado ao pré-teste. Das questões, a mais acertada refere-se ao nome da cirurgia (97,60%) e a que obteve menos acertos relaciona-se à reconstrução mamária (58,40%). Em todas as respostas do pré-teste observou-se melhora estatisticamente significante, exceto naquela que diz respeito à reconstrução mamária (p=0,754). A avaliação do conhecimento apresentou resultados positivos após a leitura, evidenciando que a cognição é fundamental para a compreensão das orientações e consequente adesão, tornando-se recurso favorável à reabilitação de mulheres mastectomizadas.

Dificuldades do sono relatadas por pacientes com insuficiência cardíaca

Sleeping difficulties reported by patients with heart failure

Mariana Alvina dos Santos; Erika de Souza Guedes; Ricardo Luís Barbosa; Diná de Almeida Lopes Monteiro da Cruz

O estudo teve o objetivo de descrever os relatos de pacientes com insuficiência cardíaca sobre os fatores que causam dificuldades para dormir e a associação desses fatores com a qualidade do sono. Trata-se de estudo transversal, com amostra não probabilística de 400 pacientes (idade média 57,8 anos; 64,8% eram homens; escolaridade média de 6,1 anos; 82,5% em classe funcional II ou III) com insuficiência cardíaca. Os principais fatores associados à dificuldade para dormir foram: nictúria, interrupção do sono durante a noite e dificuldade respiratória. As dificuldades no sono dos pacientes com insuficiência cardíaca são diversas e existe associação entre essas dificuldades e a qualidade do sono. Esses distúrbios, em sua maioria, são passíveis de intervenções do profissional de Enfermagem.

Porque é difícil publicar em periódicos de alto impacto?

Why is it difficult to publish in high-impact journals?

Maria Lúcia Zanetti

Relação entre apoio social e capacidade funcional de idosos com alterações cognitivas

The relationship between social support and functional capacity in elderly persons with cognitive alterations

Tábatta Renata Pereira de Brito; Sofia Cristina Iost Pavarini

O objetivo deste trabalho foi identificar a relação entre o apoio social e a capacidade funcional de idosos com alterações cognitivas. Trata-se de estudo descritivo, transversal, quantitativo. Os sujeitos foram 101 idosos cadastrados em Unidades de Saúde da Família que apresentaram desempenho no Mini Exame do Estado Mental abaixo da nota de corte em estudo anterior. Aplicaram-se o Medical Outcomes Study, Índice de Katz e Questionário de Atividades Funcionais de Pfeffer. As dimensões de apoio material, afetivo, emocional, de informação e de interação social positiva resultaram em um escore final médio de 74,43 pontos, indicando melhor nível de apoio material e afetivo em relação às demais dimensões de apoio. Houve correlação estatisticamente significativa entre o apoio emocional e o Índice de Katz. O conhecimento dessa relação favorece o desenvolvimento de uma linha de cuidado em enfermagem ao idoso capaz de manter sua capacidade funcional e garantir relações sociais satisfatórias.

Tempo de assistência de enfermagem em unidade de terapia intensiva adulto e indicadores de qualidade assistencial: análise correlacional

Nursing care time and quality indicators for adult intensive care: correlation analysis

Paulo Carlos Garcia; Fernanda Maria Togeiro Fugulin

Trata-se de studo de abordagem quantitativa, correlacional e descritivo, elaborado com o objetivo de analisar o tempo utilizado pela equipe de Enfermagem para assistir aos pacientes internados em unidade de terapia intensiva adulto, bem como verificar sua correlação com os indicadores de qualidade assistencial. A identificação do tempo médio de assistência despendido e dos indicadores de qualidade assistencial foi efetivada por meio de consulta aos instrumentos de gestão, utilizados pela chefia de Enfermagem da unidade. O tempo médio de assistência despendido com os pacientes manteve-se equilibrado, porém, inferior aos indicados pelos órgãos oficiais brasileiros. A correlacão entre o tempo de assistência de Enfermagem despendido por enfermeiros e o indicador incidência de extubação acidental indicou que a incidência de extubação acidental diminui, à medida que aumenta o tempo de assistência de Enfermagem despendido por enfermeiros. Os resultados desta investigação demonstram a influência do tempo de assistência de Enfermagem, provido por enfermeiros, no resultado do cuidado ministrado.

Qualidade de vida relacionada à saúde e sintomas depressivos de estudantes do curso de graduação em Enfermagem

Health-related quality of life and depressive symptoms in undergraduate nursing students

Ismelinda Maria Diniz Mendes Souza; Helena Borges Martins da Silva Paro; Rogerio Rizo Morales; Rogerio de Melo Costa Pinto; Carlos Henrique Martins da Silva

Trata-se de estudo descritivo e transversal, que investigou a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) de estudantes de Enfermagem e a relação da QVRS com o ano de estudo, as variáveis sociodemográficas e a intensidade de sintomas depressivos. Uma amostra acidental de 256 estudantes dos 353 elegíveis (72%) respondeu ao Medical Outcomes Study - The 36 Item Short-Form Health Survey (SF-36) e ao Inventário de Depressão de Beck (IDB). Estudantes do último ano do curso, sobretudo do sexo feminino e com maior intensidade de sintomas depressivos, apresentaram menores escores do SF-36 nos domínios capacidade funcional, vitalidade e aspectos sociais. O prejuízo na QVRS ocorre sobretudo no último ano do curso, nos estudantes do sexo feminino ou com sintomas depressivos. Programas institucionais de aconselhamento psicopedagógico poderiam minimizar o impacto negativo detectado na QVRS e contribuir para melhor formação e desempenho profissional dos estudantes em situação de maior vulnerabilidade.

Controle de infecção e vigilância após a alta em cirurgias ortopédicas

Infection control and monitoring after discharge in orthopedic surgery

Mariana Schimitt Adam; Marcelo Carneiro; Eliane Carlosso Krummenauer; Janete Aparecida Alves Machado

Variáveis envolvidas na percepção do assédio moral no ambiente laboral da Enfermagem

Variables involved in the perception of psychological harassment in the nursing work environment

Kátia Biagio Fontes; Maria Dalva de Barros Carvalho

Trata-se de estudo descritivo-exploratório, de abordagem quantitativa, com o objetivo de identificar a percepção de enfermeiros sobre o assédio moral no trabalho, condutas vivenciadas e variáveis envolvidas. Na coleta de dados, utilizaram-se dois questionários: um socioprofissiográfico e outro para identificar as condutas de assédio moral, vivenciadas pelos sujeitos nos últimos 12 meses, o período e a frequência das condutas. Ao final do questionário, foi adicionada uma questão dicotômica que abordava a percepção do enfermeiro em relação a se sentir vítima de assédio moral no trabalho. Ambos os questionários foram aplicados no formato eletrônico e impresso, entre maio e setembro de 2010. Os dados foram tratados por estatística descritiva. Os resultados mostraram que parte dos sujeitos sentiu-se vítima de assédio moral. Somente as variáveis relacionadas à caracterização do assédio moral apresentaram associação significativa. Entre as condutas mais referidas, destacaram-se: "questionam as decisões que você toma" e "você recebe ataques verbais criticando trabalhos realizados". É importante a abertura de espaços para discussão sobre a violência no trabalho, para que gestores possam estabelecer medidas estratégicas de prevenção e contenção desse tipo de violência, a fim de garantir a saúde, a dignidade e o bem-estar no trabalho. Torna-se importante, também, discutir o assunto no espaço acadêmico, a fim de dar maior visibilidade ao tema, para que futuros enfermeiros possam identificar e enfrentar adequadamente esse tipo de violência.

Exercício da parentalidade positiva pelos pais de crianças até três anos: construção e validação de escalas de medida

Positive parenting by parents of children up to three years of age: development and validation of measurement scales

Maria da Saudade de Oliveira Custódio Lopes; Maria dos Anjos Coelho Rodrigues Dixe

Os objetivos deste estudo foram descrever a construção e obtenção de algumas evidências de validade de três escalas multidimensionais em que os mesmos 30 itens, distribuídos por cinco dimensões, medem a autoperceção da confiança, das dificuldades e da necessidade de conhecimentos dos pais no exercício da parentalidade positiva, nos primeiros três anos da criança. O conteúdo das escalas resultou da literatura e de estudos exploratórios e foi validado por peritos. A análise da sua fidedignidade e validade, por meio de correlações de Pearson e coeficiente alfa de Cronbach, partiu dos resultados de um questionário aplicado a uma amostra não probabilística de 1.011 pais. Nas dimensões e itens, os valores de a situaram-se entre 0,769 e 0,890 e os de r foram >0,37; p<0,01. Concluiu-se que as escalas medem três variáveis que operacionalizam o exercício da parentalidade positiva, e a sua utilização permite direcionar o apoio de enfermagem.

A comunicação terapêutica entre profissionais e pacientes na atenção em diabetes mellitus

Therapeutic communication between health workers and patients concerning diabetes mellitus care

Marta Maria Coelho Damasceno; Maria Lúcia Zanetti; Emilia Campos de Carvalho; Carla Regina de Souza Teixeira; Márcio Flávio Moura de Araújo; Ana Maria Parente Garcia Alencar

Objetivou-se, por este estudo transversal, analisar as técnicas de comunicação terapêutica entre profissionais e pacientes na atenção em diabetes mellitus. Os dados foram coletados em uma instituição pública de um município no interior do Ceará, Brasil, em 2010, por meio de equipamentos de vídeo e observação direta. Os resultados mostraram que as técnicas do grupo de expressão mais utilizadas foram: fazer perguntas, verbalizar interesse e usar frases descritivas. Quanto às do grupo de clarificação, sobressaiu solicitar ao paciente que precise o agente da ação. Em relação às de validação, apenas foi utilizada a técnica de sumarizar o conteúdo da interação. Conclui-se que, apesar do emprego de técnicas comunicacionais pelos profissionais, ainda é preocupante a lacuna referente à habilidade em comunicação, a qual deve ser aliada à competência técnica, para assim propiciar o cuidado qualificado às pessoas com diabetes mellitus.

Produção de atendimentos de enfermeiros em unidades da rede básica de saúde

Production of nursing care in primary health care services

Silvia Matumoto; Kátia Cristina dos Santos Vieira; Maria José Bistafa Pereira; Claudia Benedita dos Santos; Cinira Magali Fortuna; Silvana Martins Mishima

Objetivou-se caracterizar a produção de atendimentos, realizados por enfermeiros, em unidades da rede de atenção básica de um distrito no município de Ribeirão Preto, SP, Brasil. Trata-se de estudo quantitativo descritivo, cuja população de estudo constituiu-se pelos enfermeiros em atendimento, registrados no Sistema de Informação HygiaWeb, no período de 2006 a 2009. Realizou-se análise estatística. Os resultados mostraram que os atendimentos realizados pelos enfermeiros representaram entre 9,5 e 14,6% do total de atendimentos dos profissionais. Aqueles do tipo eventual foram os mais realizados. Os programáticos tiveram maior concentração para crianças, mulheres, gestantes e puérperas. Concluiu-se que o predomínio de atendimento eventual demonstrou que o sistema de saúde esteve voltado para as condições agudas. Os enfermeiros pouco direcionaram seu trabalho para efetivar a integralidade diante dos inexpressivos atendimentos que caracterizam o acompanhamento longitudinal. A ampliação do quadro de enfermeiros representou potencial de oferta de atendimentos, mas observou-se necessidade de qualificação das ações de Enfermagem.

Processos éticos de enfermagem no Estado de Santa Catarina: caracterização de elementos fáticos

Nursing ethical processes in the State of Santa Catarina: characterization of factual elements

Dulcinéia Ghizoni Schneider; Flávia Regina Souza Ramos

OBJETIVOS: o objetivo deste estudo foi caracterizar os processos ético-profissionais de enfermagem, tramitados no Conselho Regional de Enfermagem de Santa Catarina (Coren/SC), em seus elementos fáticos (ocorrências/infrações, causas e desfechos). MÉTODO: com desenho exploratório-descritivo e documental e abordagem quantitativa, este estudo foi desenvolvido nas dependências do Coren/SC. Os dados foram coletados em 128 processos ético-profissionais de enfermagem, no período de 1999 a 2007, e analisados descritivamente quanto à origem das denúncias e processos éticos, aos denunciantes, aos denunciados, ao tema da denúncia e ao desfecho do processo. RESULTADOS: quanto aos temas, das oito categorias descritas, destacaram-se as iatrogenias, o exercício ilegal de profissões, as relações interprofissionais conflitantes e a responsabilidade profissional do enfermeiro. CONCLUSÕES: os resultados mostram a necessidade de discussão e intervenção nos problemas concretos da prática e suscitam reflexões sobre o processo de formação profissional e a continuidade dessa formação nos espaços institucionais de saúde, para reduzir as ocorrências éticas na prática profissional.

Tuberculose, AIDS e coinfecção tuberculose-AIDS em cidade de grande porte

Tuberculosis, AIDS and tuberculosis-AIDS co-infection in a large city

Nanci Michele Saita; Helenice Bosco de Oliveira

Este estudo objetivou analisar as incidências da tuberculose (TB), AIDS e coinfecção TB-AIDS no município de Campinas, SP, Brasil no período de 2001 a 2009. Trata-se de estudo de tendência histórica, em que se utilizaram dados secundários do Banco de Dados em Vigilância da Tuberculose-Unicamp e do Centro de Referência e Treinamento DST-AIDS do Estado de São Paulo. Foram incluídos casos novos de TB, de AIDS e da coinfecção TB-AIDS notificados pelo município de Campinas. Observou-se decréscimo dos casos de TB até 2007, com aumento em 2008 e 2009. Na AIDS ocorreu redução geral a partir de 2007, mas com aumento entre os homens com 60 anos e mais, entre os anos 2007 e 2009. Para a coinfecção TB-AIDS, a tendência foi de redução. A proporção de testes anti-HIV não realizados, entre pacientes com tuberculose, foi elevada (27,5%). Esse cenário revela a necessidade de integração dos bancos de dados nas atividades de planejamento e controle.

Construção e validação de conteúdo da escala de predisposição à ocorrência de eventos adversos

Construction and content validation of the scale of predisposition to the occurrence of adverse events

William Mendes Lobão; Igor Gomes Menezes

Neste estudo o objetivo foi apresentar os resultados da construção e validação de conteúdo da Escala de Predisposição à Ocorrência de Eventos Adversos (EPEA). Trata-se de pesquisa descritiva, de abordagem qualitativa. Para o estudo da qualidade do cuidado e elaboração dos itens do instrumento, foi realizado levantamento bibliográfico, que resultou em um instrumento preliminar, contendo 90 itens, divididos em duas dimensões para a avaliação da qualidade do cuidado em saúde (estrutura e processo). Foi realizada a validação de conteúdo do instrumento por meio das técnicas de análise de juízes e análise semântica. A partir dos resultados dessas análises, a EPEA ficou finalmente composta por 64 itens, agrupados em duas dimensões: estrutura (18 itens) e processo (46 itens). A EPEA é a primeira medida nacional construída para avaliar as atitudes dos enfermeiros frente aos fatores que podem predispor à ocorrência dos eventos adversos em UTI.

A construção imaginativa de cuidados: a experiência de profissionais de enfermagem em um serviço de assistência remota

Imaginative construction of care: the nursing professional experience in a remote care service

Yocelyn Margaret Price Romero; Margareth Angelo; Luz Angelica Muñoz Gonzalez

Prestar cuidados em saúde é questão que transcorre desde a ação até o ser; é um processo construído na experiência profissional e contém características especiais, ao ser realizado por meio de telefone. O objetivo deste estudo foi compreender a experiência de interação entre profissionais de um serviço de assistência remota, por telefone, com os usuários. Foi conduzido segundo a Teoria Fundamentada, tendo o Interacionismo Simbólico como referencial teórico. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas com oito profissionais de enfermagem que prestam cuidados pelo telefone. A compreensão teórica resultante da análise interpretativa permitiu a construção do modelo teórico da Construção Imaginativa do Cuidado, que reflete os processos interacionais que o profissional vivencia quando presta cuidados por meio do telefone. O modelo incorpora fenômenos individuais e sociais, demonstrando a vinculação entre conceitos e destacando a incerteza, a sensibilidade e a responsabilidade do profissional como componentes essenciais da experiência.

Fatores associados ao absenteísmo-doença dos trabalhadores rurais de uma empresa florestal

Factors associated with absenteeism-illness in rural workers in a timber company

Mariana Roberta Lopes Simões; Adelaide De Mattia Rocha; Carla Souza

O acompanhamento do absenteísmo-doença tem revelado altas prevalências e forte relação com o trabalho. Objetivou-se analisar os fatores associados ao absenteísmo-doença dos trabalhadores rurais de uma empresa florestal em Minas Gerais, Brasil. Trata-se de estudo transversal, analítico, realizado com 883 trabalhadores. Foram levantados os atestados médicos desses trabalhadores, durante um ano. Utilizaram-se, para análise estatística descritiva, análises bi e multivariadas. A força de associação foi medida pelo odds ratio (OR) com auxílio da regressão logística (p<0,05). Foi encontrada prevalência de 54,0% de atestados na população. A análise bivariada revelou associação entre a função (ajudante florestal (OR=13,1), marceneiro (OR=15) e operador de motosserra (OR=39,6)), tempo de trabalho, setores e escolaridade com o absenteísmo-doença. Na análise multivariada houve desaparecimento da associação com o marceneiro e com a escolaridade, sendo mantidas as demais. Conclui-se que há evidências importantes sobre a relação entre fatores ocupacionais e demográficos e o absenteísmo-doença dos trabalhadores florestais.

Aplicação da microcorrente como recurso para tratamento de úlceras venosas: um estudo piloto

Microcurrent application as analgesic treatment in venous ulcers: a pilot study

Raciele Ivandra Guarda Korelo; Silvia Valderramas; Bruno Ternoski; Danilo Sanches Medeiros; Letícia Fernandes Andres; Sandra Mara Meireles Adolph

O objetivo neste estudo foi avaliar o efeito da estimulação elétrica, por microcorrente, sobre a dor e a área de superfície de úlceras venosas. Em estudo-piloto para um ensaio clínico controlado simples-cego, realizado em uma clínica durante 4 semanas, dividiram-se 14 indivíduos (62±9 anos de idade) em dois grupos: grupo microcorrente (n=8) e grupo-controle (n=6). Avaliaram-se a dor (por meio da Escala Visual Analógica) e a área de superfície da úlcera por meio da Planimetria. Houve diferença significativa entre os dois grupos em relação à dor (grupo de microcorrente de 8,5 (6,5-9,75) para 3,5 (1-4,75) e grupo-controle de 7,5 (5,75-10) para 8,5 (5,5-10), p<0,01)). Não se verificou diferença significativa relacionada à área de superfície da úlcera (Planimetria com papel vegetal, p=0,41 e pelo software Image J®, p=0,41). Conclui-se que a aplicação de microcorrente melhora o quadro álgico de indivíduos com úlceras venosas. Registro ClinicalTrials.gov: NCT01372020.

Representações e usos de plantas medicinais por homens idosos

Representations and uses of medicinal plants in elderly men

Silvia Cristina da Silva Lima; Guilherme Oliveira de Arruda; Rogério Dias Renovato; Márcia Regina Martins Alvarenga

Objetivou-se, neste estudo, conhecer e compreender as representações sobre o uso de plantas medicinais por homens idosos, assistidos em Estratégias de Saúde da Família de Dourados, MS. Participaram deste estudo 18 homens idosos com idade igual ou superior a 60 anos, fazendo uso de quatro ou mais medicamentos. Trata-se de pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória. Os resultados apontaram que ainda existe o consumo de plantas medicinais entre os idosos, principalmente no tratamento de morbidades menores. As representações sobre as plantas medicinais parecem ancoradas na concepção de segurança, ou seja, são naturais e apresentam poucos efeitos colaterais. Seu uso é feito concomitantemente com os medicamentos industrializados, sem atentar para os riscos das interações. Os homens idosos utilizam as plantas medicinais sem, no entanto, relatar aos profissionais de saúde. Logo, faz-se necessária a educação permanente da equipe de saúde e da enfermagem, voltada para a fitoterapia, visando contribuir para o uso seguro e eficaz das plantas medicinais.

Obstrução trombótica do cateter venoso central em pacientes submetidos ao transplante de células-tronco hematopoéticas

Thrombotic obstruction of the central venous catheter in patients undergoing hematopoietic stem cell transplantation

Kátia Michelli Bertoldi Arone; Cleyton Zanardo de Oliveira; Lívia Maria Garbin; Paula Elaine Diniz dos Reis; Cristina Maria Galvão; Renata Cristina de Campos Pereira Silveira

Trata-se de revisão integrativa da literatura, cujo objetivo foi sintetizar as medidas de prevenção e tratamento da obstrução trombótica no cateter venoso central de longa permanência e semi-implantado, em pacientes submetidos ao transplante de células-tronco hematopoéticas. A amostra foi constituída por sete estudos, sendo dois ensaios clínicos controlados randomizados, três estudos de coorte e duas séries de casos. Quanto às medidas de prevenção, um único estudo que se mostrou efetivo abordando pesquisa de coorte sobre o uso da varfarina oral. Em relação às medidas de tratamento, três estudos evidenciaram efetividade: um apontou a eficácia da estreptoquinase ou uroquinase, outro estudo mostrou benefício no uso de heparina de baixo peso molecular e outro tratou a obstrução com heparina ou uroquinase. Nota-se que a evolução da pesquisa referente à perviedade do cateter foi restrita, não acompanhando a evolução do transplante, principalmente no que tange aos cuidados de enfermagem.

Avaliação do bem-estar no trabalho entre profissionais de enfermagem de um hospital universitário

Evaluation of well-being at work among nursing professionals at a University Hospital

Priscila Castro Alves; Vanessa Faria Neves; Marilia Ferreira Dela Coleta; Áurea de Fátima Oliveira

Bem-estar no trabalho apoia-se na Psicologia Positiva, sendo definido como um estado psicológico composto por vínculos afetivos positivos com o trabalho e com a organização. Este estudo teve por objetivo conhecer o nível de bem-estar no trabalho de profissionais de Enfermagem que atuam em um hospital universitário e identificar diferenças entre categorias ocupacionais e tipos de contrato de trabalho. A amostra foi composta por 340 profissionais que responderam a escalas válidas dos construtos: Satisfação no Trabalho, Envolvimento com o Trabalho e Comprometimento Organizacional Afetivo. Para análise dos dados utilizou-se o programa SPSS, versão 12, a fim de efetuar estatísticas descritivas e testes de diferença entre médias. Os resultados indicaram nível médio de bem-estar no trabalho e diferenças entre as categorias profissionais e regime de contratação quanto à satisfação com salário e promoções, o que pode refletir na qualidade do atendimento prestado aos pacientes do hospital universitário.

Financiamento:CNPqSIBi

Contato

Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP
Revista Latino-Americana de Enfermagem
Av. Bandeirantes, 3900 - Vila Monte Alegre
CEP: 14040-902 - Ribeirão Preto, SP, Brasil

Telefone: +55 (16) 3315-3451, +55 (16) 3315-4407
E-mail: rlae@eerp.usp.br