JCR: 0,634; SJR: 0,396; H Index Scopus: 26; Qualis na área de Enfermagem: A1

ISSN: 1518-8345

  • USP
  • Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto USP
  • Who Collaborating Centre

Número: V21N5

Artigos Originais

Caracterizacao do consumo de sal entre hipertensos segundo fatores sociodemograficos e clinicos

Characterization of salt consumption among hypertensives according to socio-demographic and clinical factors

Milena Sia Perin; Marilia Estevam Cornelio; Roberta Cunha Matheus Rodrigues; Maria Cecilia Bueno Jayme Gallani

OBJETIVO: avaliar a relação entre os comportamentos de consumo de sal e variáveis sociodemográficas e clínicas. MÉTODO: o consumo de sódio foi avaliado segundo os métodos: de autorrelato (visando 3 diferentes comportamentos relacionados ao consumo de sal), recordatório de 24h, sal per capita, questionário de frequência alimentar, estimativa de consumo total de sódio e excreção urinária de sódio (n=108). RESULTADOS: o consumo elevado de sal, segundo as diferentes medidas de consumo do nutriente foi associado às variáveis: sexo masculino, baixo nível de escolaridade e de renda mensal, cor branca, inatividade profissional e às variáveis clínicas: índice de massa corpórea elevada, níveis tensionais, indicadores de hipertrofia ventricular e número de medicações utilizadas. CONCLUSÃO: os dados obtidos mostram uma associação heterogênea entre os diferentes comportamentos relacionados ao consumo de sal e às variáveis sociodemográficas e clínicas. Esses dados podem ser utilizados para otimizar o direcionamento das atividades educativas, visando a redução do consumo de sal entre hipertensos.

Mortalidade perinatal e desigualdades socioespaciais

Perinatal mortality and socio-spatial inequalities

Eunice Francisca Martins; Edna Maria Rezende; Maria Cristina de Mattos Almeida; Francisco Carlos Felix Lana

OBJETIVO: analisar as desigualdades sociais constatadas na distribuição da mortalidade perinatal em Belo Horizonte. MATERIAIS E MÉTODOS: estudaram-se os óbitos perinatais de residentes em Belo Horizonte, no período de 2003 a 2007, com base nos sistemas de informação sobre mortalidade e nascidos vivos e utilizaram-se a análise espacial e o índice de vulnerabilidade à saúde para identificar desigualdades existentes nos distritos sanitários, nas áreas de abrangências e de risco, determinadas pelo odds ratio e valor p<0,05, tendo-se procedido à análise multivariada para descrever um modelo referente à mortalidade perinatal. RESULTADOS: evidenciou-se variação nas taxas de mortalidade perinatal por mil nascimentos totais nos distritos sanitários (12,5 a 19,4), áreas de abrangência 5,3 a 49,4) e áreas de risco (13,2 a 20,7). A taxa de mortalidade reduziu-se à medida que aumentou a escolaridade materna. As taxas de morte decorrentes da asfixia/hipóxia e a morte fetal não especificada foram crescentes com o aumento do risco da área. CONCLUSÃO: constatou-se que as mortes perinatais se distribuem de forma diferenciada em relação ao espaço e às vulnerabilidades sociais e que, portanto, o enfrentamento desse complexo problema requer o estabelecimento de parcerias intersetoriais.

Adaptação transcultural e validação do instrumento Conditions of Work Effectiveness - Questionnaire-II

Transcultural adaptation and validation of the Conditions of Work Effectiveness - Questionnaire-II instrument

Elizabeth Bernardino; Ana Maria Dyniewicz; Kaoana Lima Botto Carvalho; Luisa Canestraro Kalinowski; Wagner Hugo Bonat

OBJETIVO: este estudo teve como objetivo traduzir e validar o conteúdo do instrumento Conditions of Work Effectiveness - Questionnaire-II, desenvolvido por Laschinger, Finegan, Shamian e Wilk e modificado do original Conditions Work Effectiveness - Questionnaire, para a cultura brasileira. MÉTODO: o procedimento metodológico constituiu-se das etapas de tradução do instrumento para a língua portuguesa; back-translation; equivalência semântica, idiomática e cultural e testes da versão final. O instrumento na versão em português foi aplicado a um grupo de 40 enfermeiras, em dois hospitais. RESULTADOS: os dados resultaram em alfa de Cronbach em 0,86 para o primeiro hospital e 0,88 para o segundo. Os resultados da análise fatorial são considerados bastante satisfatórios. CONCLUSÃO: conclui-se que o instrumento pode ser utilizado no Brasil.

Organizacao social e controle da tuberculose: a experiencia de um municipio brasileiro

Social organization and control of tuberculosis: the experience of a Brazilian town

Alexandre Favero Bulgarelli; Tereza Cristina Scatena Villa; Ione Carvalho Pinto

OBJETIVO: o objetivo deste estudo foi analisar a participação de um comitê com representantes da sociedade no controle da tuberculose em um modelo de gestão participativa. MÉTODO: trata-se de Estudo de Caso de um Comitê de Tuberculose, com dados coletados por meio de entrevistas semidirigidas, aplicadas em nove sujeitos. Os dados, organizados pela técnica de Mapa de Associação de Ideias, foram analisados à luz da perspectiva Construcionista Social. RESULTADOS: observou-se que a participação do Comitê de Tuberculose estudado mostra-se efetiva e associada a aspectos que se articulam de acordo com as ações realizadas pelos atores sociais, envolvidos no Comitê, culminando com assistências inseridas em certos segmentos da cogestão do município. CONCLUSÃO: conclui-se que a realidade, impressa neste estudo de caso, mostra que relações entre a sociedade civil podem nortear o modelo de gestão na busca de processos efetivos para o controle da tuberculose.

Registro das internacoes por condicoes sensiveis a atencao primaria: validacao do sistema de informacao hospitalar

Record of hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions: validation of the hospital information system

Tania Cristina Morais Santa Barbara Rehem; Maria Regina Fernandes de Oliveira; Suely Itsuko Ciosak; Emiko Yoshikawa Egry

OBJETIVO: estimar a sensibilidade, a especificidade e os valores preditivos positivo e negativo do Sistema de Informação Hospitalar do Sistema Único de Saúde, para o registro adequado de internações por condições sensíveis à atenção primária. MÉTODO: foram considerados para análise os diagnósticos por condições sensíveis e condições não sensíveis à atenção primária, tendo o prontuário como padrão-ouro. Por meio de amostragem aleatória simples, foi definida amostra de 816 prontuários, selecionados por lista de números randômicos, utilizando-se o Statistical Package for Social Sciences. RESULTADO: a sensibilidade foi de 81,89%, a especificidade de 95,19%, o valor preditivo positivo de 77,61% e o valor preditivo negativo de 96,27%. No cenário do estudo, o Sistema de Informações Hospitalares foi mais específico do que sensível, com quase 20% de internações sensíveis não detectadas. CONCLUSÃO: não existem estudos no Brasil para validação do Sistema de Informação Hospitalar usando as internações sensíveis à atenção primária. Estes resultados são relevantes quando se considera que esse sistema é uma das bases de avaliação da efetividade da atenção primária à saúde.

Classificacao de risco familiar em uma Unidade de Saude da Familia

Classification of Family Risk in a Family Health Center

Priscila Tadei Nakata; Lenice Ines Koltermann; Kellyn Rocha de Vargas; Priscilla Wolff Moreira; Erica Rosalba Mallmann Duarte; Idiane Rosset-Cruz

OBJETIVO: identificar e classificar o grau de risco familiar em uma Unidade de Saúde da Família, por meio de instrumento de avaliação multidimensional. MÉTODO: estudo transversal, de natureza quantitativa e descritiva, no qual foram avaliadas 927 famílias cadastradas nessa unidade, que abrange cinco microáreas. Foi aplicada a Escala de Coelho e Savassi, composta por 13 sentinelas de avaliação do risco social, utilizando-se dados secundários constantes na Ficha A dos prontuários das famílias, no último trimestre de 2011. Os dados foram analisados no programa SPSS para Windows, 18.0. RESULTADOS: dentre as famílias estudadas, 68,5% foram classificadas sem risco. Verificou-se, na microárea 1, a menor proporção de famílias em risco (8,2%), enquanto que a microárea 4 apresentou a maior (55,9%). As situações de risco mais prevalentes foram baixas condições de saneamento básico, hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus e drogadição. CONCLUSÃO: os resultados deste estudo possibilitam gerar subsídios para o planejamento das visitas domiciliares, implementação de ações da vigilância em saúde e maior compreensão dos profissionais da saúde sobre as vulnerabilidades das famílias atendidas.

Identificacao das necessidades de apoio em pessoas com doenca mental grave utilizando a Escala de Intensidade de Apoios

Identification of the support needs of individuals with severe mental illness using the Supports Intensity Scale

Maribel Cruz; Ma. del Carmen Perez; Cristina Jenaro; Noelia Flores; Vanessa Vega

OBJETIVO: caracterizar o perfil da intensidade das necessidades de apoio em indivíduos com doença mental grave. METODOLOGIA: quantitativa, no contexto de um estudo descritivo que utilizou a escala de intensidade de apoios como instrumento, sendo aplicada a amostra constituída por 182 pessoas. RESULTADOS: o perfil de intensidade de apoio identifica grupos, pessoas e áreas com diferentes níveis de necessidades de apoio na vida no lar, saúde, comunidade, aprendizagem, emprego e vida social. De modo geral, o perfil identificado foi de baixa intensidade, sendo que as áreas que apresentaram as maiores necessidades foram aquelas correspondentes a emprego e vida social. CONCLUSÕES: essa identificação contribui para o planejamento do cuidado de modo integral e, além disso, permite a identificação de necessidades na formação profissional. Essa abordagem, centrada na proporção de apoios combinada com a perspectiva de resultados referidos à pessoa, tem sido pouco utilizada no caso de indivíduos com doença mental e nisso consiste a contribuição singular do presente estudo. Além disso, este estudo possibilita a inclusão de novas formas de avaliação que são consistentes e inovadoras na área de enfermagem, porque podem representar uma ferramenta para a compreensão de outras deficiências.

Acolhimento com classificacao de risco em hospitais de ensino: avaliacao da estrutura, processo e resultado

Welcoming with risk classification in teaching hospitals: assessment of structure, process and result

Dagmar Willamowius Vituri; Kelly Cristina Inoue; Jose Aparecido Bellucci Junior; Carlos Aparecido de Oliveira; Robson Marcelo Rossi; Laura Misue Matsuda

OBJETIVO: avaliar, na ótica dos trabalhadores, a estrutura, o processo e o resultado de Serviços Hospitalares de Emergência que adotam a diretriz Acolhimento com Classificação de Risco, em dois hospitais de ensino do Estado do Paraná. MÉTODO: pesquisa quantitativa, descritiva, exploratória e prospectiva de amostragem aleatória e estratificada por categoria profissional, constituída por 216 profissionais. RESULTADOS: apontaram pontos concordantes em relação à promoção de ambiente acolhedor e humano, privacidade e segurança, acolhimento do acompanhante e acolhimento e classificação de todos pacientes, porém, houve discordância sobre o conforto do ambiente, sistema de referência e contrarreferência, priorização de pacientes graves no atendimento pós-classificação, comunicação entre os membros da equipe multiprofissional e reavaliação da diretriz. CONCLUSÃO: os trabalhadores avaliam o desenvolvimento da diretriz como precário, em razão, principalmente, da falta de estrutura física e deficiências no processo de atendimento.

Experiencia da doenca e do tratamento para a pessoa com hipertensao arterial sistemica: um estudo etnografico

The experience of the illness and of the treatment for the person with systemic arterial hypertension: an ethnographic study

Silvana Maria Coelho Leite Fava; Marcia Maria Fontao Zago; Maria Suely Nogueira; Eliza Maria Rezende Dazio

OBJETIVO: interpretar os significados da experiência da doença e do tratamento entre pessoas com hipertensão arterial. MÉTODO: foram adotados os referenciais da antropologia interpretativa e médica e do método etnográfico. Participaram 22 pessoas com hipertensão arterial e 10 trabalhadores em saúde da Estratégia de Saúde da Família, de Minas Gerais. Utilizaram-se entrevistas, observação participante, grupo focal, diário de campo e análise de prontuário. Os preceitos éticos foram respeitados. RESULTADOS: emergiram dois núcleos de significados: "a doença como expressão do estilo de vida" e "a perspectiva de cura da doença". Problema de nervoso representa a categoria nosológica, sintomática, causada pelo estilo de vida urbano. Os sujeitos apoiam-se na crença da cura do problema. A família, a espiritualidade e a religião constituíram redes de apoio social. Os itinerários terapêuticos se interpenetram para a cura do problema. O subsistema de saúde popular constitui importante itinerário por proporcionar satisfatório bem-estar e a remissão dos sintomas. CONCLUSÃO: as lacunas evidenciadas entre o ponto de vista dos profissionais de saúde e dos depoentes propiciam repensar a práxis para prover cuidados integrados, contextualizados e humanizados, o que estimula a potência das pessoas para o viver, para o empoderamento e para o autocuidado.

Efetividade do Sistema de Protecao Integral da Infancia em maes e criancas vulneraveis

Effectiveness of the Comprehensive Childhood Protection System for vulnerable mothers and children

Estela Arcos; Luz Angelica Munoz; Ximena Sanchez; Antonia Vollrath; Patricia Gazmuri; Margarita Baeza

OBJETIVO: estabelecer a efetividade da oferta pública de benefícios e/ou de prestações do Programa Chile Cresce Contigo e a Rede Protege, em crianças e mulheres socialmente vulneráveis de um bairro da Região Metropolitana do Chile. MÉTODO: estudo descritivo, com a utilização de um questionário. A amostra foi constituída por 132 mães de 133 crianças e estratificada segundo grupos de vulnerabilidade social. A informação primária foi coletada através de uma entrevista estruturada às mães e complementada com dados das fontes secundárias institucionais. Realizaram-se análises descritiva e de associação. RESULTADOS: houve baixa percepção de vulnerabilidade social pelos profissionais quando do ingresso do controle. A efetividade dos benefícios universais e específicos foi baixa, com melhores resultados nas crianças e nas mães, contudo, não foram observadas diferenças significativas, segundo a vulnerabilidade. Outro resultado foi o baixo acesso aos benefícios específicos nas crianças com risco psicossocial e atraso psicomotor, especialmente no grupo mais vulnerável. CONCLUSÃO: os resultados mostram uma lacuna no acesso aos benefícios garantidos por lei. Para superar essa situação, as enfermeiras/os necessitam fortalecer competências nas práticas sanitárias contextualizadas e de gestão integrada nas redes interdisciplinares e intersetoriais.

Associacao entre acidentes de trabalho e os niveis de carboxi-hemoglobina em trabalhadores mototaxistas

Relation between workplace accidents and the levels of carboxyhemoglobin in motorcycle taxi drivers

Luiz Almeida da Silva; Maria Lucia do Carmo Cruz Robazzi; Fabio de Souza Terra

OBJETIVO: verificar a associação entre acidentes de trabalho e os níveis de carboxi-hemoglobina apresentados por trabalhadores mototaxistas. MÉTODO: estudo correlacional, quantitativo, com 111 trabalhadores e dados obtidos em julho de 2012, por meio de questionário de caracterização dos sujeitos e coleta sanguínea para dosagem de carboxi-hemoglobina. RESULTADO: 28,8% sofreram acidentes de trabalho, 27,6% apresentaram fraturas em membros inferiores e constatou-se significância de sintomas de exposição ao monóxido de carbono entre fumantes. Os níveis de carboxi-hemoglobina apresentaram-se superiores entre fumantes e acidentados do trabalho. CONCLUSÃO: mototaxistas apresentam níveis de carboxi-hemoglobina aumentados, possivelmente pela exposição ao monóxido de carbono; esses níveis também aumentam entre os fumantes e acidentados do trabalho. O estudo propicia avanços do conhecimento em relação às temáticas da saúde do trabalhador e ciências ambientais, e indica que a carboxi-hemoglobina pode ser um indicador de exposição aos poluentes ambientais para quem trabalha a céu aberto e estar relacionada a acidente de trabalho.

Melhores praticas do enfermeiro gestor no gerenciamento de risco

Best practice of nurse managers in risk management

Veridiana Tavares Costa; Betina Horner Schlindwein Meirelles; Alacoque Lorenzini Erdmann

OBJETIVO: identificar as ações dos enfermeiros gestores, em um programa de gerenciamento de risco, consideradas como melhores práticas. MÉTODO: trata-se de estudo de caso, realizado em um hospital privado no Sul do País. Participaram deste estudo enfermeiros gestores que atuam no programa de gerenciamento de risco e a gerente de risco. Os dados foram coletados de maio a setembro de 2011, por meio de análise documental, entrevistas semiestruturadas e observação não participante. Com base na triangulação, os dados foram analisados por uma proposta operativa. RESULTADOS: evidenciaram, como melhores práticas as ações de educação, a análise crítica da realidade e as múltiplas dimensões da gestão. CONCLUSÕES: a ampliação do entendimento acerca das melhores práticas no gerenciamento de risco oferece novos subsídios para que os enfermeiros gestores alcancem a excelência em suas ações e, assim, propiciem assistência segura e de qualidade.

Estudo retrospectivo da implementacao do processo de enfermagem em uma area de saude

Retrospective study of the implementation of the nursing process in a health area

Joseba Xabier Huitzi-Egilegor; Maria Isabel Elorza-Puyadena; Jose Maria Urkia-Etxabe; Maria Victoria Esnaola-Herrero; Carmen Asurabarrena-Iraola

OBJETIVOS: analisar os períodos de início da aplicação do processo de enfermagem em centros de saúde públicos e privados de Gipuskoa, País Basco, e da incorporação tanto do diagnóstico de enfermagem da NANDA-I quanto das terminologias Classificação de Intervenções em Enfermagem e Classificação de Resultados em Enfermagem a essa atividade. MATERIAIS E MÉTODOS: estudo retrospectivo, realizado por meio da análise de registros de enfermagem utilizados nos 158 centros de saúde que compuseram os locais de estudo. RESULTADOS: os dados coletados mostraram que, em Gipuskoa, o processo de enfermagem começou a ser utilizado na década de 1990. O diagnóstico de enfermagem da NANDA-I tem sido usado desde 1996, e as terminologias Classificação de Intervenções em Enfermagem e Classificação de Resultados em Enfermagem têm sido usadas desde 2004. CONCLUSÃO: conclui-se que os centros de saúde públicos são os que, de forma geral, iniciaram primeiramente a metodologia do processo de enfermagem, e que, em comparação com os Estados Unidos da América e o Canadá, a implementação do processo de enfermagem foi iniciada cerca de 20 anos depois, o uso de diagnósticos de enfermagem da NANDA-I cerca de 15 anos depois, e o uso das terminologias Classificação de Intervenção em Enfermagem e Classificação de Resultados em Enfermagem em torno de 6 anos após.

Associacao entre a incapacidade funcional do idoso e a sobrecarga do cuidador familiar

The association between the functional incapacity of the older adult and the family caregiver's burden

Edileuza de Fatima Rosina Nardi; Namie Okino Sawada; Jair Licio Ferreira Santos

OBJETIVO: identificar a associação entre a capacidade funcional do idoso e a sobrecarga do cuidador. MÉTODO: estudo transversal, quantitativo, realizado em um município do norte do Paraná, com 178 idosos que apresentavam incapacidade funcional e seus cuidadores. Utilizou-se a Medida de Independência Funcional , para avaliar a capacidade funcional do idoso e a Zarit Burden Interview para avaliar a sobrecarga do cuidador, analisando-se quantitativamente os resultados. A maioria dos idosos era do sexo feminino, viúvas, com média de idade de 79,9 anos, necessitando de assistência de até 50% para realizar as tarefas da vida diária. A maioria dos cuidadores era do sexo feminino, filhas, casadas, com média de idade de 56,7 anos. RESULTADO: a maioria dos cuidadores relatou sobrecarga moderada; os homens apresentaram maiores chances de menor sobrecarga do que as mulheres e quanto mais independente o idoso, maiores as chances de menor sobrecarga do cuidador. CONCLUSÃO: estimular ações voltadas à promoção do envelhecimento ativo e saudável, centradas na manutenção da capacidade funcional e autonomia do idoso, bem como implantar estratégias de organização do cuidado no domicílio, que incluam a saúde do cuidador, poderão contribuir para minimizar os efeitos da sobrecarga sobre ele e melhorar sua qualidade de vida.

Consumo de alcool de acordo com caracteristicas sociodemograficas em jovens de 18 a 24 anos

Alcohol consumption in young people between 18 and 24 years according to sociodemographic characteristics

Maria Belen Villace; Alicia Ruth Fernandez; Moacyr Lobo da Costa Junior

OBJETIVO: identificar o consumo de álcool, de acordo com as características sociodemográficas em jovens de 18 a 24 anos, provenientes da província de Córdoba, Argentina, e que participaram do Levantamento Nacional de Fatores de Risco. MÉTODO: foi realizado um estudo quantitativo, analítico e transversal com uma amostra de 240 jovens. O consumo de álcool e as características sociodemográficas foram analisados mediante a aplicação da análise bivariada, razão de risco e intervalos de confiança. RESULTADOS: a prevalência do consumo de álcool na vida foi de 79,17%, a prevalência-ano 72,91% e a prevalência-mês 57,08%, o consumo excessivo episódico e o consumo regular de risco correspondem a 25,55 e 24,19%, respectivamente. O consumo no último mês foi maior entre homens (p=0,0028), jovens solteiros (p=0,0001), com educação secundária completa (p=0,0306). CONCLUSÃO: na província de Córdoba, o uso de substâncias psicoativas, entre elas o álcool, não tem sido foco de interesse nas investigações em anos recentes, porém, o abuso do álcool está associado a outros fatores de risco, tais como acidentes e violência, e como fator de comorbidade e mortalidade precoce, portanto, o consumo de álcool entre os jovens é um tema preocupante que, quando caracterizado, deve ser tratado com ações preventivas.

Conhecimentos, atitudes e praticas de enfermeiros e medicos sobre a transmissao vertical da hepatite B

Knowledge, attitudes and practices of nurses and doctors about the vertical transmission of hepatitis B

Isabela Cristina de Miranda Goncalves; Maria Jacirema Ferreira Goncalves

OBJETIVO: identificar conhecimentos, atitudes e práticas de médicos e enfermeiros da Estratégia Saúde da Família e de uma maternidade sobre a transmissão vertical da hepatite B. MÉTODO: estudo transversal, com questionário autopreenchível aplicado aos profissionais. Os dados foram analisados conforme categoria profissional e local de atuação, cujas diferenças foram testadas pelo ?2 e significância <5%. RESULTADOS: os profissionais reconhecem as hepatites virais como agravos de notificação compulsória, porém, nem todos conhecem seus mecanismos de transmissão. Grande parte dos profissionais solicita sorologia, especificando o marcador, principalmente os médicos. A maioria dos enfermeiros de Saúde da Família não indica vacina contra hepatite B para gestantes, embora conheçam o esquema vacinal. A maioria dos médicos da maternidade possui conhecimentos corretos sobre a prevenção da transmissão vertical. CONCLUSÃO: as diferenças nos conhecimentos, atitudes e práticas sobre a transmissão vertical da hepatite B revelam que a população está em risco, visto que nem todos os profissionais envolvidos conhecem ou executam corretamente as estratégias de controle da transmissão vertical da hepatite B. Os enfermeiros dominam aspectos vacinais e os médicos dominam aspectos relacionados ao manejo dos casos com sorologia positiva.

Cirurgia segura em pediatria: elaboração e validação de checklist de intervenções pré-operatórias

Safe pediatric surgery: development and validation of preoperative interventions checklist

Maria Paula de Oliveira Pires; Mavilde da Luz Goncalves Pedreira; Maria Angelica Sorgini Peterlini

OBJETIVOS: o estudo teve como objetivo elaborar e validar um checklist de intervenções pré-operatórias pediátricas, relacionadas à segurança do paciente submetido a cirurgias. MÉTODO: estudo do tipo metodológico referente à construção e validação de instrumento contendo indicadores de cuidado seguro pré-operatório. O checklist foi submetido à validação, por meio da técnica Delphi, fixando-se nível de consenso de 80%. RESULTADOS: a validação foi realizada com cinco profissionais especialistas na área e, após duas rodadas da técnica Delphi, obteve-se consenso, tanto para o conteúdo como para o construto. CONCLUSÃO: o "Checklist Pediátrico para Cirurgia Segura", ao simular o caminho a ser percorrido pela criança, durante o período pré-operatório, pode constituir instrumento capaz de colaborar para que etapas do preparo e promoção de cirurgia segura sejam realizadas, ao se identificar a presença ou ausência das ações necessárias para a promoção da segurança do paciente.

Mulheres nas equipes de enfermagem: identificacao organizacional e vivencias de prazer e sofrimento

Women in nursing teams: organizational identification and experiences of pleasure and suffering

Adriane Vieira; Marilia Alves; Plinio Rafael Reis Monteiro; Fernando Coutinho Garcia

OBJETIVO: analisar o grau de influência da identificação organizacional nas vivências de prazer e de sofrimento das mulheres integrantes das equipes de enfermagem, de dois hospitais gerais de Belo Horizonte. MÉTODO: estudo quantitativo, realizado com 97 enfermeiras e 414 técnicas de enfermagem, escolhidas por conveniência, em seus locais de trabalho. Utilizou-se um questionário autoadministrado, com três escalas do tipo Likert: auto e heteropercepção, identificação com a organização e vivências de prazer e de sofrimento no trabalho. RESULTADOS: as relações estruturais explicaram percentual pequeno da variabilidade da identificação organizacional e demonstrou que a auto e heteropercepção apresentam-se como fatores pouco relevantes na identificação do profissional com sua organização. CONCLUSÕES: ao se considerar o quanto a auto e heteropercepção e a identificação organizacional impactam, em conjunto, as vivências de prazer e de sofrimento, observou-se maior poder explicativo para esgotamento profissional, falta de reconhecimento, liberdade de expressão e realização profissional.

Motivacoes, contradicoes e ambiguidades na lideranca de enfermeiros em cargo de chefia num hospital universitario

Motivations, contradictions and ambiguities in the leadership of nurses in management positions in a university hospital

Clarice Maria Dall'Agnol; Gisela Maria Schebella Souto de Moura; Ana Maria Muller de Magalhaes; Maria Lucia Rodrigues Falk; Caren de Oliveira Riboldi; Andreia Peres de Oliveira

OBJETIVO: analisar as contradições e ambiguidades que perpassam a motivação de enfermeiros para o exercício da liderança em cargo de chefia, em um hospital universitário. MÉTODO: abordagem qualitativa, exploratório-descritiva, totalizando 33 entrevistas semiestruturadas, submetidas à análise temática. RESULTADOS: as informações convergiram para cinco categorias: motivação para assumir cargo de chefia; o olhar das chefias de enfermagem sobre o exercício da liderança; a face emblemática de trabalhar com as pessoas; liderança em enfermagem - mediadora e conciliadora, e o tempo: um dilema entre gerenciar e assistir. CONCLUSÃO: liderar pessoas ora é um grande estímulo ora se torna um aspecto dificultador, tendo em vista as nuances do trabalho em equipe e a complexidade do contexto no qual se constrói esse processo. Além disso, as atitudes conciliadoras e de mediação mostraram-se primordiais para um clima organizacional saudável e produtivo, no entanto, a falta de tempo foi apontada como um dilema entre gerenciar e assistir.

Jornada de trabalho e comportamentos de saude entre enfermeiros de hospitais publicos

Working hours and health behaviour among nurses at public hospitals

Juliana da Costa Fernandes; Luciana Fernandes Portela; Lucia Rotenberg; Rosane Harter Griep

OBJETIVOS: analisar diferenças entre os sexos na descrição das jornadas profissional, doméstica e total e avaliar sua associação com comportamentos relacionados à saúde entre enfermeiros. MÉTODO: trata-se de estudo transversal, realizado em 18 hospitais públicos no município do Rio de Janeiro. A coleta de dados se baseou em questionários. Foram considerados elegíveis todos os enfermeiros que atuavam na assistência (n=2279). RESULTADOS: homens e mulheres diferiram significativamente quanto às jornadas de trabalho. O grupo feminino apresentou as jornadas doméstica e total mais extensas, quando comparadas às jornadas do grupo masculino. Em contrapartida, a jornada profissional foi mais longa entre os homens. Para as mulheres, tanto a jornada profissional quanto a total se associaram ao consumo excessivo de alimentos fritos e de café, à ausência de exercício físico e à maior prevalência de sobrepeso/obesidade. CONCLUSÃO: tanto a jornada profissional como a doméstica devem ser consideradas nos estudos sobre a saúde, o cuidado de si e o cuidado prestado no contexto de trabalhadores de enfermagem, em especial, entre as mulheres. Os resultados ressaltam a necessidade de ações de promoção da saúde nesse grupo ocupacional e a importância de avaliar o impacto das longas jornadas na saúde dos trabalhadores.

Analise do perfil lipidico de uma populacao de estudantes universitarios

Study of Lipid profile in a population of university students

Roberto Wagner Junior Freire de Freitas; Marcio Flavio Moura de Araujo; Adman Camara Soares Lima; Dayse Christina Rodrigues Pereira; Ana Maria Parente Garcia Alencar; Marta Maria Coelho Damasceno

OBJETIVO: avaliar o perfil lipídico de uma população de estudantes universitários. MÉTODO: estudo transversal, realizado com 702 alunos, de ambos os gêneros, matriculados nos diversos cursos de uma universidade pública de Fortaleza, CE. Os dados sociodemográficos e os relativos aos hábitos de vida foram coletados mediante questionário autopreenchido. A coleta sanguínea foi realizada em um laboratório de análises clínicas. RESULTADOS: prevaleceu uma população jovem, com média de idade de 21,5 anos e do gênero feminino (62,7%). Valores elevados de triglicerídeos, colesterol total e colesterol associado à lipoproteína de baixa densidade foram encontrados em 23,0%, 9,7% e 5,9% dos alunos, respectivamente. O colesterol associado à lipoproteína de alta densidade apresentou-se com valores diminuídos em 12,0% dos sujeitos, apresentando, também, associação estatisticamente significativa com o tabagismo (p=0,0231) e sedentarismo (p=0,0357). CONCLUSÃO: alterações no perfil lipídico estão presentes na população jovem e estudos de intervenção devem ser incentivados com a finalidade de diminuir a prevalência de doenças cardiovasculares na idade adulta.

Eficacia da Calatonia sobre os parametros clinicos no periodo pos-operatorio imediato: estudo clinico

Efficiency of Calatonia on clinical parameters in the immediate post-surgery period: a clinical study

Elaine Ferreira Lasaponari; Aparecida de Cassia Giani Peniche; Ruth Natalia Teresa Turrini; Eliane da Silva Grazziano

OBJETIVO: avaliar a eficácia da técnica da Calatonia sobre os parâmetros clínicos e dor no pós-operatório imediato. MÉTODO: foi realizado um estudo randomizado, com 116 pacientes, submetidos à cirurgia de colecistectomia por videolaparoscopia, divididos em grupos experimental (58 pacientes) e placebo (58 pacientes). O grupo experimental recebeu a técnica da Calatonia, e o placebo foi submetido apenas a toques não intencionais. RESULTADOS: o grupo placebo e experimental foram considerados homogêneos quanto às variáveis: sexo, idade, Physical Status Classification, tempo de procedimento cirúrgico e de permanência na sala de recuperação pós-anestésica. Somente a temperatura corpórea axilar apresentou diferença estatística significante. Quanto à dor, o grupo experimental apresentou resultados significativos, podendo-se inferir que o relaxamento proporcionado pela técnica de Calatonia trouxe o alívio do quadro doloroso. CONCLUSÃO: a aplicação da Calatonia pode atuar como recurso complementar à assistência no período pós-operatório imediato. Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos: UTN U1111-1129-9629.

Editorial

Doencas cronicas e os desafios para a producao de conhecimento em saude

Chronic conditions and the challenges for knowledge production in health

Regina Aparecida Garcia de Lima

Financiamento:CNPqSIBi

Contato

Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP
Revista Latino-Americana de Enfermagem
Av. Bandeirantes, 3900 - Vila Monte Alegre
CEP: 14040-902 - Ribeirão Preto, SP, Brasil

Telefone: +55 (16) 3315-3451, +55 (16) 3315-4407
E-mail: rlae@eerp.usp.br